Assinatura Virtual

Cadastra-se e receba toda semana em seu e-mail o Ilha Notícias On-line.

Newsletter

Nome:

 

Email:

 


 

Nome:

 

Email:

 


Siga-nos

facebook
twitter
instagram
google+
youtube
blogger

Píer da Bica precisa de novas obras

20/04/2017 - noticias /Edição 1829
Resistiu por pouco tempo a reforma feita, em junho do ano passado, no Pier da Praia da Bica, localizado em frente à Praça Jerusalém e que proporciona uma bela vista para a Baía de Guanabara.
 
O local, preferido por admiradores da paisagem e pescadores, sofre com o mau estado de conservação das cordas de segurança e do piso de madeira que já apresenta buracos, seja pela ação do mar e de vândalos. Uma cratera na rampa de entrada de concreto mostra que o lugar precisa de conservação.
 
Para o morador Jonas Nascimento, 60, o píer representa perigo, principalmente para crianças e idosos. 
 
— Fora a situação da sujeira da praia, que é culpa nossa mesmo, o píer está em uma situação complicada. Sem algumas cordas e com as tábuas bambas, está difícil andar no píer. Eu gosto de contemplar o visual e não quero parar de frequentar aqui, mas falta manutenção — relatou Jonas. 
 
De acordo com Gabriel Lopes, morador do Jardim Carioca e frequentador da Praia da Bica nos finais de semana, o clima é pior durante à noite quando o píer fica as escuras. Ele afirma que o local tenha sido alvo de vandalismo. 
 
— Frequento a Praia da Bica durante a noite e vejo pessoas bêbadas e outros que vão no píer para usar drogas. Flagrei no mês passado uma pessoa destruindo uma das cordas de proteção. É complicado, às vezes colocamos a culpa na prefeitura, quando é nossa mesma — disse Gabriel. 
 
A Superintendência da Ilha e a Região Administrativa disseram que a Secretaria de Conservação deverá realizar obras para recuperar o píer nos próximos dias. Quanto ao uso de drogas e bebida alcoólica na Praia da Bica informam que os órgãos de segurança, como a PM e Guarda Municipal vão continuar as operações nos finais de semana, para combater irregularidades. 




Veja Também

Leandro Azevedo quer uma Comissão de Frente que emocione na avenida - O professor de dança Leandro Azevedo de 36 anos, que há nove dirige a Academia de Dança Leandro Azevedo, no Village, é a grande novidade na União da Ilha. Ele foi confirmado como o novo coreógrafo para comandar a comissão de frente da escola.

Portuguesa divulga nomes dos atletas selecionados na peneira - Garotos de diversas idades realizam o sonho de iniciar carreira no futebol

Lusa efetiva Rogério Corrêa como novo técnico da equipe profissional - A diretoria da Portuguesa decidiu efetivar o auxiliar técnico Rogério Corrêa para comando da equipe na Copa Rio. Em sua segunda passagem pela Lusa. O novo treinador vai ter a oportunidade de atuar pela primeira vez na sua carreira como técnico profissional e terá como objetivo a conquista da competição que dará direito à Portuguesa de disputar a Copa do Brasil de 2019.

Estudantes treinam judô no 17º BPM - A equipe Mamede Júnior que vem se destacando no cenário nacional do judô, realiza há cerca de cinco anos um projeto de aulas gratuitas de judô, que começou no espaço da Escola Municipal Nelson Prudêncio na Vila Olímpica e agora foi transferido para o 17°BPM, onde acontecem os treinamentos as segundas e quartas, de 17h às 18h.

Buchecha faz show beneficente para os projetos da ONG Solidariedade - Com o apoio do empresário Jorge Stefano, a ONG da Solidariedade realizou, na noite da segunda feira, dia 16, um Festival Beneficente de Pizza na casa Chave Mágica, localizada no Recreio dos Bandeirantes.

Aulas de balé infantil na Joaniza realizam sonhos na comunidade - A Igreja do Nazareno na Vila Joaniza abriu as portas para um projeto de balé infantil, cujo objetivo é levar a dança clássica como forma de cultura, lazer e educação à meninas, de 3 a 11 anos daquela comunidade. O projeto é gratuito e promove aulas todas às sextas-feiras, aA Igreja do Nazareno na Vila Joaniza abriu as portas para um projeto de balé infantil, cujo objetivo é levar a dança clássica como forma de cultura, lazer e educação à meninas, de 3 a 11 anos daquela comunidade. O projeto é gratuito e promove aulas todas às sextas-feiras, a partir das 18h e conta atualmente com a participação de 60 crianças. partir das 18h e conta atualmente com a participação de 60 crianças.


Edição 1881
Leia


Edições anteriores





Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras

Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras