Assinatura Virtual

Cadastra-se e receba toda semana em seu e-mail o Ilha Notícias On-line.

Newsletter

Nome:

 

Email:

 


 

Nome:

 

Email:

 


Siga-nos

facebook
twitter
instagram
google+
youtube
blogger

Projeto de Dança reúne na Areninha Carioca alunos de 24 escolas da Ilha

06/09/2018 - noticias /Edição 1901
A Areninha Carioca Renato Russo, instalada no Aterro do Cocotá, foi palco, na terça (4), da 34ª edição do Projeto Mostra de Dança que reuniu centenas de alunos das escolas municipais. Organizado pela 11ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE) ao longo do dia, estudantes de 24 escolas da região fizeram apresentações de danças exibindo grandes variações de repertório.   
 
Segundo os organizadores, o objetivo do evento é proporcionar oportunidade para que crianças, jovens e adultos da rede pública de ensino possam traduzir através da dança criações coreográficas desenvolvidas ao longo do ano letivo. O papel dos professores nas escolas é transmitir aos alunos a dança como uma importante linguagem de manifestação artística e cultural e um processo de construção corporal, importante para a vida.
 
De acordo com a professora Tânia Bendas, diretora do CRE, a Ilha do Governador foi uma das coordenadorias que mais contou com adesões de escolas. Durante o evento, cerca de 700 alunos exibiram talento e um belo repertório artístico, próprio da criatividade das crianças. 
 
— Foi um dia especial para nós da CRE da Ilha e para todos os professores que se envolveram no projeto. A qualidade das apresentações mostra que a Ilha tem potencial para produzir grandes artistas. O trabalho de diálogo com as escolas tem funcionado, e quem ganha com isso são nossas crianças – garante Tânia. 
 
Durante as apresentações um júri técnico selecionou as escolas que irão avançar no projeto para representar as escolas da Ilha, durante as finais, com a participação de todos os colégios do Rio. A estudante Luciana Vieira, de 11 anos, aluna do Ciep João Mangabeira, disse que é apaixonada pelos clipes de dança que assiste pelo youtube.  
 
— Desde pequenina minha mãe falava que eu dançava quando assistia televisão. O projeto da escola ajudou a me soltar mais na hora de dançar e minha professora é maravilhosa. Gostei muito do dia de hoje — disse Luciana. 





Edição 1933
Leia


Edições anteriores





Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras

Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras