Assinatura Virtual

Cadastra-se e receba toda semana em seu e-mail o Ilha Notícias On-line.

Newsletter

Nome:

 

Email:

 


 

Nome:

 

Email:

 


Siga-nos

facebook
twitter
instagram
google+
youtube
blogger

Opinião

01/11/2018 - Opinião /Edição 1909
Cacuia, talvez o mais tradicional bairro da Ilha do Governador, tem muitas histórias, é berço da União da Ilha e de grande parte de tradicionais empresas da Ilha. Também tem a maior feira livre da região que acontece nas manhãs de domingo e recebe milhares de consumidores de todos os bairros da Ilha.

A via principal, a Estrada do Cacuia, tem um problema grave provocado pela confusão no trânsito no trecho de duas quadras, entre o relógio e o cemitério. O pedaço deve ter apenas uns 500 metros, mas é muito complicado para veículos e pedestres. Além do estacionamento nos dois lados em diversos pontos, a rua tem mão dupla e mais da metade das linhas de ônibus e vans passam por ela. São muitos veículos e muita gente.

A existência de um comércio variado e popular, além de um dos melhores supermercados da Ilha, atrai milhares de consumidores que provocam um fantástico fluxo de gente e carros, que se movimentam num confuso vai e vem. A pouca fiscalização e a falta de policiamento permanente geram abusos e irregularidades, principalmente dos motoristas de vans que fazem dos pontos de ônibus estacionamento para lotar seus veículos.
O engarrafamento diário provocado pela enorme quantidade de veículos que transitam pelo trecho exige paciência dos motoristas e passageiros. O tempo perdido e o perigo a que estão submetidos os passageiros de ônibus que são obrigados a saltar no meio da rua porque os pontos estão tomados pelas vans é constrangedor de se ver.

Como é praticamente improvável que os motoristas de vans se tornem mais sensatos, é certo que a dor de cabeça vai continuar. A não ser que diante dessa desordem insana a polícia desloque uma viatura durante o dia para as imediações do ponto de ônibus em frente ao Supermercado Mundial, centro de grande parte da confusão e desrespeito à ordem.



Veja Também

Opinião - José Richard - A manhã da quinta feira desta semana foi terrível para quem tinha que utilizar a Estrada do Galeão. Praticamente de ponta a ponta, por mais de duas horas, a nossa única via de saída ficou congestionada por conta da chuva insistente que caiu na região e atrapalhou o trânsito em toda a cidade, mas principalmente por uma obra que se arrasta por semanas na Estrada do Galeão.

Opinião - José Richard - Os temporais de verão cujas chuvas causam graves alagamentos e enchentes estão a cada ano mais severos, causando grandes prejuízos materiais e mortes, seja por afogamento nos rios que transbordam ou nos deslizamentos de encostas que derrubam casas e soterram moradores. O noticiário internacional mostra que está acontecendo em todo mundo, fora os tsunamis.

Opinião - Com as férias escolares e o carnaval já no passado, a preocupação agora é viver bem e com determinação os dez meses que restam de 2019. Enfim, cair na realidade do trabalho e fazer a diferença, sejam quais forem as nossas responsabilidades individuais com os estudos ou trabalho. A vida exige isso.

Opinião - José Richard - A União da Ilha que é a quarta escola a desfilar nesta segunda de carnaval leva nossos corações insulanos para a Sapucaí, com a certeza de uma grande apresentação. O tema do enredo que conta sobre a história e a vida no Estado do Ceará possibilitou uma incrível parceria de criatividade entre o nordeste e o carnaval carioca.

Opinião -

Opinião - José Richard - Este ano o carnaval de rua na Ilha do Governador promete ser ainda mais animado, não apenas pela confirmação do desfile de dezenas de blocos de rua, mas principalmente pelo apoio oficial e estrutura que a prefeitura fornecer para a organização do carnaval no Cacuia e Cocotá, dois dos mais tradicionais bairros da região.


Edição 1929
Leia


Edições anteriores





Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras

Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras