Assinatura Virtual

Cadastra-se e receba toda semana em seu e-mail o Ilha Notícias On-line.

Newsletter

Nome:

 

Email:

 


 

Nome:

 

Email:

 


Siga-nos

facebook
twitter
instagram
google+
youtube
blogger

Voz do Leitor

09/11/2018 - voz-do-leitor /Edição 1910
Vans para o Centro
Sinto falta das vans que iam para o Centro. O transporte público na Ilha não dá conta da quantidade de passageiros, e sem o transporte alternativo, chegar ao trabalho a tempo é uma missão impossível. Há muitos anos moro na região e não vejo melhoria na qualidade dos ônibus que vão para o Centro. Isabel Farias, via Facebook.

Light ruim
O que a Light faz com os insulanos é uma falta de respeito com o consumidor. Um bem de serviço essencial nas nossas casas, tendo uma assistência tão ruim ao público. Cristina Lima, via Facebook. 

Preocupação
Os insulanos precisam de mais hospitais. O estado crítico do Hospital Evandro Freire e de algumas Clínicas da Família preocupa os moradores de como será o futuro. Nem maternidade, que é crucial, nós temos. Infelizmente, quando precisamos de atendimento de urgência, não podemos contar com a Ilha. Fábio Jorge, via WhatsApp.

Absurdo!
Um absurdo a Light não ter mais loja na Ilha. Os idosos que não sabem lidar com a internet precisam se locomover até a Penha para resolver seus problemas, isso quando tem condições de ir até lá. Na hora da cobrança eles conseguem contatar o consumidor. Sonia Matias, via Facebook.

Soul Pixta
Precisamos de moradores que valorizam os parques e áreas públicas, principalmente os que fornecem a força de trabalho para cuidar disso. Parabéns ao grupo que fez a reforma da pista de skate do Aterro. Com certeza fará diferença para quem frequenta o parque. Bruno Rios, via Facebook.

Lixo no lixo
Incrível como ainda existem pessoas que espalham lixo pelas ruas, praticando esse desrespeito aos seus próprios vizinhos, e distribuindo mau cheiro pela rua. Pior quando chove e obstrui os bueiros, enche a casa deles mesmos. Ricardo Gaio, via Facebook.

Falta polícia
A Ilha do Governador precisa de mais policiamento. Alguns lugares, como a praça do Quebra Coco, Aterro do Cocotá e o Corredor Esportivo estão deixando a desejar. À noite, não tem iluminação apropriada e as pessoas não podem mais praticar exercícios porque ficam expostas aos assaltantes. Mariana Pinheiro, via Facebook.

Meliantes não!
Com a onda de operações nas comunidades próximas a Ilha, as autoridades precisam redobrar a atenção para que esses marginais não se abriguem aqui. As blitz precisam ser feitas diariamente, para evitar a entrada dos meliantes na Ilha do Governador. Marcos Rodrigues, via Facebook.
Confusão
É um absurdo a confusão  todos os dias na calçada da esquina da Rua Haroldo Lobo com a Rua Eduardo Nadruz. Nesta calçada, ao lado do estacionamento da Casa Show, tem de tudo. Muito lixo, camelôs e moto taxistas que só faltam passar em cima dos pedestres. Jonatan Cruz, via WhatsApp.

Sugestão
Na Rua 50, próximo ao Hospital Nossa Senhora do Loreto, não há uma área de lazer própria para as crianças. Se houvesse um pouco de segurança e iluminação, seria um local muito bom para os pequenos, mas desde sempre a praça encontra-se largada às moscas. Karine Alves, via Facebook.

Barulho das vans
É um absurdo o desrespeito das vans que usam o alto-falante com o volume no máximo, para chamar passageiros e discutir entre eles. No Cacuia, é uma verdadeira poluição sonora. Neusa Maria, via WhatsApp.





Edição 1911
Leia


Edições anteriores





Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras

Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras