Assinatura Virtual

Cadastra-se e receba toda semana em seu e-mail o Ilha Notícias On-line.

Newsletter

Nome:

 

Email:

 


 

Nome:

 

Email:

 


Siga-nos

facebook
twitter
instagram
google+
youtube
blogger

Fiocruz solta milhares de mosquitos com Wolbachia para combater a dengue e a zika

11/05/2018 - noticias /Edição 1884
Os bairros do Galeão, Portuguesa, Jardim Guanabara e Jardim Carioca, além da Cidade Universitária receberam, na sexta (4), a segunda rodada de liberações de milhares de mosquitos Aedes Aegypti com Wolbachia, do projeto World Mosquito Program (WMP), conduzido pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Segundo a instituição essa segunda rodada é necessária para assegurar um estabelecimento mais sustentável da nova população de mosquitos. 
 
Uma vez liberado no ambiente, gradualmente, os mosquitos com Wolbachia, promovem a criação de uma nova geração de Aedes Aegypti que contém um microorganismo intracelular que reduz a transmissão de doenças, como a dengue, chikungunya e zika. No mês de março deste ano este mesmo processo foi realizado em outros dez bairros da Ilha.
 
De acordo com a Fiocruz, o índice de estabelecimento da Wolbachia na Ilha  está dentro do esperado. A região foi a porta de entrada da expansão do projeto na cidade e no ano passado todos os bairros da região receberam os ”mosquitos do bem”.  Alguns moradores da região, inclusive, desempenham um papel fundamental no desenvolvimento das atividades do projeto, pois recebem em suas casas armadilhas para capturar os mosquitos usados no monitoramento. 
 
— A proposta do projeto e os estudos vão ajudar a diminuir os impactos trazidos pelas doenças causadas por mosquitos Aedes infectados. Eu acredito que é dever do cidadão de bem zelar pela saúde de todos e fazer a sua parte. Então aqui em casa eu não dou mole e sigo as recomendações necessárias da Fiocruz para que o combate seja eficaz – disse o morador do Tauá, Marcos Tavares. 
 
A Fiocruz alerta que o método Wolbachia de combate às doenças é complementar. As ações de evitar água parada precisam continuar a ser realizadas normalmente. Em caso de dúvidas, críticas ou sugestões para o projeto, é possível entrar em contato com a WMP pelo WhatsApp 99642-4805 ou pelo e-mail Brasil@worldmosquito.org. 




Veja Também

Serão três dias de folia para a criançada na quadra coberta da Lusa - Dia 4/3 – Segunda Banda Polvo da Ilha – Concentração às 9h – Praça Iaía Garcia – Ribeira Banda Inimigos da Bebida – Concentração às 10h – Praça Comandante Nelson Megé, próximo ao Fórum da Ilha – Cocotá Banda Seca Copo – Concentração às 13h – Rua do Monjolo – Pitangueira GRBC Acabou o Amor – Concentração às 18h – Rua Domingos Mondim – Tauá

Resgatista insulano participou das buscas na tragédia em Brumadinho - A tragédia que atingiu a cidade de Brumadinho, em Minas Gerais, revelou diversos heróis que se deslocaram de diversas partes do Brasil, e do mundo, para ajudar as vítimas da tragédia. Entre os voluntários estava o veterinário insulano, Alexandre Calmon, que é adestrador e participa de uma organização de resgate com cachorros em desastres.

Carnaval agita Cacuia, Cocotá e Zumbi - Celeiro de grandes sambistas e berço da União da Ilha, o bairro do Cacuia conseguiu a oficialização do Carnaval este ano e, ao lado do Cocotá e do Zumbi, terão o apoio e suporte da Prefeitura com estruturas de palco, iluminação, som e banheiros químicos para a alegria dos foliões insulanos.

Estrada para Tubiacanga está pronta - As obras na estrada que liga ao bairro de Tubiacanga, realizada pela RioGaleão, foram concluídas e contam com grades que cercam a pista, ciclovia, guarita com cancelas e seguranças que se revezam no local. As obras, além de melhorar o acesso à Tubiacanga, também foram uma medida para evitar o aumento da invasão ao lado do posto do Detran, no início da estrada.

Alagamentos atormentam moradores - As ruas Caricé, Capanema, Max Yantok, Eutíquio Soledade, Gipóia, Benedito Patrício e adjacentes, no Tauá, sofrem há anos com os alagamentos em épocas de chuvas mais fortes. Segundo a prefeitura, um dos maiores problemas é que o local fica próximo ao nível do mar e a movimentação das marés dificulta o escoamento das águas pelo canal da Av. Ilha das Enxadas, nos Bancários, que liga as galerias de águas pluviais ao mar. O superintendente da Ilha Daniel Balbi, informou que após a chuva de quarta (13), que culminou no alagamento de diversas ruas do Tauá, pediu à Rio Águas a limpeza no canal dos Bancários para melhorar a fluidez no valão e dar um escoamento mais rápido às águas nas ruas alagadas. Na quinta-feira (14) operários da prefeitura finalizaram a limpeza.

Prefeitura começa a desassorear o rio jequiá - Para melhorar o escoamento das águas nos dias de chuva, equipe da prefeitura utilizou retroescavadeira para aumentar a profundidade do Rio Jequiá no trecho atrás da Vila Olímpica.


Edição 1924
Leia


Edições anteriores





Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras

Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras