Assinatura Virtual

Cadastra-se e receba toda semana em seu e-mail o Ilha Notícias On-line.

Newsletter

Nome:

 

Email:

 


 

Nome:

 

Email:

 


Siga-nos

facebook
twitter
instagram
google+
youtube
orkut
blogger

Choque de Ordem atua na Engenhoca

29/11/2013 - noticias /Edição 1652
Na manhã da última quarta-feira (27), uma operação conhecida como Choque de Ordem da prefeitura agiu na Praia da Engenhoca. O objetivo era remover barcos abandonados e entulho que ocupavam um espaço no final da praia usado pelos pescadores para guardar material, além de servir como oficina.  
 
Com o auxílio de retroescavadeiras, alguns barcos velhos foram quebrados e levados em caçambas da Comlurb. Uma embarcação que estava pichada e abandonada há meses na beira do mar também foi destroçada. A operação seguiu até o início da tarde, de forma pacífica, mesmo com algumas reclamações de pescadores que tiveram os barcos destruídos. A subprefeitura informou que a operação foi anunciada com antecedência e todos avisados.
 
O Choque de Ordem fez parte de uma ação de ordem pública que está sendo realizada na Praia da Engenhoca há três semanas. Depois de inúmeras denúncias dos moradores sobre problemas como música alta, veículos circulando na contramão e muita desordem na praia, especialmente aos finais de semana, a Guarda Municipal e a Polícia Militar estão atuando no local.
 
O trecho deverá ficar fechado para área de lazer nos fins de semana. A passagem de carros e o estacionamento só é permitido aos moradores. A PM e a GM se faz presente na praia para evitar que frequentadores e donos de quiosques excedam o limite no volume do som ou façam qualquer outro tipo de alteração à ordem urbana na orla. As mudanças foram bem recebidas pelos moradores.
 
– Agora podemos ouvir o som da nossa televisão em casa no final de semana e não ter mais ninguém usando a porta da nossa casa como banheiro. Esta parte final da praia também estava uma bagunça e precisava de mudanças. Muito lixo e barcos velhos ficavam aqui acumulando água da chuva e servindo de esconderijo de ratos. Ficamos felizes e agradecidos com todas as mudanças – disse a moradora Conceição Diniz.



Veja Também

Aviões marcam presença da aeronáutica - Sete organizações da Força Aérea exibem na entrada das suas sedes modelos antigos de aviões utilizados pela aeronáutica. São verdadeiros monumentos dos ares que orgulham os brasileiros

Professor Luiz Felipe deixa saudades - Luiz Felipe Lavôr, foi daquelas pessoas que mesmo não estando presente fisicamente, se fazia lembrado através dos trabalhos desenvolvidos, das amizades constituídas e da sua imensa energia positiva que contagiou alunos, professores e diretores do Colégio Paranapuã.

Horto de bonsais é atração no Tauá - Quem vê Wagner Guedes cuidando de seu horto de bonsais não imagina que o insulano de 39 anos é veterinário e há 15 anos se dedica ao cultivo de árvores bonsais. Tudo começou quando Wagner viu uma espécie de bonsai exótica em um shopping de Minas Gerais. Daí em diante o insulano buscou conhecer melhor a arte dos bonsais, inclusive viajou ao Japão apurando detalhes do cultivo das árvores anãs.

Pracinha sem acesso a cadeirantes - A insulana Consuelo Machado desde 2009 trabalha em uma campanha de inclusão e acessibilidade às crianças portadoras de necessidades especiais. Na pauta de suas reivindicações está à colocação de brinquedos adaptados nas praças públicas e, especialmente, um modelo de acesso que permita a entrada de cadeirantes com total facilidade nos parques públicos. É que muitas praças são cercadas e possuem portões com trancas para a segurança dos pequenos.

Creche Escola Gira Girassol/ G2 celebra Dia da Família de forma divertida - Creche Escola Gira Girassol/G2 realizou no sábado (22) uma grande festa em confraternização às famílias reunindo cerca de 250 pessoas, entre pais, alunos, professores, colaboradores e a direção da escola. O evento iniciou às 10h no Complexo Esportivo Tenente Brigadeiro do Ar Délio Martins de Matos, localizado na Vila Militar do Galeão.

Cartão bloqueado constrange cliente - O insulano Moysés Joelson, 84, funcionário público federal aposentado está tendo problemas com o Banco Itaú desde julho. O idoso que mora na Rua Mutupana, no Cocotá, teve seu crédito cancelado pela instituição bancária sem ser avisado.


Edição 1743
Leia


Edições anteriores





Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras

Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras