Assinatura Virtual

Cadastra-se e receba toda semana em seu e-mail o Ilha Notícias On-line.

Newsletter

Nome:

 

Email:

 


 

Nome:

 

Email:

 


Siga-nos

facebook
twitter
instagram
google+
youtube
blogger

Aulas de capoeira ensinam cidadania

19/05/2017 - noticias /Edição 1833
Atuando há mais de 20 anos como mestre de capoeira, o professor Rubem do Nascimento, realiza aulas para crianças e adultos de diversas comunidades da Ilha através do projeto Senhor dos Céus, que funciona no Salão de Festas do Condomínio Santos Dumont. 
 
Ex-menino de rua quando vivia na Bahia, o professor Rubem chegou à Ilha em 1996 e viu a capoeira transformar sua vida. Hoje com 35 anos transmite aos seus alunos a experiência que adquiriu e explica um pouco das virtudes dos praticantes do esporte. 
 
— Eu tive uma infância complicada, mas encontrei na capoeira meu porto seguro. A capoeira é uma forma de educar as crianças e ajuda muito a gastar energias. Esse esporte faz bem para saúde e ensina disciplina e cidadania para os praticantes. Tenho a plena certeza que a capoeira é um esporte de alta inclusão social — disse o professor, que conta com alunos das comunidades do Guarabu, Parque Royal, Praia da Rosa e Dendê. 
 
Na capoeira, segundo mestre Rubem, não basta apenas levantar as pernas. Ele ensina aos alunos a cantar, tocar os instrumentos e dançar dentro das diversas modalidades existentes, como o makulelê, samba de roda, a puxada de rede e a colheita estilos que fazem parte da cultura dos escravos, de onde surgiu o jogo de capoeira. 
Segundo Roberval Costa, pastor evangélico e pai do Josué Bimba, 13, a capoeira não necessariamente é ligada ao espiritismo e sente-se feliz em trazer seu filho para as aulas do projeto Senhor dos Céus.
— Eu vejo a capoeira como um fator de inclusão social e também como esporte. Alguns dizem que a capoeira provém do espiritismo, o que não necessariamente é verdade. Hoje eu vejo a felicidade que meu filho tem em querer estar aqui e jogar capoeira e sinto que o projeto pode crescer cada vez mais e mais. A história do professor é excelente, o esporte o tirou de uma vida desregrada e este projeto segue o mesmo caminho — falou o pastor.
As aulas são realizadas as terças e quintas, das 20h às 21h, e contam com alunos de ambos os sexos e de todas as idades. Os interessados em aprender capoeira no projeto Senhor dos Céus podem obter informações com o mestre Rubem nos dias de aula no salão social do Condomínio Santos Dumont.




Veja Também

Projeto leva ginástica para o Tijolinho - O projeto Rio Ar Livre, promovido pela prefeitura, que desenvolve atividades de prática de exercícios físicos nas praças, é um sucesso entre os moradores da melhor idade no Tijolinho, região com muitos prédios, localizada no alto da Praia da Bandeira. Para proporcionar melhor qualidade de vida, saúde e condicionamento físico, a atividade atende mais de 100 alunos de segunda a sexta na Praça União Comunitária e conta com a orientação de um professor de educação física e enfermeira.

Lusa recebe homenagens de escola - No dia 5 de setembro a Ilha do Governador completou 450 anos, uma data que se refere à cessão das terras ao Governador Correa de Sá em 1567. E a Associação Atlética Portuguesa tem sua história ligada com orgulho à região. A Portuguesa que teve sua primeira sede no Centro derrubada na década de 40 para construção da, hoje, Avenida Presidente Vargas, viu na Ilha a oportunidade de se fixar e se perpetuar na história do insulano.

Passarela abriga moradores de rua - Há alguns meses passarelas da região têm sido usadas como abrigo para diversos moradores de rua. Desviar de fezes e urina nestes locais se tornou comum para as pessoas que as utilizam. É um problema social grave que se arrasta sem solução.

Famig comemora 450 anos da Ilha - A primeira etapa do evento da Federação das Associações de Moradores da Ilha do Governador, Famig, começou na quinta (7), no Aterro do Cocotá na via em frente à sede da entidade e contou com a participação de diversas atrações, como o cantor Ito Melodia, a bateria do bloco “Quem Me Viu Mentiu.” shows musicais e 12 barracas de diversos tipos de comidas e brincadeiras.

Serviço de barcas terá novo gestor - Dois anos após a empresa CCR Barcas anunciar que não tinha interesse em continuar realizando o transporte aquaviário na Baía de Guanabara, o Ministério Público Estadual anulou a concessão da empresa e determinou que o governo estadual abra nova licitação no prazo máximo de 24 meses para substituir a CCR. O novo modelo de concessão deve criar novos horários e trajetos.

Grupo de Motopatrulhamento da GM vai agir em sintonia com o 17º BPM - O Programa de Motopatrulhamento da Guarda Municipal começou a atuar na Ilha partir desta semana. As ações do programa estão entre as diversas medidas que vêm sendo adotadas pelo prefeito Crivella para contribuir com as forças de segurança pública na redução dos índices de criminalidade na cidade.


Edição 1851
Leia


Edições anteriores





Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras

Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras


 

Copyright© 2010 Ilha Notícias. Todos os Direito Reservados.
Este material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuido sem prévia autorização.