Assinatura Virtual

Cadastra-se e receba toda semana em seu e-mail o Ilha Notícias On-line.

Newsletter

Nome:

 

Email:

 


 

Nome:

 

Email:

 


Siga-nos

facebook
twitter
instagram
google+
youtube
blogger

Paranapuã lança livro de poesias

01/12/2017 - noticias /Edição 1861
O Colégio Paranapuã lançou o livro Poética Paranapuã – A arte de fazer poesia, que contém 70 poemas cujos 35 autores são alunos, ex-alunos e funcionários. O lançamento foi durante um evento no sábado (25), quando alguns dos autores recitaram suas poesias aos familiares e amigos presentes. A idéia do colégio é incentivar o autoconhecimento e expandir habilidades artísticas dos alunos.

O projeto surgiu através dos professores Júlio Paredes (música) e Douglas Fagundes (história), após um show de talentos promovido pelo Paranapuã. Eles perceberem a quantidade de alunos que se inscreveram para recitar poemas de própria autoria. O fato despertou o interesse de registrar e publicar a expressão artística dos alunos.

— Eu dou aula para a maioria dos alunos do colégio há mais de dez anos, e muitos, talvez pela aula ser de música, gostam de mostrar seus versos poéticos. Durante um mês recolhemos os poemas e selecionando dois de cada autor. No final ficamos felizes de ver poesias ricas, dignas de serem expostas a todos — disse Júlio.

O professor Edgar, diretor do Paranapuã, parabenizou os professores responsáveis pelo projeto e o empenho dos alunos. Segundo ele, o resultado foi uma grata surpresa. 

- Em uma geração muito envolvida com o mundo digital é gratificante incentivar os primeiros passos de jovens poetas. Esperamos ver grandes resultados no futuro.

O aluno do 1º ano do EM, Gabriel Barros, 17, é um dos autores do livro. Segundo ele, os projetos de artes do colégio e as aulas de música foram fundamentais para criar os estímulos para fazer poesias.

- Estou orgulhoso em participar do projeto. Antes eu só compartilhava minhas poesias com amigos nas redes sociais e agora acho importante o uso da poesia para conseguir colocar para fora sentimentos, e quando compartilhada, pode ajudar e emocionar outras pessoas.

O Colégio Paranapuã promove mensalmente em suas instalações um sarau aberto ao público com a participação de professores, alunos, amigos e músicos convidados. (2462-4946)




Veja Também

Horto do Fundão é fonte de pesquisas - O Horto Universitário, localizado na Ilha do Fundão, foi criado há quase três décadas pela prefeitura da UFRJ e conta com 26 mil metros quadrados. Inicialmente era destinado para atender os projetos paisagísticos desenvolvidos na Cidade Universitária e agora também atende demandas ambientais de outras regiões.

Double You se apresenta na Patin House 19 de outubro - Em comemoração ao primeiro ano do retorno do show Patin House Retrô, a Associação Atlética Portuguesa prepara um grande evento para ficar na história da Ilha do Governador. Será no dia 19 de outubro, às 21h, e além da mega estrutura de som e luz, o evento conta com apresentações dos Dj’s Márcio Maesse e Alexandre Sampaio. Mas a grande atração é o cantor britânico, William Naraine, vocalista da banda “Double You”, dono de sucessos desde a década de 90 que animam as grandes festas até os dias de hoje.

Ciasc abraça 500 jovens da região - Com a presença do Ministro do Esporte, Leandro Cruz, a Marinha do Brasil realizou no Centro de Instrução Almirante Sylvio de Camargo (Ciasc), a cerimônia de abertura das atividades do 5º Núcleo do Programa Forças no Esporte (Profesp) no Estado do Rio de Janeiro. O evento foi na manhã da quarta (12).

Martinho é craque em frutos do mar - Inaugurado em 2007, o Restaurante Petisqueira Martinho é uma empresa familiar instalada no bairro da Ribeira e especializada em frutos do mar. Se destaca na culinária insulana pela qualidade e diversidade de pratos e petiscos.

Serviços da Light são ruins na Ilha - Moradores de diversos bairros da região sofrem com os serviços prestados pela Light na Ilha do Governador. Embora a empresa alegue melhoria na qualidade de distribuição de energia elétrica, nos últimos anos, os insulanos sentem no bolso, em casa e nas suas empresas, os prejuízos causados pela falta de energia, picos de luz e, principalmente, cobranças indevidas.

Aparu do Jequiá completa 25 anos - Maior região de manguezal protegido da cidade, a Área de Proteção Ambiental e Recuperação Urbana (Aparu) do Jequiá, completou 25 anos no último dia 31. A data foi festejada com atividades educativas organizadas pela Subscretaria de Meio Ambiente e moradores da Colônia Z-10.


Edição 1902
Leia


Edições anteriores





Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras

Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras