Assinatura Virtual

Cadastra-se e receba toda semana em seu e-mail o Ilha Notícias On-line.

Newsletter

Nome:

 

Email:

 


 

Nome:

 

Email:

 


Siga-nos

facebook
twitter
instagram
google+
youtube
blogger

Asfalto cede e abre cratera na Combu

23/11/2018 - noticias /Edição 1912
Nas últimas semanas apareceram buracos em diversas vias da Ilha em decorrência da chuva e vem sendo apontados por moradores e motoristas pelos transtornos e perigos que representam.

Uma cratera que surgiu na Rua Combu, no Cacuia, assustou moradores e deixou um caminhão da Comlurb preso no local por algumas horas. O buraco com um metro de profundidade revelou uma antiga galeria de águas desativada.

Segundo moradores, o local já estava cedendo há um tempo, até que durante uma forte chuva, enquanto um caminhão da Comlurb passava, parte do asfalto afundou e levou quase oito horas para o veículo conseguir ser retirado. A cratera ainda não foi fechada e outros motoristas correm o risco de caírem no local. 

— Embaixo do asfalto passa uma galeria da Cedae que foi desativada há anos e como não está mais sendo utilizada, não houve mais reparos no local e por isso deve ter cedido — explica o morador Luís André de 54 anos, e morador da Rua Combú há 20 anos.

Outro buraco que está atrapalhando os motoristas é na Rua Amapurus, no Tauá. Embora moradores tenham jogado entulho na tentativa de fecha-lo pois fica em uma ladeira e muitos motoristas descem em alta velocidade podendo provocar acidentes ao desviar.

— Por duas vezes quase sofri um acidente. Moro no Condomínio Chácara do Governador e subo com cautela, mas alguns desavisados descem em velocidade e quando se encontram com o buraco tentam frear e jogam o carro em cima de quem está subindo — lamentou Alberto Calazans, 24. 

Na Rua Dr. Bernardino Gomes, nos Bancários, moradores também denunciam buracos na via que tem atrapalham o trânsito, deixando a rua muito ruim para o fluxo dos carros. O Departamento de Conservação informou que na próxima semana equipes irão aos locais citados na matéria para realizar os reparos. Apesar dos relatos dos moradores, a Cedae negou que a galeria encontrada na Rua Combu seja de sua responsabilidade. 





Edição 1933
Leia


Edições anteriores





Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras

Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras