Assinatura Virtual

Cadastra-se e receba toda semana em seu e-mail o Ilha Notícias On-line.

Newsletter

Nome:

 

Email:

 


 

Nome:

 

Email:

 


Siga-nos

facebook
twitter
instagram
google+
youtube
blogger

Bairro de Tubiacanga está otimista

06/10/2017 - noticias /Edição 1853
Depois da aprovação do projeto de lei das vereadoras Tânia Bastos (PRB) e Rosa Fernandes (PMDB), que tornou Tubiacanga um bairro da cidade do Rio de Janeiro, moradores e comerciantes estão otimistas e vivem a expectativa de melhoria nos serviços públicos, como recolhimento de lixo, iluminação e transporte público. 
 
Comerciante no bairro há 24 anos, Carlos Brandão disse que espera, com a lei, ganhar mais legitimidade e força para cobrar melhorias na mobilidade urbana.  
 
– O transporte público aqui é quase que absoluto das vans. Só temos uma linha de ônibus e, como comerciante, sou obrigado a pagar ao meu funcionário mais de uma passagem, pois não há opção de ônibus para outros bairros – reclama. 
 
Nos próximos dias deverá ser votado um projeto de lei do vereador Cesar Maia (DEM), que pretende incluir Tubiacanga em programas públicos de revitalização, reconstrução e renovação urbana. A medida pode estimular, ainda mais, o desenvolvimento da região.  
 
Para Arnaldo Pereira, 51, a lei que tornou a região um bairro é uma grande vitória para a população e agora a região deve ganhar mais respeito. “Tubiacanga tem sido um lugar esquecido até pelos outros moradores da Ilha. Eu já cansei de ver pessoas vindo aqui apenas para abandonar seus cães e jogar lixo. Agora nós iremos cobrar que respeitem o nosso bairro e que as autoridades aumentem a fiscalização da área.” 
 
Maria do Socorro, moradora da região há 65 anos, disse estar alegre com as conquistas que Tubiacanga vem fazendo ao longo dos anos. “Eu tenho acompanhado cada passo que esse lugar tem dado. Pode parecer pouca coisa, mas para nós é muito importante morar em um bairro. Pouco a pouco temos conseguido dar grandes passos,” disse emocionada. 




Veja Também

Leandro Azevedo quer uma Comissão de Frente que emocione na avenida - O professor de dança Leandro Azevedo de 36 anos, que há nove dirige a Academia de Dança Leandro Azevedo, no Village, é a grande novidade na União da Ilha. Ele foi confirmado como o novo coreógrafo para comandar a comissão de frente da escola.

Portuguesa divulga nomes dos atletas selecionados na peneira - Garotos de diversas idades realizam o sonho de iniciar carreira no futebol

Lusa efetiva Rogério Corrêa como novo técnico da equipe profissional - A diretoria da Portuguesa decidiu efetivar o auxiliar técnico Rogério Corrêa para comando da equipe na Copa Rio. Em sua segunda passagem pela Lusa. O novo treinador vai ter a oportunidade de atuar pela primeira vez na sua carreira como técnico profissional e terá como objetivo a conquista da competição que dará direito à Portuguesa de disputar a Copa do Brasil de 2019.

Estudantes treinam judô no 17º BPM - A equipe Mamede Júnior que vem se destacando no cenário nacional do judô, realiza há cerca de cinco anos um projeto de aulas gratuitas de judô, que começou no espaço da Escola Municipal Nelson Prudêncio na Vila Olímpica e agora foi transferido para o 17°BPM, onde acontecem os treinamentos as segundas e quartas, de 17h às 18h.

Buchecha faz show beneficente para os projetos da ONG Solidariedade - Com o apoio do empresário Jorge Stefano, a ONG da Solidariedade realizou, na noite da segunda feira, dia 16, um Festival Beneficente de Pizza na casa Chave Mágica, localizada no Recreio dos Bandeirantes.

Aulas de balé infantil na Joaniza realizam sonhos na comunidade - A Igreja do Nazareno na Vila Joaniza abriu as portas para um projeto de balé infantil, cujo objetivo é levar a dança clássica como forma de cultura, lazer e educação à meninas, de 3 a 11 anos daquela comunidade. O projeto é gratuito e promove aulas todas às sextas-feiras, aA Igreja do Nazareno na Vila Joaniza abriu as portas para um projeto de balé infantil, cujo objetivo é levar a dança clássica como forma de cultura, lazer e educação à meninas, de 3 a 11 anos daquela comunidade. O projeto é gratuito e promove aulas todas às sextas-feiras, a partir das 18h e conta atualmente com a participação de 60 crianças. partir das 18h e conta atualmente com a participação de 60 crianças.


Edição 1881
Leia


Edições anteriores





Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras

Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras