Assinatura Virtual

Cadastra-se e receba toda semana em seu e-mail o Ilha Notícias On-line.

Newsletter

Nome:

 

Email:

 


 

Nome:

 

Email:

 


Siga-nos

facebook
twitter
instagram
google+
youtube
blogger

Grupo realiza ações em busca de apoio e mais atenção à Síndrome de Edwards

11/05/2018 - noticias /Edição 1884
Domingo, dia 6, foi o Dia da Conscientização sobre a Síndrome de Edwards e a Associação Síndrome do Amor em parceria com a ONG Somos Todos Compatíveis realizaram diversas ações no país para chamar atenção da população sobre a causa das crianças que nascem com a síndrome. Na Ilha a ação foi no Corredor Esportivo e contou com a participação de pais de filhos com a síndrome.
 
Segundo os especialistas a Síndrome de Edwards se dá pela cópia do cromossomo 18, ainda na fase embrionária o que muda bastante o funcionamento do corpo. 
 
A ação reuniu cerca de 100 pessoas que além da conscientização, buscam também mudar a ideia de incompatibilidade com a vida. O evento contou com a participação da Tribo Cacuia que garantiu o bom astral do movimento. A insulana Priscila Santana é mãe do João, de 2 anos, que é uma criança com a síndrome e sua luta é pela conscientização da área da saúde para melhorar o atendimento aos portadores da síndrome.
 
— Temos relatos de adultos que vivem com a síndrome, embora as dificuldades. Quando recebemos o exame já vem o diagnóstico de que o nosso bebê irá morrer e muitos médicos se recusam a realizar procedimentos cirúrgicos nas crianças, pois já há uma ideia estabelecida de que estão condenadas e não irão resistir. 
 
A insulana Tatiana Alves conta que a sua filha Helena foi diagnosticada com Síndrome de Edwards, e a criança morreu com a idade de 6 meses por complicações em virtude do problema. 
 
— A maioria de nós não conhecia sobre a síndrome antes dos nossos filhos. Nossa ideia com esse movimento é que as pessoas saibam mais a respeito, pois quanto mais pessoas souberem mais projetos e investimento do poder público serão destinados para tratar as crianças que nascem com a síndrome. Hoje a minha filha é uma estrelinha, mas conheço adolescentes, que apesar de todo diagnóstico contrário, estão vivos até hoje.
 
Para mais informações sobre a síndrome e como se envolver com a causa pelo site: sindromedoamor.com.br ou pelo telefone (16) 3235-1520.




Veja Também

Neste sábado tem Patin House Retrô - Associação Atlética Portuguesa se prepara para receber a quarta edição do evento mais tradicional do Clube: a Patin House Retrô. A novidade deste sábado está por conta da volta da locação de patins e a presença de instrutores para orientar na festança. O evento será neste sábado (19), a partir das 19h e deve repetir o sucesso das últimas edições e da Só Flashback, realizada no último mês.

Dia das mães foi animado na Lusa - Animação não faltou no self-service da Associação Atlética Portuguesa no domingo (13), em comemoração ao Dia das Mães. Na ocasião a Lusa preparou um almoço especial para festejar uma das datas mais importantes do ano. Segundo a diretoria, o objetivo foi alcançado e proporcionou descontração e alegria às famílias presentes.

Mulheres reativam Núcleo de Dança - Um núcleo de dança insulano está voltando a ativa após dez anos de inatividade. O grupo com cerca de 50 mulheres insulanas, que praticam vários estilos de dança, preparam o retorno em grande estilo realizando a reestréia no próximo dia 27 de maio, às 19h, durante o RM Dance Festival, no Teatro Thiago de Melo, no Recreio.

Moradores de rua ganham da Ores banho de cidadania na Portuguesa - A Organização de Reintegração e Estímulo à Socialização (Ores) realizou na manhã do sábado, dia 12, o Projeto Banho de Cidadania no calçadão da Portuguesa, em frente à Barbearia do Zé. O projeto visa a ressocialização de moradores de rua e proporcionar momentos de cidadania e dignidade a essas pessoas. Na ação foram oferecidos além de um banho, corte de cabelo, café da manhã e doações de roupas.

Delegado Willian assume a 37ª DP - A delegacia da Ilha está sob novo comando desde o dia 13 de abril. Willian Monteiro Pena Júnior, 35, assumiu a titularidade da 37ª DP, substituindo o delegado Geraldo Estefan, que foi designado para 35ª DP (Campo Grande), que foi o último local de trabalho do novo delegado. Willian está na Polícia Civil desde 2007 e como delegado concursado há oito anos.

Soul Pixta faz homenagem às mães - A ONG Quanto Vale um Sorriso em parceria com o Coletivo Soul Pixta realizaram no sábado (12), uma ação social especial para o Dia das Mães, na Rua Pereira Alves, no Cocotá, local conhecido como Tribo. Durante o evento foi oferecido um café da manhã especial para as mães e profissionais que ajudaram nos trabalhos de maquiagem e designer de sobrancelhas.


Edição 1885
Leia


Edições anteriores





Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras

Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras