Assinatura Virtual

Cadastra-se e receba toda semana em seu e-mail o Ilha Notícias On-line.

Newsletter

Nome:

 

Email:

 


 

Nome:

 

Email:

 


Siga-nos

facebook
twitter
instagram
google+
youtube
blogger

Fiocruz lança em 4 bairros milhares de mosquitos para combater a dengue

24/11/2017 - noticias /Edição 1860
O Projeto Eliminar a Dengue: Desafio Brasil, conduzido pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), continua em expansão e esta semana chegou a quatro novos bairros da Ilha do Governador: Galeão, Jardim Carioca, Jardim Guanabara e Portuguesa, além da Cidade Universitária, na Ilha do Fundão. Cerca de 100 mil moradores serão beneficiados com as ações. Estão sendo soltos milhares de mosquitos, nesta etapa.
 
Os Aedes aegypti possuidores da bactéria Wolbachia criados nos laboratórios da Fiocruz não possuem a capacidade de transmitir doenças como a dengue, zika e chikungunya. O plano da Fiocruz é soltar esses mosquitos no meio ambiente e, com o passar dos meses, os mosquitos com Wolbachia se reproduzem com os mosquitos que já existem nas ruas, gerando uma população de Aedes aegypti sem poder de gerar a doença nos seres humanos.
 
A Ilha do Governador foi a porta de entrada da expansão do projeto na cidade. Em agosto de 2017, a liberação de milhares de mosquitos “aliados”  começou a ser realizada nos bairros de Cacuia, Cocotá, Freguesia, Moneró, Pitangueiras, Praia da Bandeira, Ribeira, Tauá e Zumbi.
Alguns moradores e comerciantes da Ilha desempenham um papel fundamental para o desenvolvimento das atividades do projeto, pois são os anfitriões, que recebem, em suas residências e estabelecimentos, a armadilha usada para capturar os mosquitos usados no monitoramento.
 
— Esse projeto vai beneficiar todos nós e vai contribuir para o desenvolvimento da nossa ciência. É uma satisfação poder ajudar! Ter a armadilha em casa não me atrapalha em nada — disse Sheila Regina Agrellos, moradora do Tauá e uma das anfitriãs de armadilha.
Luciano Moreira, pesquisador da Fiocruz e líder do Projeto ED Brasil, disse que a parceria com moradores é fundamental para o sucesso do projeto. “A comunidade realmente se engaja nessa ação e se torna parte do processo, cujo envolvimento é algo que diferencia no êxito na eliminação da Dengue.”
 
Atualmente a Ilha conta com 117 armadilhas instaladas em residências e estabelecimentos comerciais, e a previsão é que sejam instaladas mais 250 armadilhas. As pessoas que desejarem colaborar com o projeto e serem anfitriãs de armadilhas podem entrar em contato com o Fio Cruz: 3882-9265 ou WhatsApp: 99643-4805.




Veja Também

Radar vai identificar poluição na baía - Um radar marítimo de fabricação norueguesa está sendo desenvolvido e adaptado por pesquisadores da Coppe UFRJ e da UFF com a finalidade de reduzir os impactos ambientais na Baía de Guanabara. O sistema consegue detectar com precisão a localização de resíduos despejados nas águas da baía, facilitando e agilizando as ações para reduzir os impactos ambientais. A prioridade é instalar o sistema nas regiões portuárias, para também identificar possíveis vazamentos de óleo das embarcações.

Lusa é o clube que mais cresce na Ilha - A Associação Atlética Portuguesa não para de crescer na região e aos 94 anos de fundação, o clube investe para proporcionar bem estar aos seus associados e visitantes, especialmente à criançada e a turma da melhor idade. Com mensalidades acessíveis e aberto de terça a domingo, a Portuguesa oferece atividades físicas, de lazer e entretenimento para a região.

ONG Solidariedade completa 15 anos - O Grupo da Solidariedade é uma entidade sem fins lucrativos, idealizado e fundado pela professora insulana Fátima Vasconcellos, em 2003. Em setembro, o Solidariedade completou quinze anos e se destaca como uma das instituições mais atuantes e sérias da cidade, atendendo gratuitamente centenas de famílias da região.

Contenção desmorona na Praia da Rosa - A calçada da Praia da Rosa, a partir do Estaleiro Eisa no trecho que vai até a Rua Manoel Pereira da Costa, está praticamente destruída e com muita sujeira. Parte do muro de contenção caiu, devido a ação das marés, e levou junto diversos pedaços da calçada, tornando impossível transitar por conta de buracos e o estacionamento irregular de carros.

Veja a votação dos candidatos da Ilha - Durante quatro edições o Ilha Notícias publicou a foto e um resumo das propostas de 12 candidatos a Deputado Federal e de 13 candidatos a Deputado Estadual que vivem na Ilha. Apurados os votos nenhum deles conseguiu alcançar a quantidade suficiente para ser eleito. A votação ao lado do nome dos candidatos se refere à votação total obtida em todas as urnas do Estado.

Crise naval mantém Eisa fechado - Enferrujando nas águas da Baía de Guanabara, três navios são o símbolo da crise que quebrou o Estaleiro Eisa. Os navios fazem parte de encomendas ao estaleiro, que por falta de pagamento ou quebra de contrato, tiveram a construção suspensa, gerando prejuízos sem precedentes para o estaleiro. Atualmente a empresa, passa por recuperação judicial e tenta se reerguer.


Edição 1907
Leia


Edições anteriores





Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras

Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras