Assinatura Virtual

Cadastra-se e receba toda semana em seu e-mail o Ilha Notícias On-line.

Newsletter

Nome:

 

Email:

 


 

Nome:

 

Email:

 


Siga-nos

facebook
twitter
instagram
google+
youtube
blogger

Mutirão no Parque Marcello de Ipanema

01/02/2019 - noticias /Edição 1922
Guimbas de cigarro, velas, garrafas pet e até camisinhas usadas são alguns dos itens coletados no mutirão de limpeza realizado, na manhã de sábado (26), no Parque Ecológico Marcello de Ipanema, na Praia da Bica, por um grupo de 30 voluntários, cujas ações contaram com o apoio da prefeitura. O objetivo da ação foi revitalizar a área que possui uma linda vista e faz parte da história da região. 

O parque foi criado em dezembro de 1995, pela prefeitura e o nome é uma homenagem ao historiador e professor Marcello de Ipanema. A ideia era proteger a área contra o avanço imobiliário, mas atualmente o local é frequentado por dependentes químicos e moradores de rua. Outro problema crônico são os despachos e a sujeira deixada por frequentadores.

Durante o evento, que contou com a participação da Comlurb que recolheu lixo e galhos que obstruíam os caminhos, houve uma palestra de três agentes da Secretaria Municipal de Meio Ambiente que conscientizaram sobre a importância da preservação do parque e das árvores que são remanescentes de Mata Atlântica. A Fundação Parque e Jardins enviou cerca de 100 mudas de plantas nativas que foram plantadas e devem ajudar a manter a beleza do espaço.

O grupo de voluntários, liderado pelo fotógrafo Roberto Macchiute, junto com agentes da prefeitura aproveitou para planejar ações futuras destinadas a melhorar mais as condições de uso público do parque. A vereadora Tânia Bastos que foi fiscalizar as ações da prefeitura, disse que a ação foi importante. “Quando a comunidade toma a iniciativa para uma atividade como essa, é obrigação dos órgão públicos estar presente e apoiar”.

Para Macchiute, o mutirão de limpeza atingiu o objetivo.

- Conseguimos uma interação importante entre a população e os órgãos públicos em prol de uma atividade cidadã. O que é difícil nos dias de hoje. A natureza da Ilha precisa ser valorizada e explorada da melhor maneira possível pelos moradores da região. O próximo passo é criar no parque eventos culturais, infanto-juvenis, esportivos, musicais que atraiam as pessoas para frequentar o local.




Veja Também

Serão três dias de folia para a criançada na quadra coberta da Lusa - Dia 4/3 – Segunda Banda Polvo da Ilha – Concentração às 9h – Praça Iaía Garcia – Ribeira Banda Inimigos da Bebida – Concentração às 10h – Praça Comandante Nelson Megé, próximo ao Fórum da Ilha – Cocotá Banda Seca Copo – Concentração às 13h – Rua do Monjolo – Pitangueira GRBC Acabou o Amor – Concentração às 18h – Rua Domingos Mondim – Tauá

Resgatista insulano participou das buscas na tragédia em Brumadinho - A tragédia que atingiu a cidade de Brumadinho, em Minas Gerais, revelou diversos heróis que se deslocaram de diversas partes do Brasil, e do mundo, para ajudar as vítimas da tragédia. Entre os voluntários estava o veterinário insulano, Alexandre Calmon, que é adestrador e participa de uma organização de resgate com cachorros em desastres.

Carnaval agita Cacuia, Cocotá e Zumbi - Celeiro de grandes sambistas e berço da União da Ilha, o bairro do Cacuia conseguiu a oficialização do Carnaval este ano e, ao lado do Cocotá e do Zumbi, terão o apoio e suporte da Prefeitura com estruturas de palco, iluminação, som e banheiros químicos para a alegria dos foliões insulanos.

Estrada para Tubiacanga está pronta - As obras na estrada que liga ao bairro de Tubiacanga, realizada pela RioGaleão, foram concluídas e contam com grades que cercam a pista, ciclovia, guarita com cancelas e seguranças que se revezam no local. As obras, além de melhorar o acesso à Tubiacanga, também foram uma medida para evitar o aumento da invasão ao lado do posto do Detran, no início da estrada.

Alagamentos atormentam moradores - As ruas Caricé, Capanema, Max Yantok, Eutíquio Soledade, Gipóia, Benedito Patrício e adjacentes, no Tauá, sofrem há anos com os alagamentos em épocas de chuvas mais fortes. Segundo a prefeitura, um dos maiores problemas é que o local fica próximo ao nível do mar e a movimentação das marés dificulta o escoamento das águas pelo canal da Av. Ilha das Enxadas, nos Bancários, que liga as galerias de águas pluviais ao mar. O superintendente da Ilha Daniel Balbi, informou que após a chuva de quarta (13), que culminou no alagamento de diversas ruas do Tauá, pediu à Rio Águas a limpeza no canal dos Bancários para melhorar a fluidez no valão e dar um escoamento mais rápido às águas nas ruas alagadas. Na quinta-feira (14) operários da prefeitura finalizaram a limpeza.

Prefeitura começa a desassorear o rio jequiá - Para melhorar o escoamento das águas nos dias de chuva, equipe da prefeitura utilizou retroescavadeira para aumentar a profundidade do Rio Jequiá no trecho atrás da Vila Olímpica.


Edição 1924
Leia


Edições anteriores





Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras

Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras