Assinatura Virtual

Cadastra-se e receba toda semana em seu e-mail o Ilha Notícias On-line.

Newsletter

Nome:

 

Email:

 


 

Nome:

 

Email:

 


Siga-nos

facebook
twitter
instagram
google+
youtube
blogger

Grupo realiza ações em busca de apoio e mais atenção à Síndrome de Edwards

11/05/2018 - noticias /Edição 1884
Domingo, dia 6, foi o Dia da Conscientização sobre a Síndrome de Edwards e a Associação Síndrome do Amor em parceria com a ONG Somos Todos Compatíveis realizaram diversas ações no país para chamar atenção da população sobre a causa das crianças que nascem com a síndrome. Na Ilha a ação foi no Corredor Esportivo e contou com a participação de pais de filhos com a síndrome.
 
Segundo os especialistas a Síndrome de Edwards se dá pela cópia do cromossomo 18, ainda na fase embrionária o que muda bastante o funcionamento do corpo. 
 
A ação reuniu cerca de 100 pessoas que além da conscientização, buscam também mudar a ideia de incompatibilidade com a vida. O evento contou com a participação da Tribo Cacuia que garantiu o bom astral do movimento. A insulana Priscila Santana é mãe do João, de 2 anos, que é uma criança com a síndrome e sua luta é pela conscientização da área da saúde para melhorar o atendimento aos portadores da síndrome.
 
— Temos relatos de adultos que vivem com a síndrome, embora as dificuldades. Quando recebemos o exame já vem o diagnóstico de que o nosso bebê irá morrer e muitos médicos se recusam a realizar procedimentos cirúrgicos nas crianças, pois já há uma ideia estabelecida de que estão condenadas e não irão resistir. 
 
A insulana Tatiana Alves conta que a sua filha Helena foi diagnosticada com Síndrome de Edwards, e a criança morreu com a idade de 6 meses por complicações em virtude do problema. 
 
— A maioria de nós não conhecia sobre a síndrome antes dos nossos filhos. Nossa ideia com esse movimento é que as pessoas saibam mais a respeito, pois quanto mais pessoas souberem mais projetos e investimento do poder público serão destinados para tratar as crianças que nascem com a síndrome. Hoje a minha filha é uma estrelinha, mas conheço adolescentes, que apesar de todo diagnóstico contrário, estão vivos até hoje.
 
Para mais informações sobre a síndrome e como se envolver com a causa pelo site: sindromedoamor.com.br ou pelo telefone (16) 3235-1520.




Veja Também

Cetrov Team vence a Liga Insulana - Os campeonatos da Liga Insulana chamam atenção pelo nível de competitividade entre os participantes e pela organização. O esporte disputado por atletas habilidosos e equipes entrosadas tornam as competições interessantes e prestigiadas por bom público. A Liga, que começou com apenas uma divisão há cinco anos, hoje já possui quatro divisões e se consolida na confiança das equipes como entidade séria e organizada.

Festa dos funcionários da Portuguesa foi animado - Os funcionários da Portuguesa ganharam uma festa de confraternização de final de ano com direito a churrasco na piscina. Os funcionários aproveitaram o dia lindo, sol forte e muita diversão. O evento contou com a presença do presidente João Rêgo, os vices presidentes Paulo Salviano (Finanças), Sérgio Barbosa (Parque Aquático) e Marcelo Barros (Geral e de Futebol), além do presidente do Conselho Deliberativo, Nelson Lucas.

Verão animado é na Portuguesa - O verão começa oficialmente em poucos dias mas a sensação é de que já estamos nele. A dica é aproveitar o amplo espaço do Parque Aquático Rosano Orsini, na Associação Atlética Portuguesa, que agora está aberto em horários especiais, de terça a domingo, das 8h às 20h.

“A Ponte” é exibido no Cinesystem - O lançamento do curta-metragem “A Ponte”, realizado no domingo (9), na sala 1 do Cinesystem Ilha Plaza, foi um sucesso. O vídeo, que tem duração de 30 minutos, foi produzido, gravado e estrelado por produtores e artistas da região. Com texto de Aloisio Villar e direção de Jhonny Lima, o filme se passa em locais da Ilha e tem como tema as alegrias da vida e mensagens contra o suicídio.

Em parceria com a ONU, Ciasc prepara grupo feminino para operações de paz - A Marinha do Brasil iniciou parceria com a ONU realizando o primeiro estágio do projeto Operações de Paz para Mulheres no Brasil. A aula inaugural aconteceu no moderno Centro de Instrução Almirante Sylvio de Camargo, instalado no complexo da Marinha no Bananal, na segunda (3). O estágio conta com a participação de 40 mulheres.

Paraquedistas dão show na Portuguesa - Um dos momentos mais emocionantes da festa de chegada de Papai Noel à Ilha, realizado no domingo, dia 9, foi o salto a 5 mil pés de altura e o pouso suave dos quatro paraquedistas no centro do gramado do estádio de futebol da Portuguesa. O show de paraquedismo é sempre uma das atrações mais esperadas da festa e fez o público vibrar com a performance e habilidade dos esportistas.


Edição 1915
Leia


Edições anteriores





Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras

Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras