Assinatura Virtual

Cadastra-se e receba toda semana em seu e-mail o Ilha Notícias On-line.

Newsletter

Nome:

 

Email:

 


 

Nome:

 

Email:

 


Siga-nos

facebook
twitter
instagram
google+
youtube
blogger

Ilha quer a volta da loja da Light

01/11/2018 - noticias /Edição 1909
Além das constantes críticas quanto a qualidade dos serviços da Light, os insulanos continuam contrariados com a empresa que fechou há cerca de dois anos a loja de atendimento à população que funcionava no shopping, e pedem para que seja reaberta. Embora a empresa alegue que o atendimento virtual já represente 70% do total, muitos serviços não podem ser realizados virtualmente, o que obriga o consumidor ser obrigado a ir à loja da Light mais próxima, que fica na Penha, cerca de 15km de distância da Ilha. 

A Light possui quase 80 mil clientes na Ilha do Governador, entre residências e atividades comerciais. Para resolver assuntos que na plataforma online não são possíveis, a empresa desloca esporadicamente uma agência móvel para a Ilha, cuja eficiência é criticada pelos moradores. O insulano Ricardo Marques está a dois meses tentando o desligamento definitivo de luz de uma das suas salas comerciais, mas esbarra na burocracia criada pela empresa e na falta de tempo. 

— Esse é um procedimento que já tentei pela internet e por duas vezes na agëncia móvel e não consegui. Sempre há um motivo novo para que o meu pedido não seja acatado. Enquanto luto para tentar desligar, as faturas não param de chegar. São valores baixos, é verdade, mas afinal de contas não estou utilizando o local e isso vai minando nossa paciência – diz Ricardo, bastante contrariado.

De acordo com a Light, a sua loja no shopping foi fechada em janeiro de 2016, seguindo uma tendência no setor de serviços de incentivo ao uso dos canais virtuais. No entanto, afirma a empresa, por meio de pesquisas realizadas nos canais online, quando notado um grande número de acesso dos clientes da Ilha, uma agencia móvel é deslocada à região para tentar ajudar na solução de problemas, como aconteceu nos últimos quatro meses. 

Quanto à oscilação da energia e falta de luz constante em diversos bairros da Ilha, a Light, que não consegue resolver o problema, se defende jogando a culpa para o alto número de furtos de energia na região. De acordo com a empresa, o furto chega a 36,61% e garante que cerca de 70% das interrupções na Ilha acontecem em áreas onde o índice de furto de energia é maior. O insulano Rodrigo Abreu, morador do Jardim Guanabara, pede a Light tenha competência para conter os roubos.

— Eu que pago em dia as contas, não posso ser prejudicado e ter um atendimento ruim, por conta de gatos. Eu sei que o problema parte de outros cidadãos, mas a Light precisa agir com mais competência e rigor para identificar os roubos e evitar que os outros consumidores, como eu, que não tem nada com isso, sejam mal atendidos. 

Falta à Light sensibilidade para reinstalar a loja que fechou na Ilha  prejudicando a população, e também de investimentos em equipamentos modernos para identificar o roubo de energia, acabando com a oscilação e falta de luz.




Veja Também

Copa Rubro-Verde tem semifinal nesta sexta-feira no Estádio Luso-Brasileiro - Após uma primeira fase com boas atuações, a Portuguesa-RJ enfrenta na tarde desta sexta-feira, dia 11, a Portuguesa Santista, às 15h, pela semifinal da Copa Rubro-Verde 2019. O torneio de pré-temporada está em sua segunda edição e acontece no estádio Luso-Brasileiro. A Lusa Carioca é a atual campeã da competição.

Bloco “Os 20 de Ouro” abre o carnaval - Como manda a tradição o Bloco Carnavalesco “Os 20 de Ouro”, do Mestre Odilon, está se preparando para abrir as comemorações do carnaval de rua da Ilha em 2019. O desfile está marcado para acontecer no dia 9 de fevereiro, mas antes disso, o bloco comemora no feriado do dia 20 de janeiro, o terceiro ano de fundação durante grande festa que vai servir como um aperitivo para o desfile oficial até a Praça da Ribeira.

Light é campeã de reclamações na Ilha - A unidade do Programa de Proteção e Defesa do Consumidor que funciona em uma das salas do antigo Colégio Lemos Cunha tem atendido diversos casos de reclamações de consumidores insulanos que se sentem prejudicados por algum tipo de prestação de serviço ou venda de mercadoria na região. Segundo o Procon da Ilha, a empresa que mais teve reclamações foi a Light. Na maioria dos casos em razão do Termo de Ocorrência Irregular, emitido pela empresa.

Barcas sofrem aumento em fevereiro - A tarifa das barcas irá aumenta a partir do próximo dia 12 fevereiro conforme decisão da Agência Reguladora de Serviços Públicos Concedidos de Transportes Aquaviários, a Agetransp. As passagens dos trajetos Cocotá-Praça XV serão reajustadas de R$ 6,10 para R$ 6,30.

Vermelho e Branco é a cara da Ilha - Assinado pelo carnavalesco Marcony Santana, o Vermelho e Branco aposta em um enredo subjetivo e bem ousado para 2019. Denominado “Vermelho e Branco no Jogo da Vida!”, o bloco vai falar sobre a necessidade de arriscar com sabedoria, determinação e equilíbrio, e se entregar “de corpo e alma” neste grande jogo, que é a vida, para colher bons louros.

Colônia de Férias começa nesta quinta - O ano de 2019 já começou e com ele está de volta à Colônia de Férias da Associação Atlética Portuguesa. No tempo de férias escolares de verão, o clube realiza atividades educativas, esportivas e aquáticas com a criançada, de 3 a 14 anos. A missão é garantir alegria, interação e harmonia entre os pequeninos.


Edição 1919
Leia


Edições anteriores





Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras

Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras