Assinatura Virtual

Cadastra-se e receba toda semana em seu e-mail o Ilha Notícias On-line.

Newsletter

Nome:

 

Email:

 


 

Nome:

 

Email:

 


Siga-nos

facebook
twitter
instagram
google+
youtube
blogger

Opinião

27/10/2017 - opiniao /Edição 1865
Estou convencido que devemos lutar para que a Ilha seja uma região diferenciada e o argumento, por exemplo, de que problemas como a falta de segurança, carros em cima de calçadas e a desordem no sistema de transporte alternativo realizado por vans, são problemas que também existem em outros lugares, mas isso não justifica que continuem a existir por aqui.
 
O estacionamento irregular de veículos em cima das calçadas, por exemplo, é uma agressão ao cidadão que tem o direito de ir e vir e, se vê muitas vezes, obrigado a correr riscos ao caminhar no meio da rua, porque alguns motoristas atravessam seus veículos impedindo a passagem, causando constrangimento e irritação principalmente idosos, cadeirantes e mães conduzindo carrinhos de bebê.
As explicações de que são poucas ou inexistem as vagas para estacionar, não justifica ocupar áreas não permitidas e causar transtornos ao restante da população. Cabe a cada um de nós agirmos corretamente e respeitar o direito do próximo. Assim como cobramos dos outros e dos governos ações legais e corretas, temos por obrigação o dever de dar exemplos de cidadania.
 
Se pretendemos transformar a Ilha do Governador em uma região modelo na cidade, onde nossas famílias possam ter melhor qualidade de vida, temos que ter atitudes que demonstrem merecimento a esse direito.
 
É importante que além dos motoristas, as agências de automóveis, principalmente aquelas estabelecidas ao longo da Estrada Galeão, onde se concentra o maior número, compreendam a importância de cumprir a lei e não coloquem seus veículos irregularmente em cima das calçadas, seja em frente as suas lojas ou pior, como algumas exageram, ocupando outras calçadas, prejudicando outros comerciantes, além dos pedestres.
 
Transformar a Ilha em uma região diferenciada, vai precisar de esforço e consciência de todos. E cada um de nós deve fazer a sua parte para que sejamos respeitados e a nossa Ilha do Governador admirada, não apenas pelas belezas naturais, mas também pela educação do seu povo.




Veja Também

Opinião - Diversas páginas desta edição do Ilha Notícias tratam de carnaval e do clima de absoluta alegria que o reinado de Momo proporciona nas ruas com a participação de milhares de foliões, cujo principal objetivo é se divertir e extravasar a alegria. Por outro lado, a multidão que também acompanha os ensaios de rua da União da Ilha, nas noites das quartas feiras, prenuncia um grandioso desfile na Marques de Sapucaí no dia 12 de fevereiro.

Opinião - José Richard - A insegurança persiste na Ilha, embora as notícias de assaltos realizados por bandidos com o uso de motos aparentemente diminuiu, provavelmente pelas constantes ações da PM em parceria com os motociclistas da Guarda Municipal que retiraram de circulação dezenas de motos irregulares

Opinião -

Opinião - José Richard - A Ilha do Governador vai começar 2018 com a perspectiva de piora no sistema de transporte público. É que algumas empresas de ônibus da cidade estão paralisando algumas linhas deficitárias, segundo elas, depois das duas reduções na tarifa determinadas pela justiça e prefeitura. Caso chegue à Ilha esse desdobramento será séria a crise de mobilidade urbana e deve provocar uma avalanche de vans e kombis nas ruas para ocupar o espaço dos ônibus que eventualmente deixem de circular.

Opinião - Quero desejar Boas Festas a todos leitores do jornal impresso e aos internautas que acompanham o jornal através das diversas plataformas nas redes sociais. Que cada insulano viva esse Natal do seu modo particular compartilhando afeto e alegria com todos.

Opinião -


Edição 1868
Leia


Edições anteriores





Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras

Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras