Assinatura Virtual

Cadastra-se e receba toda semana em seu e-mail o Ilha Notícias On-line.

Newsletter

Nome:

 

Email:

 


 

Nome:

 

Email:

 


Siga-nos

facebook
twitter
instagram
google+
youtube
blogger

Obras no pontilhão estão avançadas

14/07/2017 - noticias /Edição 1841
Depois de um ano causando transtornos aos moradores e motoristas, o pontilhão dos Bancários, localizado no final da Avenida Ilha das Enxadas, que caiu há cerca de um ano, está em obras. A previsão da Secretaria de Urbanismo, Infraestrutura e Habitação, que coordena a reconstrução do pontilhão, é de que a estrutura seja entregue ao tráfego até o final de agosto.
 
A autorização para a obra foi anunciada pelo prefeito Marcelo Crivella durante visita ao local, no dia 31 de maio, acompanhado do secretário de Urbanismo Índio da Costa, da vereadora Tânia Bastos e de um grupo de secretários. A obra está em estágio avançado e deverá ser entregue dentro do prazo. 
 
A queda do pontilhão provocou mudanças na rotina dos moradores e motoristas da região, pois não há opção para acesso ao Estaleiro Eisa e Praia da Rosa de quem vem pela Avenida Ilha das Enxadas. Isso atrapalhou o trajeto de quatro linhas de ônibus, principalmente as 925 e 329, que antes utilizavam a ponte para pegar passageiros na Praia da Rosa e tiveram que abandonar o trecho prejudicando os moradores. 
 
Eliana Rodrigues, moradora dos Bancários há 10 anos, comemorou o início das obras e a rapidez em que ela está sendo feita. Para ela, a volta do pontilhão resolve um problema pontual e facilita a vida de moradores da Praia da Rosa que tinham que caminhar por 10 minutos até conseguir pegar uma condução. “Estou feliz que a prefeitura tenha começado as obras. Essa ponte é providencial para ir e vir dos moradores. Facilita muito a acessibilidade na região,” disse Eliana.
 
O superintendente da Ilha, Daniel Balbi, ressaltou a importância da reconstrução da ponte. “O prefeito e o secretário Índio estiveram no local e ao constatarem a importância da ponte determinaram urgência nas obras, e isso foi fundamental para que os trabalhos estejam acelerados.”





Veja Também

Leandro Azevedo quer uma Comissão de Frente que emocione na avenida - O professor de dança Leandro Azevedo de 36 anos, que há nove dirige a Academia de Dança Leandro Azevedo, no Village, é a grande novidade na União da Ilha. Ele foi confirmado como o novo coreógrafo para comandar a comissão de frente da escola.

Portuguesa divulga nomes dos atletas selecionados na peneira - Garotos de diversas idades realizam o sonho de iniciar carreira no futebol

Lusa efetiva Rogério Corrêa como novo técnico da equipe profissional - A diretoria da Portuguesa decidiu efetivar o auxiliar técnico Rogério Corrêa para comando da equipe na Copa Rio. Em sua segunda passagem pela Lusa. O novo treinador vai ter a oportunidade de atuar pela primeira vez na sua carreira como técnico profissional e terá como objetivo a conquista da competição que dará direito à Portuguesa de disputar a Copa do Brasil de 2019.

Estudantes treinam judô no 17º BPM - A equipe Mamede Júnior que vem se destacando no cenário nacional do judô, realiza há cerca de cinco anos um projeto de aulas gratuitas de judô, que começou no espaço da Escola Municipal Nelson Prudêncio na Vila Olímpica e agora foi transferido para o 17°BPM, onde acontecem os treinamentos as segundas e quartas, de 17h às 18h.

Buchecha faz show beneficente para os projetos da ONG Solidariedade - Com o apoio do empresário Jorge Stefano, a ONG da Solidariedade realizou, na noite da segunda feira, dia 16, um Festival Beneficente de Pizza na casa Chave Mágica, localizada no Recreio dos Bandeirantes.

Aulas de balé infantil na Joaniza realizam sonhos na comunidade - A Igreja do Nazareno na Vila Joaniza abriu as portas para um projeto de balé infantil, cujo objetivo é levar a dança clássica como forma de cultura, lazer e educação à meninas, de 3 a 11 anos daquela comunidade. O projeto é gratuito e promove aulas todas às sextas-feiras, aA Igreja do Nazareno na Vila Joaniza abriu as portas para um projeto de balé infantil, cujo objetivo é levar a dança clássica como forma de cultura, lazer e educação à meninas, de 3 a 11 anos daquela comunidade. O projeto é gratuito e promove aulas todas às sextas-feiras, a partir das 18h e conta atualmente com a participação de 60 crianças. partir das 18h e conta atualmente com a participação de 60 crianças.


Edição 1881
Leia


Edições anteriores





Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras

Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras