Assinatura Virtual

Cadastra-se e receba toda semana em seu e-mail o Ilha Notícias On-line.

Newsletter

Nome:

 

Email:

 


 

Nome:

 

Email:

 


Siga-nos

facebook
twitter
instagram
google+
youtube
orkut
blogger

Choque de Ordem atua na Engenhoca

29/11/2013 - noticias /Edição 1652
Na manhã da última quarta-feira (27), uma operação conhecida como Choque de Ordem da prefeitura agiu na Praia da Engenhoca. O objetivo era remover barcos abandonados e entulho que ocupavam um espaço no final da praia usado pelos pescadores para guardar material, além de servir como oficina.  
 
Com o auxílio de retroescavadeiras, alguns barcos velhos foram quebrados e levados em caçambas da Comlurb. Uma embarcação que estava pichada e abandonada há meses na beira do mar também foi destroçada. A operação seguiu até o início da tarde, de forma pacífica, mesmo com algumas reclamações de pescadores que tiveram os barcos destruídos. A subprefeitura informou que a operação foi anunciada com antecedência e todos avisados.
 
O Choque de Ordem fez parte de uma ação de ordem pública que está sendo realizada na Praia da Engenhoca há três semanas. Depois de inúmeras denúncias dos moradores sobre problemas como música alta, veículos circulando na contramão e muita desordem na praia, especialmente aos finais de semana, a Guarda Municipal e a Polícia Militar estão atuando no local.
 
O trecho deverá ficar fechado para área de lazer nos fins de semana. A passagem de carros e o estacionamento só é permitido aos moradores. A PM e a GM se faz presente na praia para evitar que frequentadores e donos de quiosques excedam o limite no volume do som ou façam qualquer outro tipo de alteração à ordem urbana na orla. As mudanças foram bem recebidas pelos moradores.
 
– Agora podemos ouvir o som da nossa televisão em casa no final de semana e não ter mais ninguém usando a porta da nossa casa como banheiro. Esta parte final da praia também estava uma bagunça e precisava de mudanças. Muito lixo e barcos velhos ficavam aqui acumulando água da chuva e servindo de esconderijo de ratos. Ficamos felizes e agradecidos com todas as mudanças – disse a moradora Conceição Diniz.



Veja Também

Aeromodelistas dão show no Fundão - A Ilha do Fundão aos fins de semana é ponto de encontro dos apaixonados por aeromodelos e conta com dois terrenos reservados para aficionados praticarem aeromodelismo com segurança e confraternizar.

Escola Pública forma novos talentos - O Projeto Ocupa Escola que estimula a participação em atividades culturais entre os alunos é uma iniciativa da Associação Casa das Artes de Educação e Cultura em parceria com a Secretaria Municipal de Educação. A iniciativa pretende criar intercâmbio com outras atividades e ações culturais que acontecem nas escolas públicas como os projetos “Mais Educação”, “Segundo Turno Cultural”, “Festival de Canções das Escolas Municipais”, “Mostra de Dança” e “Escola Aberta.”

Paulo Guimarães recebe homenagem na Câmara dos Vereadores do Rio - O industriário do setor de petróleo (Petrobras), técnico de petróleo, gerente de contrato e auditor, Paulo Cesar Paes Guimarães, 65, morador da Ilha há mais de 60 anos e grande entusiasta do desenvolvimento da região, recebeu da Academia Brasileira de Honrarias ao Mérito uma das mais altas condecorações da sociedade brasileira: a Cruz do Mérito do Empreendedor Juscelino Kubitscheck, no Grau Cavalheiresco de Comendador.

Feirinha pode ser Patrimônio Cultural - Há mais de 20 anos fazendo parte da programação de domingo de muitos insulanos, a Feirinha do Cocotá, está prestes a ser declarada Patrimônio Cultural de Natureza Imaterial da Cidade do Rio de Janeiro. A feira reúne mais de 300 expositores que atuam em vários segmentos como gastronomia, vestuário, cosméticos, artesanato, lazer, entretenimento e cultura.

Faltam professores na Tia Lavor - Alunos do Colégio Estadual Professora Maria de Lurdes de Oliveira Tia Lavôr, no Jardim Carioca, estão desde o início do ano com falta de professores. O caso é mais grave para as turmas do primeiro ano do ensino médio.

Paulo Amargoso completa 92 anos - Paulo Amargoso é o único fundador vivo da União da Ilha. Há 62 anos ele e mais três amigos: Maurício Gazelle, Joaquim Lara de Oliveira (Quincas) e Orphilo Bastos fundaram a escola que atualmente desfila no Grupo Especial e é uma das grandes do carnaval carioca.


Edição 1735
Leia


Edições anteriores





Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras

Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras

As vans foram proibidas de fazer o trajeto Ilha x Centro. O que você acha dessa medida?

Concordo. O trânsito precisa ser organizado.
Discordo. O serviço que as vans prestam é essencial.
Já tinham que ter feito isso há muito tempo.
É um absurdo. Os ônibus não dão conta da demanda.


Visualizar Resultados


 

Copyright© 2010 Ilha Notícias. Todos os Direito Reservados.
Este material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuido sem prévia autorização.