Assinatura Virtual

Cadastra-se e receba toda semana em seu e-mail o Ilha Notícias On-line.

Newsletter

Nome:

 

Email:

 


 

Nome:

 

Email:

 


Siga-nos

facebook
twitter
instagram
google+
youtube
blogger

Pés diabéticos e feridas obtém rápida recuperação com uso de alta tecnologia

06/10/2017 - noticias /Edição 1853
O Instituto Celulare conta com equipamentos de alta tecnologia para o tratamento das úlceras e feridas diabéticas. A reabilitação tecidual faz parte de um conjunto de procedimentos da fototerapia clínica, que gera um rápido grau de recuperação dessas enfermidades, cuja resposta acontece por procedimento transdisciplinar.

Os pacientes que sofrem com feridas difíceis de serem cicatrizadas encontram solução no consultório do Dr. Marcus Vinícius de M. Pinto, Diretor Científico do Instituto Celulare. A equipe do Instituto conta também com os doutores Carlos Eduardo Tenório da Veiga e Aline Ronis, especializados no tratamento de diversos tipos de lesões superficiais em tecido cutâneo ou mucoso, sobretudo em pacientes com diabetes, problemas vasculares e traumas.
 
O Instituto Celulare é especializado no tratamento de úlceras traumáticas, varicosas, de pressão, diabéticas, isquêmicas, por vasculite e mistas, que são aquelas cujas combinações de fatores contribuem para o surgimento e manutenção das feridas. 

Uma das técnicas utilizadas no instituto para acelerar a cicatrização é o tratamento fototerapêutico, utilizado para reparar diversos tipos de patologias, através de terapia fotodinâmica por laser e LED, com equipamentos de última geração, guiados por ultrassonografia, microscopia de superfície e vídeomicroscopia. 

O Dr. Marcus Vinícius é um reabilitador pós-doutor pela New York University, doutor em Ciências Médicas, área de Concentração e Reabilitação pela UBA/UFRJ, com grande experiência no tratamento de pacientes portadores de úlceras na pele. A unidade sede do Instituto Celulare fica em Itaipava e, na Ilha, o consultório é na Estrada do Galeão, em frente ao Banco do Brasil, no Jardim Carioca. 
 
Mais informações sobre os tratamentos: 24 2222-7908 e 24 99929-0923. 






Veja Também

Sub-13 é campeã da Copa Zico - Após conquistar a Copa Rubro-Verde 2018, no último dia 7 de janeiro, na quarta (17), foi dia da equipe Sub-13 da Portuguesa conquistar o título da Copa Zico. Na final, a Lusa venceu o Boa Vista por 2 a 1, com gols marcados pelos zagueiros Kauan e Yago. A competição foi realizada no Centro de Fundação Zico (CFZ), na Barra da Tijuca.

Patin House será dia 3 com o Baile do Hawaii - A Patin House Retrô de fevereiro está imperdível. Para essa edição, a Portuguesa vai receber o Baile do Hawaii no sábado, dia 3, a partir das 21h. O público vai se divertir ao som da bateria da União da Ilha, Banda Cordão da Bola Preta, Copacabana Beat e muito mais. Os DJs Alexandre Sampaio e Márcio Maesse comandam a festa.

Portuguesa joga sábado na Ilha - Após o empate de 2 a 2 com o Botafogo na estreia do Campeonato Carioca, a Portuguesa encara seu próximo desafio neste sábado (20), contra o Madureira. A partida, válida pela 2ª rodada da Taça Guanabara, será na Ilha, no Estádio Luso -Brasileiro, às 16h00. As duas equipes estão no grupo C da competição, ao lado de Macaé, Boavista, Botafogo e Fluminense.

Colônia da Vila Olímpica reúne 400 crianças para atividades de lazer - A Colônia de Férias da Vila Olímpica faz sucesso entre o público infantil da Ilha que está em férias escolares. Totalmente gratuita, a colônia atende cerca de 400 crianças e adolescentes divididos em dois turnos e por faixas etárias.

37 blocos desfilam neste carnaval - A Riotur divulgou a lista oficial dos 37 blocos que vão desfilar este ano nas ruas da Ilha. O bloco “Os 20 de Ouro do Mestre Odilon, abre a temporada neste sábado, dia 20, e a concentração é na Estrada Rio Jequiá, próximo ao 17ºBPM, a partir das 16h.

Agenda dos Blocos - Dia 20/1 – Sábado Os “20” de Ouro do Mestre Odilon – concentração às 16h - Estrada Rio Jequiá (Necker Pinto) – Ribeira.


Edição 1868
Leia


Edições anteriores





Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras

Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras