Assinatura Virtual

Cadastra-se e receba toda semana em seu e-mail o Ilha Notícias On-line.

Newsletter

Nome:

 

Email:

 


 

Nome:

 

Email:

 


Siga-nos

facebook
twitter
instagram
google+
youtube
blogger

Marinha avalia os 13 anos no Haiti

01/12/2017 - noticias /Edição 1861
Um seminário promovido pela Ministério da Defesa e a Marinha do Brasil marcou, na terça e quarta (28) e (29), o encerramento da Missão de Paz das forças armadas brasileiras no Haiti. O evento foi realizado no Centro de Instrução Almirante Sylvio de Camargo (Ciasc), no Bananal e contou com a presença do Comandante da Marinha, Almirante Eduardo Bacellar e o Subsecretário-Geral do Departamento das Operações de Paz da ONU, Jean Pierre Lacroix. 

Denominado de “13 anos do Brasil na Minustah: Lições aprendidas e novas perspectivas”, o seminário teve como propósito analisar a participação brasileira na Missão das Nações Unidas para a estabilização no Haiti, identificar as principais lições aprendidas e apresentar perspectivas futuras para Operações de Paz do Brasil. As autoridades presentes puderam acompanhar palestras e as demonstrações operativas simulando situações reais.

O comandante do Ciasc, Contra-almirante fuzileiro naval Carlos Chagas, destacou a importância de debater com profundidade a participação do Brasil no Haiti, considerando que foram por 13 anos e talvez a mais significativa atuação das forças armadas, desde o fim da 2ª Guerra Mundial. 

— A missão envolveu mais de 37 mil militares e ao fim conseguimos alcançar o objetivo que era levar a paz aquele país amigo e que sofreu dois terremotos devastadores. O seminário foi uma grande oportunidade para acadêmicos, jovens universitários aprenderem e interagirem um pouco com as forças armadas e saber como foi esta mais de uma década no Haiti, nas missões de paz. Agradeço a parceria com a ONU, a Academia Brasileira de Letras (ABL) e a faculdade Pontifícia Universidade Católica do Rio (Puc-Rio), pela importante parceria — destacou o comandante. 

O insulano e suboficial do Primeiro e do Segundo Grupo de Transportes, da Aeronáutica, Antonio Filho, participou das missões de paz no Haiti. Ele conta a situação devastadora que encontrou no Haiti em 2007 e 2009, com a população vivendo na miséria extrema, devido aos terremotos, além das milícias que confrontavam diariamente com as forças armadas dos dois países. 

— Foi uma época de reflexão na minha vida. Ajudar este país foi uma das melhores experiências da minha vida. Cheguei em um lugar e só via tristeza, fome, parte sanitária devastada e muita insegurança por parte dos moradores. Hoje, olhando as fotos, me orgulho muito da contribuição que o Brasil deu para o desenvolvimento humano daquele país”. 




Veja Também

Horto do Fundão é fonte de pesquisas - O Horto Universitário, localizado na Ilha do Fundão, foi criado há quase três décadas pela prefeitura da UFRJ e conta com 26 mil metros quadrados. Inicialmente era destinado para atender os projetos paisagísticos desenvolvidos na Cidade Universitária e agora também atende demandas ambientais de outras regiões.

Double You se apresenta na Patin House 19 de outubro - Em comemoração ao primeiro ano do retorno do show Patin House Retrô, a Associação Atlética Portuguesa prepara um grande evento para ficar na história da Ilha do Governador. Será no dia 19 de outubro, às 21h, e além da mega estrutura de som e luz, o evento conta com apresentações dos Dj’s Márcio Maesse e Alexandre Sampaio. Mas a grande atração é o cantor britânico, William Naraine, vocalista da banda “Double You”, dono de sucessos desde a década de 90 que animam as grandes festas até os dias de hoje.

Ciasc abraça 500 jovens da região - Com a presença do Ministro do Esporte, Leandro Cruz, a Marinha do Brasil realizou no Centro de Instrução Almirante Sylvio de Camargo (Ciasc), a cerimônia de abertura das atividades do 5º Núcleo do Programa Forças no Esporte (Profesp) no Estado do Rio de Janeiro. O evento foi na manhã da quarta (12).

Martinho é craque em frutos do mar - Inaugurado em 2007, o Restaurante Petisqueira Martinho é uma empresa familiar instalada no bairro da Ribeira e especializada em frutos do mar. Se destaca na culinária insulana pela qualidade e diversidade de pratos e petiscos.

Serviços da Light são ruins na Ilha - Moradores de diversos bairros da região sofrem com os serviços prestados pela Light na Ilha do Governador. Embora a empresa alegue melhoria na qualidade de distribuição de energia elétrica, nos últimos anos, os insulanos sentem no bolso, em casa e nas suas empresas, os prejuízos causados pela falta de energia, picos de luz e, principalmente, cobranças indevidas.

Aparu do Jequiá completa 25 anos - Maior região de manguezal protegido da cidade, a Área de Proteção Ambiental e Recuperação Urbana (Aparu) do Jequiá, completou 25 anos no último dia 31. A data foi festejada com atividades educativas organizadas pela Subscretaria de Meio Ambiente e moradores da Colônia Z-10.


Edição 1902
Leia


Edições anteriores





Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras

Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras