Assinatura Virtual

Cadastra-se e receba toda semana em seu e-mail o Ilha Notícias On-line.

Newsletter

Nome:

 

Email:

 


 

Nome:

 

Email:

 


Siga-nos

facebook
twitter
instagram
google+
youtube
blogger

Opinião

26/10/2018 - opiniao /Edição 1908
A falta de credibilidade nas principais instituições públicas brasileiras, como o judiciário, legislativo e executivo me levam a crer que vamos ver um novo rosto do Brasil diante das mudanças que já aconteceram com o resultado das eleições no primeiro turno, e que vai mudar mais a partir de segunda-feira. O novo cenário político dificilmente vai ser tão ruim quanto ao atual.
É incrível, mas até há alguns anos, poucos brasileiros sabiam o nome de alguns dos ministros da alta corte que atualmente são mais conhecidos por atitudes incoerentes e comprometedoras, principalmente com aqueles que os nomearam. Gilmar Mendes, por exemplo, teve uma atitude de absoluto incoerência quando mandou soltar da prisão diversos amigos, aparentemente por simples amizade ou por outras razões, como num dos casos, aparentemente pelo fato de ter sido padrinho de casamento da filha do preso. No lugar de proclamar-se impedido, usou do poder para beneficiar um amigo.
O Brasil está mudando, e os mais poderosos juízes do país poderiam aproveitar o novo tempo para serem mais reservados no seu trabalho e não agissem como atores que lutam pelo protagonismo, sobretudo em assuntos polêmicos, aparentemente para ganhar mais visibilidade.
No executivo e no legislativo muitos figurões importantes estão atrás das grades pela serenidade e competência de outros escalões da justiça, sobretudo do juiz Sérgio Moro que é um exemplo de conhecimento da lei e de coragem nas suas decisões. Por isso é respeitado e admirado pela grande maioria dos brasileiros. O novo Brasil, que sai agora dessas eleições, exige que todas autoridades tenham atitudes e comportamentos à altura das responsabilidades dos seus cargos. Esta é a realidade.
O Brasil e a sua população não suportam continuar sendo explorados, extorquidos e roubados por homens públicos criminosos que usam cargos para enriquecer e máscaras para enganar mostrando em público uma face mentirosa, enquanto agem criminosamente no escondido.
Então, viva o novo Brasil que vem aí!!!




Veja Também

Opinião - José Richard - As maioria das calçadas da Ilha do Governador são verdadeiros símbolos do descaso do poder público e de moradores omissos. Pela legislação, a manutenção delas e dos respectivos muros cabe aos proprietários dos imóveis, que talvez desconheçam suas responsabilidades ou simplesmente não são orientados, advertidos e multados pelo relaxamento.

Opinião - José Richard - Imagino que o medo dos moradores que vivem em áreas de risco se transforma em pavor sempre que chove.

Opinião - José Richard - As obras na Estrada do Galeão para instalar uma rede de esgotos desde a Vila Joaniza é uma ação pública importantíssima para a região, sobretudo para diminuir a poluição da Baía de Guanabara onde hoje o esgoto daquela região é despejado.

Opinião - José Richard - São atos de muita covardia os constantes assaltos aos passageiros dos ônibus frescões. Quando os bandidos entram nos ônibus surpreendem pessoas que se dirigem a compromissos pessoais e profissionais e ficam reféns diante das armas apontadas para suas cabeças.

Opinião - José Richard - A manhã da quinta feira desta semana foi terrível para quem tinha que utilizar a Estrada do Galeão. Praticamente de ponta a ponta, por mais de duas horas, a nossa única via de saída ficou congestionada por conta da chuva insistente que caiu na região e atrapalhou o trânsito em toda a cidade, mas principalmente por uma obra que se arrasta por semanas na Estrada do Galeão.

Opinião - José Richard - Os temporais de verão cujas chuvas causam graves alagamentos e enchentes estão a cada ano mais severos, causando grandes prejuízos materiais e mortes, seja por afogamento nos rios que transbordam ou nos deslizamentos de encostas que derrubam casas e soterram moradores. O noticiário internacional mostra que está acontecendo em todo mundo, fora os tsunamis.


Edição 1933
Leia


Edições anteriores





Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras

Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras