Assinatura Virtual

Cadastra-se e receba toda semana em seu e-mail o Ilha Notícias On-line.

Newsletter

Nome:

 

Email:

 


 

Nome:

 

Email:

 


Siga-nos

facebook
twitter
instagram
google+
youtube
blogger

Participe da equipe de arco e flecha

10/03/2017 - Notícias /Edição 1823
Quando se trata de arco e flecha, a Associação Atlética Portuguesa ocupa uma posição de destaque na história do esporte. Conhecido hoje como tiro com arco, o esporte que faz parte dos Jogos Olímpicos desde 1900 e começou a ser praticado no clube na década de 60 e após idas e vindas voltou em 1994 onde está até hoje. O clube possui uma equipe pronta para defender a camisa Lusitana e ensinar novas pessoas a dar as primeiras flechadas.
Thiago Lousada começou a praticar o esporte ainda pequeno na Portuguesa, hoje com 31 anos é o técnico da equipe lusitana que está conquistando bons resultados nas competições oficiais. 
— A Portuguesa tem uma história muito bonita com o arco e flecha. Na década de 60, quando o esporte tinha recém chegado ao Brasil, foi um dos primeiros clubes a abrir as portas e conquistar importantes títulos. No ano de 2004 voltamos a competir oficialmente e em modalidades individuais conseguimos colocações de destaque nacionalmente. No ano passado quando nossa equipe foi vice-campeã estadual — disse Thiago Lousada, que já foi técnico da equipe brasileira de tiro com arco em competições na Turquia e Costa Rica.
Júlia Braz, 33, começou a praticar o esporte na escolinha da Portuguesa há dois anos com sua filha Manuela, que na época tinha apenas cinco anos. Um dos motivos para que ela encontrasse o arco e flecha foi à possibilidade de poder praticar a modalidade juntamente com sua filha. 
— Eu procurava um esporte em que poderia ter essa integração da família e no tiro com arco eu encontrei isso. Pratico um esporte, ao lado da minha filha, que não tem segregação de idade e ainda nos ajuda a ter melhorar o foco e a atenção. 
O time de arco e flecha da Portuguesa treina todos os domingos no campo 2 da Portuguesa. Os interessados em praticar o esporte devem telefonar para 99902-6105 ou pelo e-mail para arcoeflecharj@gmail.com. 



Veja Também

Leandro Azevedo quer uma Comissão de Frente que emocione na avenida - O professor de dança Leandro Azevedo de 36 anos, que há nove dirige a Academia de Dança Leandro Azevedo, no Village, é a grande novidade na União da Ilha. Ele foi confirmado como o novo coreógrafo para comandar a comissão de frente da escola.

Portuguesa divulga nomes dos atletas selecionados na peneira - Garotos de diversas idades realizam o sonho de iniciar carreira no futebol

Lusa efetiva Rogério Corrêa como novo técnico da equipe profissional - A diretoria da Portuguesa decidiu efetivar o auxiliar técnico Rogério Corrêa para comando da equipe na Copa Rio. Em sua segunda passagem pela Lusa. O novo treinador vai ter a oportunidade de atuar pela primeira vez na sua carreira como técnico profissional e terá como objetivo a conquista da competição que dará direito à Portuguesa de disputar a Copa do Brasil de 2019.

Estudantes treinam judô no 17º BPM - A equipe Mamede Júnior que vem se destacando no cenário nacional do judô, realiza há cerca de cinco anos um projeto de aulas gratuitas de judô, que começou no espaço da Escola Municipal Nelson Prudêncio na Vila Olímpica e agora foi transferido para o 17°BPM, onde acontecem os treinamentos as segundas e quartas, de 17h às 18h.

Buchecha faz show beneficente para os projetos da ONG Solidariedade - Com o apoio do empresário Jorge Stefano, a ONG da Solidariedade realizou, na noite da segunda feira, dia 16, um Festival Beneficente de Pizza na casa Chave Mágica, localizada no Recreio dos Bandeirantes.

Aulas de balé infantil na Joaniza realizam sonhos na comunidade - A Igreja do Nazareno na Vila Joaniza abriu as portas para um projeto de balé infantil, cujo objetivo é levar a dança clássica como forma de cultura, lazer e educação à meninas, de 3 a 11 anos daquela comunidade. O projeto é gratuito e promove aulas todas às sextas-feiras, aA Igreja do Nazareno na Vila Joaniza abriu as portas para um projeto de balé infantil, cujo objetivo é levar a dança clássica como forma de cultura, lazer e educação à meninas, de 3 a 11 anos daquela comunidade. O projeto é gratuito e promove aulas todas às sextas-feiras, a partir das 18h e conta atualmente com a participação de 60 crianças. partir das 18h e conta atualmente com a participação de 60 crianças.


Edição 1881
Leia


Edições anteriores





Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras

Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras