Assinatura Virtual

Cadastra-se e receba toda semana em seu e-mail o Ilha Notícias On-line.

Newsletter

Nome:

 

Email:

 


 

Nome:

 

Email:

 


Siga-nos

facebook
twitter
instagram
google+
youtube
blogger

Marinha avalia os 13 anos no Haiti

01/12/2017 - noticias /Edição 1861
Um seminário promovido pela Ministério da Defesa e a Marinha do Brasil marcou, na terça e quarta (28) e (29), o encerramento da Missão de Paz das forças armadas brasileiras no Haiti. O evento foi realizado no Centro de Instrução Almirante Sylvio de Camargo (Ciasc), no Bananal e contou com a presença do Comandante da Marinha, Almirante Eduardo Bacellar e o Subsecretário-Geral do Departamento das Operações de Paz da ONU, Jean Pierre Lacroix. 

Denominado de “13 anos do Brasil na Minustah: Lições aprendidas e novas perspectivas”, o seminário teve como propósito analisar a participação brasileira na Missão das Nações Unidas para a estabilização no Haiti, identificar as principais lições aprendidas e apresentar perspectivas futuras para Operações de Paz do Brasil. As autoridades presentes puderam acompanhar palestras e as demonstrações operativas simulando situações reais.

O comandante do Ciasc, Contra-almirante fuzileiro naval Carlos Chagas, destacou a importância de debater com profundidade a participação do Brasil no Haiti, considerando que foram por 13 anos e talvez a mais significativa atuação das forças armadas, desde o fim da 2ª Guerra Mundial. 

— A missão envolveu mais de 37 mil militares e ao fim conseguimos alcançar o objetivo que era levar a paz aquele país amigo e que sofreu dois terremotos devastadores. O seminário foi uma grande oportunidade para acadêmicos, jovens universitários aprenderem e interagirem um pouco com as forças armadas e saber como foi esta mais de uma década no Haiti, nas missões de paz. Agradeço a parceria com a ONU, a Academia Brasileira de Letras (ABL) e a faculdade Pontifícia Universidade Católica do Rio (Puc-Rio), pela importante parceria — destacou o comandante. 

O insulano e suboficial do Primeiro e do Segundo Grupo de Transportes, da Aeronáutica, Antonio Filho, participou das missões de paz no Haiti. Ele conta a situação devastadora que encontrou no Haiti em 2007 e 2009, com a população vivendo na miséria extrema, devido aos terremotos, além das milícias que confrontavam diariamente com as forças armadas dos dois países. 

— Foi uma época de reflexão na minha vida. Ajudar este país foi uma das melhores experiências da minha vida. Cheguei em um lugar e só via tristeza, fome, parte sanitária devastada e muita insegurança por parte dos moradores. Hoje, olhando as fotos, me orgulho muito da contribuição que o Brasil deu para o desenvolvimento humano daquele país”. 




Veja Também

Está de volta a colônia de férias da Lusa - Chegou as férias escolares e com elas está de volta à Colônia de Férias da Associação Atlética Portuguesa. É tempo de proporcionar alegria, interação e harmonia entre as crianças e adolescentes, de 3 a 14 anos, com atividades educativas e esportivas, no amplo espaço de lazer do clube.

Projeto de Taekwondo destaca atletas do Boogie Woogie em nível nacional - Em busca de promover inclusão social, cidadania e educação através da prática de esporte, o atleta e professor Fabio Silva coordena um projeto social de taekwondo há nove anos para pessoas que sonham se tornarem atletas profissionais do esporte. A sede do projeto está localizada no Ciep Olga Benário Prestes, no Cacuia, e as aulas acontecem as terças e quintas, a partir de 18h.

Esgoto invade casa na Pixunas - A comunidade da Pixunas, nos Bancários, sofre há anos com problemas de vazamento de esgoto, que coloca em risco a saúde dos moradores, principalmente das crianças que vivem na comunidade. Em alguns casos o esgoto transborda para dentro das casas. Os moradores dizem que já cobraram medidas das autoridades, mas ainda não obtiveram solução.

Exames clínicos agora com descontos - Investindo sempre no bem estar social das pessoas a Associação dos Mecânicos de Vôo da Varig – AMVVAR, cujo compromisso é com a qualidade de vida e a integração do ser humano, celebrou, recentemente, parceria com o Sistema Interclínicas para oferecer à população insulana orientação e encaminhamento para exames clínicos a preços populares, sem a necessidade de ser associada à entidade.

Pipa com cerol pode provocar acidentes - Soltar pipas é um dos divertimentos favoritos de crianças e jovens, principalmente nessa época das férias escolares quando as praças voltam a ter a presença da garotada aproveitando o tempo livre. A brincadeira, entretanto pode se tornar perigosa, para pedestres e principalmente motociclistas. As linhas com cerol podem provocar graves ferimentos.

Arraiá da Lusa será aberto ao público e terá parque de diversões e shows - O Arraiá da Associação Atlética Portuguesa está chegando e promete aquecer a região em seu ginásio nos finais de semana dos dias 20, 21 e 22 e na semana seguinte, 27, 28 e 29 de julho, a partir das 19h. A festa será aberta ao público geral e a entrada é franca. A diretoria da Lusa pretende proporcionar a melhor festa julina da região dos últimos tempos com diversão, gastronomia, música, cultura e entretenimento.


Edição 1894
Leia


Edições anteriores





Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras

Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras