Assinatura Virtual

Cadastra-se e receba toda semana em seu e-mail o Ilha Notícias On-line.

Newsletter

Nome:

 

Email:

 


 

Nome:

 

Email:

 


Siga-nos

facebook
twitter
instagram
google+
youtube
blogger

Paranapuan pretende renovar a frota

11/10/2018 - noticias /Edição 1906
Alvo de críticas pela qualidade dos serviços de transporte público prestados à população insulana, a empresa Transportes Paranapuan vive a expectativa de melhorar a frota e resolver os problemas internos. Semanalmente a redação do jornal Ilha Notícias recebe denúncias sobre veículos quebrados, atraso nos horários e linhas que foram retiradas de circulação. 
 
Fundada em 1950, a Paranapuan transporta diariamente cerca de 80 mil passageiros. De acordo com Tadeu Montessoro, gerente de operações da empresa, um dos maiores problemas que atingiu a empresa foi a demora do reajuste da tarifa da passagem.
 
— Tivemos que reduzir duas vezes o valor da passagem por determinação judicial e isso acabou afetando nossas finanças. Por conta disso retiramos três linhas de menor impacto para a população que foi a 914 (Vigário Geral – Bananal), 924 (Aeroporto – Bananal) e 934 (Ribeira – Portuguesa). Quando a tarifa foi reajustada começamos a nos organizar novamente.
 
A empresa retornou com 80% da frota na linha 924. Quando a passagem foi reajustada a primeira vez em 2014, ainda na gestão do ex-prefeito Eduardo Paes, o acordo era que toda a frota das empresas fosse climatizada, mas atualmente dos 128 carros da empresa, não executivos, apenas quatro, da linha 913 (Delcastilho – Fundão) são climatizados.
 
Na gestão do prefeito Crivella o prazo para climatizar a frota, colocar Wi-Fi e entrada USB em todos veículos foi estendido para 2020. A ideia da empresa é começar a renovar a frota ainda este ano.
 
Em agosto deste ano, a Paranapuan foi acusada da falta de alvará e de ter contaminado o solo e poços com combustível, e teve o acesso da garagem lacrado por alguns dias. Segundo a empresa, técnicos contratados pela Paranapuan estão finalizando estudos com provas de que não houve contaminação ao meio ambiente.
 
Sobre os frequentes problemas de manutenção dos veículos que deixam os passageiros no meio do caminho, Tadeu garante que os ônibus da Paranapuan passam diariamente por reparos e estão no prazo de oito anos de vida útil. 
 
— Já estamos nos planejando para renovar nossa frota e oferecer o conforto e comodidade que o insulano merece. Queremos retornar com as linhas que não estão operando. Nós não temos interesse em abandonar o consórcio ou quebrar o contrato, nosso desejo é melhorar nossos serviços e aprimorar o atendimento aos passageiros.




Veja Também

Radar vai identificar poluição na baía - Um radar marítimo de fabricação norueguesa está sendo desenvolvido e adaptado por pesquisadores da Coppe UFRJ e da UFF com a finalidade de reduzir os impactos ambientais na Baía de Guanabara. O sistema consegue detectar com precisão a localização de resíduos despejados nas águas da baía, facilitando e agilizando as ações para reduzir os impactos ambientais. A prioridade é instalar o sistema nas regiões portuárias, para também identificar possíveis vazamentos de óleo das embarcações.

Lusa é o clube que mais cresce na Ilha - A Associação Atlética Portuguesa não para de crescer na região e aos 94 anos de fundação, o clube investe para proporcionar bem estar aos seus associados e visitantes, especialmente à criançada e a turma da melhor idade. Com mensalidades acessíveis e aberto de terça a domingo, a Portuguesa oferece atividades físicas, de lazer e entretenimento para a região.

ONG Solidariedade completa 15 anos - O Grupo da Solidariedade é uma entidade sem fins lucrativos, idealizado e fundado pela professora insulana Fátima Vasconcellos, em 2003. Em setembro, o Solidariedade completou quinze anos e se destaca como uma das instituições mais atuantes e sérias da cidade, atendendo gratuitamente centenas de famílias da região.

Contenção desmorona na Praia da Rosa - A calçada da Praia da Rosa, a partir do Estaleiro Eisa no trecho que vai até a Rua Manoel Pereira da Costa, está praticamente destruída e com muita sujeira. Parte do muro de contenção caiu, devido a ação das marés, e levou junto diversos pedaços da calçada, tornando impossível transitar por conta de buracos e o estacionamento irregular de carros.

Veja a votação dos candidatos da Ilha - Durante quatro edições o Ilha Notícias publicou a foto e um resumo das propostas de 12 candidatos a Deputado Federal e de 13 candidatos a Deputado Estadual que vivem na Ilha. Apurados os votos nenhum deles conseguiu alcançar a quantidade suficiente para ser eleito. A votação ao lado do nome dos candidatos se refere à votação total obtida em todas as urnas do Estado.

Crise naval mantém Eisa fechado - Enferrujando nas águas da Baía de Guanabara, três navios são o símbolo da crise que quebrou o Estaleiro Eisa. Os navios fazem parte de encomendas ao estaleiro, que por falta de pagamento ou quebra de contrato, tiveram a construção suspensa, gerando prejuízos sem precedentes para o estaleiro. Atualmente a empresa, passa por recuperação judicial e tenta se reerguer.


Edição 1906
Leia


Edições anteriores





Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras

Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras