Assinatura Virtual

Cadastra-se e receba toda semana em seu e-mail o Ilha Notícias On-line.

Newsletter

Nome:

 

Email:

 


 

Nome:

 

Email:

 


Siga-nos

facebook
twitter
instagram
google+
youtube
blogger

Esporte incentiva cidadania no Dendê

06/10/2017 - noticias /Edição 1853
Com o objetivo de ajudar na formação de bons cidadãos, o Projeto Futuro do Dendê, que existe há mais de 25 anos, promove aulas de futebol para crianças de 8 a 17 anos, que são completadas com conceitos sobre disciplina, caráter e respeito ao próximo. Sob o comando do professor Marcelo Henrique, o projeto reúne cerca de 80 crianças durante três atividades semanais.
 
Após passar pela experiência de perder pessoas próximas para o tráfico de drogas, Marcelo, que mora na comunidade do Dendê, decidiu investir nas crianças moradoras do local para ensiná-las um caminho diferente. Ter boas notas é um dos pré-requisitos para garantir vaga no projeto. 
 
— Algumas crianças que participam das atividades não tem boa relação com os pais e crescem sendo educadas pela vida, fato que geralmente resulta em um futuro desastroso.  Eu sempre bato na tecla para não abandonarem a escola e destaco que a maior arma que eles têm para se defender são os livros, instrumento que garante para todos um futuro melhor.
 
O adolescente Michael Bizerra (13), que faz parte do projeto há mais de sete anos, confessa respeito e gratidão pelos ensinamentos. “O projeto é um exemplo para a comunidade e meu pai me incentiva a participar. Nossa prioridade é o estudo, depois o futebol.” 
 
O Projeto Futuro do Dendê completa 26 anos em novembro, com aulas nas tardes das terças, quintas e sextas, no campinho do Dendê. Para participar, basta chegar durante os horários de treinos que começam às 15h, trazendo o boletim escolar, para comprovar boas notas. As aulas são gratuitas, mas o programa sempre necessita do auxílio de parceiros para ajudar na compra dos coletes, chuteiras e entre outros materiais que são fornecidos gratuitamente aos jovens participantes. Informações: 99369-7807.




Veja Também

Portuguesa estreia na Taça Rio nesta segunda - Após 14 dias de intensos treinamentos, a Portuguesa volta a campo para a disputa da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca, nesta segunda (19), às 19h30h, no Estádio Raulino Oliveira, contra o Volta Redonda.

Animação marcou o carnaval infantil da Lusa - Novamente a Associação Atlética Portuguesa levou alegria aos seus associados e visitantes. O Clube abriu suas portas para realizar o tradicional carnaval nos dias 11, 12 e 13, com matinês que contaram com a presença de centenas de famílias insulanas, que se divertiram intensamente nos três dias de folia.

Carnaval do Cocotá foi animado - O Carnaval do Cocotá começou no sábado (10) e foi até a terça (13) e animou os dias de folia dos insulanos. Com diversas atrações e um clima familiar, a festa contou com entretenimento para pessoas de todas as idades e buscou resgatar o tradicional carnaval, com brincadeiras e marchinhas. A festa foi organizada pela Federação das Associações de Moradores da Ilha e contou com cerca de 15 barracas instaladas perto da sede da Famig, no aterro do Cocotá.

Carnaval do Cacuia voltou para ficar - O Carnaval do Cacuia voltou esse ano e fez a alegria de milhares de insulanos de sábado até a terça de carnaval. O evento foi animado e predominou as marchinhas tradicionais, apresentação de grupos fantasiados e os bate-bolas.

Vermelho e Branco arrastou 15 mil foliões com a alegria de ser criança - O Bloco Vermelho e Branco da Colônia Z-10 levou ao delírio os 15 mil foliões que no domingo (11) acordaram cedo e foram acompanhar o desfile. Este ano, o gigante da Ilha, como é também conhecido o bloco, trouxe um enredo nostálgico sobre a alegria em ser criança e distribuiu doces para a meninada.

Batuke de Batom anima a Ribeira - O Bloco Batuke de Batom levou diversão a milhares de foliões que se concentraram na Praça Iaiá Garcia, na Ribeira, no final da manhã de terça (13). Com o enredo "Batukeiros do Mal, os Vilões do Carnaval", assinado pela carnavalesca Priscilla Pereira, o bloco falou sobre o preconceito com a festa de carnaval.


Edição 1872
Leia


Edições anteriores





Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras

Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras