Assinatura Virtual

Cadastra-se e receba toda semana em seu e-mail o Ilha Notícias On-line.

Newsletter

Nome:

 

Email:

 


 

Nome:

 

Email:

 


Siga-nos

facebook
twitter
instagram
google+
youtube
blogger

Bloco FamIlha homenageou autistas

09/02/2018 - noticias /Edição 1871
Com um enredo sobre inclusão e valorização da família o bloco FamILHA desfilou pela primeira vez no sábado (3), na orla da Praia da Bica com a participação de diversas famílias. O bloco foi fundado com objetivo de abordar temas que necessitam de apoio da sociedade e para resgatar a essência do carnaval insulano de brincadeiras e diversão.

O FamILHA levou as ruas o estilo tradicional de carnaval, animado pela banda W.P. Show, composta por 20 ritmistas que tocam tradicionais marchinhas de carnaval, além de clássicos sambas cantados pelos intérpretes Sid e Keko, e o samba enredo oficial que homenageou os autistas.

Para o fundador do bloco, o empresário Jorge Lopes, o maior sucesso do desfile foi mostrar que ainda é possível fazer um carnaval com segurança e em um clima familiar. “Agradeço a todos que se empenharam neste projeto, que há anos eu tinha vontade de realizar. Para o próximo ano nosso objetivo é aumentar o número de famílias desfilando, pois conseguimos fazer um carnaval de paz.”

À frente da banda desfilou a insulana Malu Fiel, como rainha de bateria.  Jennifer Gomez foi a musa e a vereadora Tânia Bastos recebeu deferência de madrinha da FamIlha. Durante o desfile as crianças tiveram um espaço exclusivo em um caminhão. 

A presidente do bloco, Patrícia Sampaio é mãe do jovem autista, Daniel Sampaio de 17 anos e, para ela, o desfile destacou a importância do combate ao preconceito com os autistas. “A nossa maior alegria foi ver as crianças se divertindo e o clima de confraternização entre as famílias.”

Para o próximo ano os organizadores do bloco decidiram continuar abordando temas sobre a inclusão social no desfile e escolheram para o enredo falar sobre a síndrome de Down.



Veja Também

Lusa avança no Carioca Feminino - A equipe feminina da Portuguesa fez bonito na fase de grupos do Campeonato Estadual Adulto 2018 e garantiu vaga para as quartas de final da competição. A vaga foi confirmada no confronto do último sábado (3), disputada no estádio Luso-Brasileiro, contra o Brasileirinho, que terminou em empate por 1 a 1.

Futebol feminino reúne 8 equipes - Os domingos no Aterro do Cocotá são, normalmente, muito movimentados e agora contam também com a presença de grande número torcedores que assistem aos jogos do 1º Campeonato Feminino de Futebol da Ilha do Governador. Seis equipes, com atletas de comunidades participam da competição que teve início em agosto e deve se estender até o próximo dia 18. As partidas começam às 13h e terminam às 17h.

Prédio abandonado no Fundão é símbolo do desperdício público - A Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), considerada uma das maiores do país, encontra-se esquecida pelo poder público. Na Cidade Universitária, algumas obras foram suspensas por conta da redução de verba do Ministério da Educação. As ruínas das construções servem de ameaça à segurança dos estudantes da universidade.

Feira Literária da Ilha começa dia 22 - A Feira Literária da Ilha do Governador (Flig) já tem a data marcada para começar este ano: será no próximo dia 22, e estará repleta de novidades, com a participação de diversos autores da Ilha, além de oficinas, contação de histórias e outras atrações. A inauguração será às 10h do dia 22.

Idosa e pescador sofrem com a Light - A dona de casa Anizete de Melo, de 85 anos, mora sozinha na Rua Ituá, no Jardim Guanabara e sofre com crises diárias de asma. Ela viveu momentos de apreensão na véspera do feriado do Dia dos Finados (2). A Light cortou a energia de sua casa alegando o não pagamento de uma conta referente ao mês de agosto.

Intercolegial foi um sucesso na Lusa - Chegou ao fim, no sábado (27), o 5º Intercolegial Ilha de Futsal, organizado pela empresa R3 Eventos, dos professores Luiz e Roger Ledo. Onza escolas da Ilha participaram do torneio nas categorias sub-9, sub-11, sub-13, sub-15 e sub-18. Os jogos aconteceram no ginásio de esportes da Associação Atlética Portuguesa.


Edição 1910
Leia


Edições anteriores





Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras

Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras