Assinatura Virtual

Cadastra-se e receba toda semana em seu e-mail o Ilha Notícias On-line.

Newsletter

Nome:

 

Email:

 


 

Nome:

 

Email:

 


Siga-nos

facebook
twitter
instagram
google+
youtube
orkut
blogger

A história das ruas da região na web

15/03/2013 - noticias /Edição 1615

 

Com 14 bairros, a Ilha do Governador conta com centenas de ruas, praças e logradouros. Para saciar a curiosidade de quem se pergunta qual a origem dos nomes a todos esses lugares, o insulano João Carlos Cardoso criou o fotolog Toponímia Insulana e publica na internet um histórico da origem de cada uma.
 
No ar desde julho de 2012, já foram publicados no fotolog a origem de 244 logradouros da região. As ruas dos bairros Cocotá e Tauá, por exemplo, já foram totalmente catalogadas por João que costuma publicar no conteúdo a imagem de um mapa marcando exatamente onde se localiza o logradouro. Ao lado do texto é reproduzido o retrato da pessoa que dá nome ou uma foto ilustrativa como brasões, bandeiras e objetos.
 
– Eu sempre tive essa curiosidade e sei que a maioria das pessoas não faz ideia de quem são as pessoas ou o significado do nome das ruas onde vivem. Em algumas placas, há uma explicação, mas são poucas. Uma das primeiras ruas que descobri o significado foi a Rua Chapot Prevost, na Freguesia. Tenho um amigo que mora no local e descobrimos que Chapot era um médico brasileiro e foi um dos pioneiros na cirurgia de separação de gêmeos siameses. Achei tão surpreendente, que foi a partir daí que quis mesmo botar em prática a ideia de publicar o significado dos nomes das ruas da Ilha – explica João Carlos, que trabalha como jornalista e mora na Ilha desde que nasceu há 41 anos.
 
A principal fonte de pesquisa de João é a internet, mas em alguns casos como ruas ou praças que levam nomes de artistas plásticos, ele recebe ajuda do Museu de Artes Plásticas do Rio. 
 
– Uso a internet com cautela, pesquiso em várias fontes porque até mesmo na Wikipedia, que é o principal dicionário da web, sei que há erros. Para ter certeza das informações, procuro entrar em contato com algum parente da pessoa, como o caso da Rua Kátia Romano, na Portuguesa. Procurei o seu ex-marido Marcelo Romano, coordenador de projetos sociais na região, e ele forneceu as informações. O Museu de Artes Plásticas também me atende e foi lá que consegui os dados sobre a Praça Manoel Madruga, no Tauá, e a Rua Raul Devesa, no Jardim Guanabara, por exemplo. Cheguei a entrar em contato com um bisneto do pintor Raul Devesa, para conseguir uma foto, e ele nem sabia que havia uma rua na Ilha que homenageia o bisavô – conta João, acrescentando que as publicações com nomes de ruas de pessoas que moraram na Ilha são as que dão mais visualizações ao fotolog.
 
O atual desafio do João é descobrir mais informações sobre a origem do desembargador Martinho Garcez, que dá nome a uma rua no Jardim Guanabara. “Sei que o magistrado foi presidente do Tribunal de Justiça do Rio, quando era estado da Guanabara, em l965, e consegui uma foto, ainda que em baixa resolução. Mas não sei onde ele nasceu e faleceu. Estou à procura de pessoas que tenham livros que ele publicou para tentar achar essas informações no prefácio. Pedi ajuda aos leitores e amigos do facebook”, comenta João Carlos. Para ver as ruas publicadas e saber mais sobre outras, acesse: fotolog.terra.com.br/toponimiainsulana. 







Veja Também

Caminhada pelos autistas reúne 2 mil - A segunda caminhada pela conscientização e direitos do autista realizada na Praia da Bica, no último domingo (12) superou as expectativas dos organizadores.Cerca de duas mil pessoas participaram do evento que começou perto da tradicional biquinha com a execução do hino nacional.Segundo a fundadora do Grupo Compartilha, Elaine Brandão, foi um dia de vitória para a causa do autismo.

Mato e drogados tomam conta de praça - A praça localizada aos fundos do Ilha Plaza Shop- ping e distante apenas uma quadra da sede da subprefeitura está completamente abandonada. O mato já ocupou o lugar da grama e da rua não é possível visualizar os brinquedos e o campo de futebol. Para os moradores, a praça é um dos maiores problemas do bairro Nova Morada. Além de abandonada e sem nenhuma ação de conservação é, segundo moradores, habitualmente frequentada por usuários de drogas. À noite se torna uma espécie de motel a céu aberto.

Mobilidade urbana é um caos na Ilha - Os moradores da Ilha que dependem de transporte público vivem reclamando da baixa qualidade do serviço, sobretudo, os que utilizam os ônibus. Segundo os usuários são ônibus velhos, sucateados, sujos, com baratas, sempre cheios e quentes. Os protestos não param por aí. De acordo com Lorrayne dos Santos, moradora da Vila Joaniza e que trabalha no Centro é comum às conduções passarem lotadas, geralmente excedendo a capacidade limite permitida.

Bianca Leão é a Rainha da União da Ilha -

Calçada da orla desaba na Praia da Bica - Um trecho do calçadão da Praia da Bica que fica entre os quiosques Sushiro e Mister México, desabou de uma altura de três metros nas areias da Praia da Bica e virou um monte de entulho de concreto. O jornal Ilha Notícias já havia denunciado o problema há cerca de um mês, na coluna “Boca no Trombone” publicada na edição do dia 13 de março. A causa pode ter sido a falta de reparos quando o trecho começou a apresentar rachaduras e afundamentos,há várias semanas, devido a infiltrações e a ação da maré alta.

Domingo tem caminhada na Praia da Bica - Neste domingo (12) pela manhã, a Praia da Bica vai ser palco da segunda caminhada em prol da conscientização e direitos do autista.


Edição 1724
Leia


Edições anteriores





Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras

Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras

Poll ID 0 does not exist.


 

Copyright© 2010 Ilha Notícias. Todos os Direito Reservados.
Este material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuido sem prévia autorização.