Assinatura Virtual

Cadastra-se e receba toda semana em seu e-mail o Ilha Notícias On-line.

Newsletter

Nome:

 

Email:

 


 

Nome:

 

Email:

 


Siga-nos

facebook
twitter
instagram
google+
youtube
blogger

Paranapuã lança livro de poesias

01/12/2017 - noticias /Edição 1861
O Colégio Paranapuã lançou o livro Poética Paranapuã – A arte de fazer poesia, que contém 70 poemas cujos 35 autores são alunos, ex-alunos e funcionários. O lançamento foi durante um evento no sábado (25), quando alguns dos autores recitaram suas poesias aos familiares e amigos presentes. A idéia do colégio é incentivar o autoconhecimento e expandir habilidades artísticas dos alunos.

O projeto surgiu através dos professores Júlio Paredes (música) e Douglas Fagundes (história), após um show de talentos promovido pelo Paranapuã. Eles perceberem a quantidade de alunos que se inscreveram para recitar poemas de própria autoria. O fato despertou o interesse de registrar e publicar a expressão artística dos alunos.

— Eu dou aula para a maioria dos alunos do colégio há mais de dez anos, e muitos, talvez pela aula ser de música, gostam de mostrar seus versos poéticos. Durante um mês recolhemos os poemas e selecionando dois de cada autor. No final ficamos felizes de ver poesias ricas, dignas de serem expostas a todos — disse Júlio.

O professor Edgar, diretor do Paranapuã, parabenizou os professores responsáveis pelo projeto e o empenho dos alunos. Segundo ele, o resultado foi uma grata surpresa. 

- Em uma geração muito envolvida com o mundo digital é gratificante incentivar os primeiros passos de jovens poetas. Esperamos ver grandes resultados no futuro.

O aluno do 1º ano do EM, Gabriel Barros, 17, é um dos autores do livro. Segundo ele, os projetos de artes do colégio e as aulas de música foram fundamentais para criar os estímulos para fazer poesias.

- Estou orgulhoso em participar do projeto. Antes eu só compartilhava minhas poesias com amigos nas redes sociais e agora acho importante o uso da poesia para conseguir colocar para fora sentimentos, e quando compartilhada, pode ajudar e emocionar outras pessoas.

O Colégio Paranapuã promove mensalmente em suas instalações um sarau aberto ao público com a participação de professores, alunos, amigos e músicos convidados. (2462-4946)




Veja Também

Portuguesa estreia na Taça Rio nesta segunda - Após 14 dias de intensos treinamentos, a Portuguesa volta a campo para a disputa da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca, nesta segunda (19), às 19h30h, no Estádio Raulino Oliveira, contra o Volta Redonda.

Animação marcou o carnaval infantil da Lusa - Novamente a Associação Atlética Portuguesa levou alegria aos seus associados e visitantes. O Clube abriu suas portas para realizar o tradicional carnaval nos dias 11, 12 e 13, com matinês que contaram com a presença de centenas de famílias insulanas, que se divertiram intensamente nos três dias de folia.

Carnaval do Cocotá foi animado - O Carnaval do Cocotá começou no sábado (10) e foi até a terça (13) e animou os dias de folia dos insulanos. Com diversas atrações e um clima familiar, a festa contou com entretenimento para pessoas de todas as idades e buscou resgatar o tradicional carnaval, com brincadeiras e marchinhas. A festa foi organizada pela Federação das Associações de Moradores da Ilha e contou com cerca de 15 barracas instaladas perto da sede da Famig, no aterro do Cocotá.

Carnaval do Cacuia voltou para ficar - O Carnaval do Cacuia voltou esse ano e fez a alegria de milhares de insulanos de sábado até a terça de carnaval. O evento foi animado e predominou as marchinhas tradicionais, apresentação de grupos fantasiados e os bate-bolas.

Vermelho e Branco arrastou 15 mil foliões com a alegria de ser criança - O Bloco Vermelho e Branco da Colônia Z-10 levou ao delírio os 15 mil foliões que no domingo (11) acordaram cedo e foram acompanhar o desfile. Este ano, o gigante da Ilha, como é também conhecido o bloco, trouxe um enredo nostálgico sobre a alegria em ser criança e distribuiu doces para a meninada.

Batuke de Batom anima a Ribeira - O Bloco Batuke de Batom levou diversão a milhares de foliões que se concentraram na Praça Iaiá Garcia, na Ribeira, no final da manhã de terça (13). Com o enredo "Batukeiros do Mal, os Vilões do Carnaval", assinado pela carnavalesca Priscilla Pereira, o bloco falou sobre o preconceito com a festa de carnaval.


Edição 1872
Leia


Edições anteriores





Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras

Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras