Assinatura Virtual

Cadastra-se e receba toda semana em seu e-mail o Ilha Notícias On-line.

Newsletter

Nome:

 

Email:

 


 

Nome:

 

Email:

 


Siga-nos

facebook
twitter
instagram
google+
youtube
orkut
blogger

Karen já passou em 11 concursos

23/03/2012 - noticias /Edição 1564

Quando decidiu entrar na acirrada disputa por uma vaga em um cargo público, a contadora insulana Karen Mancini não imaginou o sucesso que a vida como concurseira ia lhe trazer. Com 27 anos, a insulana já foi aprovada em 11 concursos públicos e com a sua experiência se dedica a dar aulas para quem sonha com uma aprovação.

 

De família humilde, Karen conta que trancou a faculdade de economia na UFF em busca de uma estabilidade financeira. "Estava no 6º período, mas tinham muitas greves na faculdade e eu queria trabalhar logo. A minha irmã deu a ideia de entrarmos para um cursinho e tentar vagas em cargos públicos, resolvi me arriscar", conta Karen que é moradora do Cocotá. Aos 20 anos, ela se matriculou em um curso na Academia do Concurso e logo no primeiro desafio conseguiu aprovação para técnica administrativa da Eletrobrás.

 

– Foi uma preparação de dois meses e na época tentei nível médio já que eu não era formada. A aprovação foi um estímulo enorme. Percebi que era uma questão de foco, organização e de ter uma rotina com os estudos – dá a dica.

 

Karen explica que um dos benefícios de trabalhar na Eletrobrás era a oportunidade de ter os estudos universitários financiados e aproveitou a chance para assim continuar estudando e no futuro conseguir uma vaga em um cargo de nível superior. "Eu não já não estava mais interessada no curso da UFF e me matriculei na primeira turma de Ciências Contábeis da Fabec, que era a faculdade da Academia do Concurso. Durante a faculdade tive aulas especiais para prestar concursos e passei para dois deles de nível superior. Assim que me formei fui chamada para ser a auditora da UniRio e depois trabalhei como contadora na Cedae", conta.

 

Boa aluna, Karen recebeu convite de um professor para assumir três disciplinas na Fabec, onde se formou. "Fiquei empolgada com o convite porque estudar e viver toda a expectativa se tornou uma parte feliz e emocionante da minha vida. Dando aulas, eu descobrir um novo prazer e vibro com cada aluno que atinge o objetivo", comenta.

 

É claro que nem tudo foi assim tão fácil. Karen conta que sacrificou muitas finais de semana de lazer para se dedicar aos conteúdos das provas e ainda viveu um momento difícil quando a mãe sofreu um infarto no dia da prova para a Polícia Civil. "A vaga de investigador da Polícia Civil era um sonho para minha irmã Caroline e estudávamos juntas. No dia da prova minha mãe passou mal, deixamos ela no hospital e fomos para a prova, porque ela não queria que deixássemos de fazer. Infelizmente minha irmã não passou", lamenta.

 

Karen foi aprovada nos concursos para Eletrobrás, Controladoria Geral do Município, Unirio, Dataprev, Ministério do Desenvolvimento Agrário, Tribunal de Justiça de São Paulo, Cedae, Analista de Sistema do Ministério Público da União, Polícia Civil, Analista de Planejamento da Comissão de Valores Mobiliários e na Finep (financiadora de estudos e projetos), que é o seu atual emprego como auditora e contadora com o salário de R$ 8 mil por mês.

 

Além das aulas na Fabec, Karen abriu o seu próprio curso no ano passado, o Mancini Módulos. Ela também dá aulas através de vídeos para o site Concurso Virtual, que é acessado por concurseiros de todo Brasil. Casada há cinco anos, conta que o segredo para ter tempo de se dedicar a tudo é a organização e diz que não pretende parar. "Em junho ainda faço a prova para o Tribunal Superior Eleitoral, que é o meu grande sonho. Com persistência e disciplina todos podem chegar lá", garante.




Veja Também

BRT só no Fundão provoca reclamações - A apresentação do esquema de mobilidade do BRT Transcarioca na Ilha deixou muitos moradores frustrados com a notícia de que o acesso à estação será apenas no Fundão. O anúncio surpreendeu a população que contava com a construção de uma estação na Estrada do Galeão, próximo a Avenida 20 de janeiro.

Inscreva a sua rua na Copa das Ruas - O clima de Copa do Mundo de Futebol começa a contagiar as ruas e a expectativa da participação do Brasil traz emoções a todos os brasileiros. Muitos cariocas costumam assistir as partidas da seleção em locais públicos em torno de um telão com amigos. Para promover esse clima de união e confraternização, grupos de vizinhos costumam se reunir para enfeitar e pintar parte das ruas que moram com motivos da Copa. E para incentivar o clima de euforia, a loja de ferragens e materiais de construção Toca do Fiapo e o jornal Ilha Notícias resolveram premiar as ruas mais bonitas e adotaram o nome de “Copa das Ruas”.

Prédio abandonado é invadido nos Bancários - Abandonado ainda em construção há mais de 20 anos, um prédio que fica nos Bancários começou a ser ocupado e, de acordo com relatos, há pessoas morando no local. Quem reside próximo ao prédio, que fica na Avenida Dr. Agenor de Almeida Loyola, ao lado do 551, conta que aos poucos começaram a notar a movimentação de pessoas, usuários de drogas e crianças.

Ferrugem é risco para os idosos - Os usuários da Academia da Terceira Idade (ATI) que fica ao ar livre na praça em frente à Pedra da Onça, no Bananal, estão enfrentando problemas com o uso dos equipamentos. Inaugurada em janeiro de 2012, a academia recebeu apenas uma manutenção desde então e agora apresenta aparelhos enferrujados e quebrados. Os idosos relatam que a utilização de alguns equipamentos não é mais possível e outros já foram motivos de acidentes como tombos e roupas rasgadas.

Caminhada em prol do autismo é domingo - Neste domingo (13), a Praia da Bica recebe a primeira caminhada pela conscientização do autismo. Organizada pelo grupo insulano Compartilha, que reúne pais de crianças autistas e amigos, a concentração está marcada para as 9h30 em frente a biquinha. A caminhada vai seguir até a Praça Jerusálem, onde além da participação de pais e psicólogos com depoimentos, o evento contará com atrações como palhaços, malabaristas, apresentações de dança e da bateria da União da Ilha.

João quer Portuguesa forte no futebol - Nos próximos três anos de gestão à frente da Associação Atlética Portuguesa, o presidente João Rêgo conta que os principais objetivos a cumprir estão relacionados ao projeto de ampliação do estádio, aos investimentos em esporte e a tornar o clube ainda melhor para os associados. A proposta do Projeto Nova Portuguesa, que defendeu durante a campanha que o reelegeu presidente, prevê que o estádio da Lusa, com atualmente 3.718 lugares passe a ter 15.130 assentos, como exige os padrões da Fifa para jogos oficiais.


Edição 1671
Leia


Edições anteriores





Programa Sena Limpa (Cedae) - Praia da Bica

Programa Sena Limpa (Cedae) - Praia da Bica

Qual o clube da sua preferência na Ilha?

Ascaer
Clube de Suboficiais e Sargentos da Aeronáutica
A. A. Portuguesa
Iate Clube Jardim Guanabara
Esporte Clube Jardim Guanabara
Governador Iate Clube
Cocotá Esporte Clube
Jequiá Iate Clube
ACM - Ilha


Visualizar Resultados


 

Copyright© 2010 Ilha Notícias. Todos os Direito Reservados.
Este material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuido sem prévia autorização.