Assinatura Virtual

Cadastra-se e receba toda semana em seu e-mail o Ilha Notícias On-line.

Newsletter

Nome:

 

Email:

 


 

Nome:

 

Email:

 


Siga-nos

facebook
twitter
instagram
google+
youtube
blogger

Píer da Bica precisa de novas obras

20/04/2017 - noticias /Edição 1829
Resistiu por pouco tempo a reforma feita, em junho do ano passado, no Pier da Praia da Bica, localizado em frente à Praça Jerusalém e que proporciona uma bela vista para a Baía de Guanabara.
 
O local, preferido por admiradores da paisagem e pescadores, sofre com o mau estado de conservação das cordas de segurança e do piso de madeira que já apresenta buracos, seja pela ação do mar e de vândalos. Uma cratera na rampa de entrada de concreto mostra que o lugar precisa de conservação.
 
Para o morador Jonas Nascimento, 60, o píer representa perigo, principalmente para crianças e idosos. 
 
— Fora a situação da sujeira da praia, que é culpa nossa mesmo, o píer está em uma situação complicada. Sem algumas cordas e com as tábuas bambas, está difícil andar no píer. Eu gosto de contemplar o visual e não quero parar de frequentar aqui, mas falta manutenção — relatou Jonas. 
 
De acordo com Gabriel Lopes, morador do Jardim Carioca e frequentador da Praia da Bica nos finais de semana, o clima é pior durante à noite quando o píer fica as escuras. Ele afirma que o local tenha sido alvo de vandalismo. 
 
— Frequento a Praia da Bica durante a noite e vejo pessoas bêbadas e outros que vão no píer para usar drogas. Flagrei no mês passado uma pessoa destruindo uma das cordas de proteção. É complicado, às vezes colocamos a culpa na prefeitura, quando é nossa mesma — disse Gabriel. 
 
A Superintendência da Ilha e a Região Administrativa disseram que a Secretaria de Conservação deverá realizar obras para recuperar o píer nos próximos dias. Quanto ao uso de drogas e bebida alcoólica na Praia da Bica informam que os órgãos de segurança, como a PM e Guarda Municipal vão continuar as operações nos finais de semana, para combater irregularidades. 




Veja Também

Corrida reúne mais de mil atletas - A 3ª etapa do Circuito Ilha Carioca de corrida de rua, realizada na manhã do domingo (17) foi um sucesso e contou com a participação de cerca de 1300 atletas profissionais e amadores. Eles percorreram 5k pelas ruas das imediações do Corredor Esportivo, no Moneró. O destaque dessa edição ficou por conta da corrida Kids para crianças de até 13 anos.

Lusa homenageia José Castanheira - A Associação Atlética Portuguesa hoje possui um dos melhores espaços aquáticos da região com mais de três piscinas, e mais uma está prestes a ser liberada pela diretoria. Mas para que chegasse a essas condições foi preciso muito trabalho nas décadas anteriores e com certeza um dos percussores disso foi o ex-presidente José Castanheira.

Intercolegial reúne 10 escolas - Começou no sábado (17), mais um torneio intercolegial de Futsal organizado pelo professor Roger Ledo. O Ilha Cup chega a sua quarta edição com a participação de dez escolas da região, divididas em categorias que vão do sub-7 até o sub-18. Os jogos desta vez estão sendo realizados no ginásio da Vila Olímpica, na Estrada Rio-Jequiá.

Liga Gospel de Fut7 reúne igrejas - Chegou ao fim no sábado (16), a primeira edição da Liga Insulana Gospel de Fut7, que foi disputado entre oito igrejas evangélicas da região, no campo do Jequiá Iate Clube e protagonizou partidas onde predominou o espírito esportivo e de harmonia entre os jogadores. De acordo com os coordenadores do campeonato, Felipe Dias, Walney Judson e Bruno Popenga, palavrões e ofensas eram proibidas como critério para fazer a diferença. A principal ideia do evento é estimular a confraternização entre as igrejas.

Soul Pixta, a cultura do coletivo da juventude, revela novos talentos - O Grupo Cultural Soul Pixta comemorou o quarto ano de fundação no sábado (16), com um evento na pista de skate do Aterro do Cocotá. Fundado por Godson Gomes, mais conhecido por Daflor, o grupo desempenha um importante movimento cultural popular, no aterro, através da música e da poesia.

PM alerta alunos contra as drogas - O Programa Educacional de Resistência as Drogas, Proerd, tem atuado nas escolas com alunos do Ensino Infantil, até o 5º ano, com aulas sobre combate as drogas, a violência e como manter a segurança pessoal. Na Ilha, cinco instrutores dão as aulas sobre o projeto em 15 escolas municipais e uma particular. O projeto é sucesso entre as crianças e os pais aprovam os resultados.


Edição 1851
Leia


Edições anteriores





Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras

Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras


 

Copyright© 2010 Ilha Notícias. Todos os Direito Reservados.
Este material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuido sem prévia autorização.