Assinatura Virtual

Cadastra-se e receba toda semana em seu e-mail o Ilha Notícias On-line.

Newsletter

Nome:

 

Email:

 


 

Nome:

 

Email:

 


Siga-nos

facebook
twitter
instagram
google+
youtube
blogger

Grafite homenageia Caio Granado

16/06/2017 - noticias /Edição 1837
Com um grafite na Praia da Bica, feito pelo tatuador Emanuel Bilson, amigos e familiares pretendem manter viva a memória de Caio Granado, que há cerca de três meses sofreu um acidente fatal na Linha Vermelha.

O acidente ocorreu, após uma partida de futebol do Botafogo no Estádio Nilton Santos, em março. Caio que era atleta de futebol americano do clube, retornava à Ilha quando bateu contra um caminhão de lixo parado na Linha Vermelha. Depois de intensa busca por seu paradeiro, amigos souberam que o insulano teria sido levado para o Hospital Souza Aguiar, mas quando chegaram, já estava sem vida.

A iniciativa do grafite partiu da mãe do insulano, Maria Chrysthina Granado, que emocionada disse ser uma forma que encontrou para aliviar a saudade. 

— Meu filho era um menino querido por todos, ele conseguia atrair o carinho das pessoas à sua volta. Fiquei muito feliz quando o Bilson aceitou fazer o grafite, no dia do aniversário do Caio, que completaria 24 anos. Tem sido muito difícil, mas são esses pequenos gestos que me ajudam a prosseguir.

O tatuador Emanuel Bilson, que há um bom tempo não faz grafites, se colocou à disposição quando recebeu o convite da mãe de Caio. “Conheci o Caio desde pequeno, um jovem brilhante e de bom caráter. Ainda estamos muito abalados por essa fatalidade.”

Os times de futebol americano Islanders, onde Caio iniciou sua carreira, com a camisa 85 e o Botafogo Reptiles, onde era o camisa 8, também prestaram homenagens ao jovem aposentando o número das camisa que Caio jogou. 

O grafite foi feito na sexta (10), e fica no muro do prédio de um dos amigos de Caio, na Praia da Bica, altura do quiosque Mister México. Lá está a imagem artística que lembrará o jovem Caio para as futuras gerações e para os amigos e a família a materialização da lembrança do excelente atleta botafoguense, leal e muito querido por todos amigos e familiares.




Veja Também

Leandro Azevedo quer uma Comissão de Frente que emocione na avenida - O professor de dança Leandro Azevedo de 36 anos, que há nove dirige a Academia de Dança Leandro Azevedo, no Village, é a grande novidade na União da Ilha. Ele foi confirmado como o novo coreógrafo para comandar a comissão de frente da escola.

Portuguesa divulga nomes dos atletas selecionados na peneira - Garotos de diversas idades realizam o sonho de iniciar carreira no futebol

Lusa efetiva Rogério Corrêa como novo técnico da equipe profissional - A diretoria da Portuguesa decidiu efetivar o auxiliar técnico Rogério Corrêa para comando da equipe na Copa Rio. Em sua segunda passagem pela Lusa. O novo treinador vai ter a oportunidade de atuar pela primeira vez na sua carreira como técnico profissional e terá como objetivo a conquista da competição que dará direito à Portuguesa de disputar a Copa do Brasil de 2019.

Estudantes treinam judô no 17º BPM - A equipe Mamede Júnior que vem se destacando no cenário nacional do judô, realiza há cerca de cinco anos um projeto de aulas gratuitas de judô, que começou no espaço da Escola Municipal Nelson Prudêncio na Vila Olímpica e agora foi transferido para o 17°BPM, onde acontecem os treinamentos as segundas e quartas, de 17h às 18h.

Buchecha faz show beneficente para os projetos da ONG Solidariedade - Com o apoio do empresário Jorge Stefano, a ONG da Solidariedade realizou, na noite da segunda feira, dia 16, um Festival Beneficente de Pizza na casa Chave Mágica, localizada no Recreio dos Bandeirantes.

Aulas de balé infantil na Joaniza realizam sonhos na comunidade - A Igreja do Nazareno na Vila Joaniza abriu as portas para um projeto de balé infantil, cujo objetivo é levar a dança clássica como forma de cultura, lazer e educação à meninas, de 3 a 11 anos daquela comunidade. O projeto é gratuito e promove aulas todas às sextas-feiras, aA Igreja do Nazareno na Vila Joaniza abriu as portas para um projeto de balé infantil, cujo objetivo é levar a dança clássica como forma de cultura, lazer e educação à meninas, de 3 a 11 anos daquela comunidade. O projeto é gratuito e promove aulas todas às sextas-feiras, a partir das 18h e conta atualmente com a participação de 60 crianças. partir das 18h e conta atualmente com a participação de 60 crianças.


Edição 1881
Leia


Edições anteriores





Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras

Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras