Assinatura Virtual

Cadastra-se e receba toda semana em seu e-mail o Ilha Notícias On-line.

Newsletter

Nome:

 

Email:

 


 

Nome:

 

Email:

 


Siga-nos

facebook
twitter
instagram
google+
youtube
blogger

Voz do Leitor

27/10/2017 - voz-do-leitor /Edição 1865
Colégio
Moro na Rua Fernandes da Fonseca, próximo ao Colégio Centro Educacional da Ribeira e estamos passando por um grande problema. A rua não tem sinalização de placa avisando que tem um colégio e muito menos sinalização na pista, assim, muitos carros passam em alta velocidade, podendo atropelar pedestres ou bater nos carros que estão parados. Precisamos da instalação de placas no local. Ricardo Gomes, via WhatsApp.

Ilha Presente
Na quinta (19), meu marido virou estatística da onda de assaltos que vem acontecendo aqui na Ilha do Governador. Roubaram ele e os passageiros de uma van, no Cocotá. Deveriam implantar aqui na Ilha, o projeto Ilha Presente, pois pelas estatísticas eles reduziram muito os casos de assaltos no centro e na zona sul. Jéssica Cunha, via Facebook.  
Hipocrisia 
Os motoristas que param o carro em qualquer lugar, ou no recuo destinado aos ônibus, são os mesmos que reclamam das vans, dos taxistas e motoqueiros. No trânsito cada um deve fazer sua parte e se não houver fiscalização a bagunça vai continuar. Pablo Moraes, via Facebook.

Comodismo
Infelizmente não é só na porta do Colégio Mv1 que o trânsito é um caos. Perto de quase todos os colégios da região é assim. Muitos pais são mal educados, e tem preguiça de colocar em uma vaga e ir andando até o colégio buscar o filho. Leonardo Ribeiro, via Facebook.

Homenagem justa
Parabéns à Portuguesa pela homenagem em colocar Mauro José Silveira como nome da nova piscina. Ele era uma pessoa espetacular. Bola dentro diretoria. Alexandre Nogueira, via Facebook.

Desabafo
Do que adianta reformar as praças da região se os vândalos sempre destroem? Não adianta reclamar do governo se essas pessoas não têm educação nem para conservar as praças que frequentam. Tainara Carvalho, via Facebook.

Mais placas
Para facilitar a mobilidade dos motoristas, algumas placas indicando a saída da Ilha e outros bairros poderiam ser instaladas na região, principalmente no cruzamento da Rua Luís Sá com a Avenida Maestro Paulo e Silva, no Village. Luis Alberto, via WhatsApp.

Saudades 
É triste ver que a Ilha está cada vez mais perigosa. Ninguém mais está seguro aqui. Há alguns anos atrás, vivíamos sentados na porta de casa conversando com os vizinhos até altas horas e hoje em dia não podemos nem ficar muito tempo na rua. Saudades da minha Ilha. Simone Lemos, via Facebook.

Registro
Gostaria de agradecer ao Ilha Notícias, pois fiz uma reclamação sobre um vazamento de água na Rua Praia da Rosa, próximo ao número 393 e em menos de 24h uma equipe da Cedae foi ao local para resolver o problema. Sergio Tavares, via WhatsApp.

Correção
Na edição da semana passada, na matéria sobre o Piquenique Inclusivo, tratamos de maneira equivocada, a referência à crianças com deficiência e erramos o nome do adolescente Arthur Martin, de 12 anos, filho de Consuelo Machado. Lembramos que o evento citado na matéria era direcionado a crianças com as mais variadas deficiências.






Veja Também

Voz do Leitor - Sentia falta daquela troca de gentilezas entre os moradores e os polícias da região, resgatar essa cultura melhora o ambiente e com certeza diminui a marginalidade. E com essa solenidade para os policiais, percebo uma esperança de voltar essas gentilezas e fico feliz. Ricardo Gaio, via Facebook.

Voz do Leitor - É notório que a estrutura do esgoto da Ilha está péssima, mas também o Estado sofre para melhorar a situação, levando em consideração que as pessoas não param de construir irregularmente. Assim fica difícil! Em diversas comunidades da Ilha vejo muitas casas sendo construídas de qualquer jeito. André da Isabel, via Facebook.

Voz do Leitor - O que eu acho engraçado é quando vamos vistoriar nossos carros, os fiscais do Detran reprovam nossos carros por qualquer coisa, mas um ônibus lotado pode trafegar na chuva com os pneus carecas, sem freios e com o limpador quebrado! Esse é o Brasil que todos querem? Eduardo Pereira, via Facebook.

Voz do Leitor - Acorda povo! Enquanto todos nós não começarmos a andar juntos com as autoridades, e só reclamarmos, de nada adianta. Os carros nas calçadas somos nós que deixamos; lixo na rua também somos nós; poluição nas praias também. Às vezes cobramos demais e fazemos de menos. Eliane Silva, via redação.

Voz do Leitor - Acho a alegria do nosso povo muito importante e valiosa, mas precisamos reaprender a nos unir para reivindicar os nossos direitos nas ruas e não nas redes sociais. Devíamos decorar as ruas com reivindicações a nosso favor e cobrança de nossos direitos! Vitor Couto, via Facebook.

Voz do Leitor - É lamentável como tudo no Brasil é feito na base da reação e não na proatividade. Já foi identificado o problema, bastando trocar os postes. Mas não é feito isso. Aí os postes caem, rapidamente vem a equipe da Light e substitui. Por que então não troca logo? Evita-se o problema e as consequências adversas. Os países desenvolvidos são proativos em suas ações. Paulo Nihon, via Facebook.


Edição 1893
Leia


Edições anteriores





Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras

Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras