Assinatura Virtual

Cadastra-se e receba toda semana em seu e-mail o Ilha Notícias On-line.

Newsletter

Nome:

 

Email:

 


 

Nome:

 

Email:

 


Siga-nos

facebook
twitter
instagram
google+
youtube
blogger

A história das ruas da região na web

15/03/2013 - noticias /Edição 1615

 

Com 14 bairros, a Ilha do Governador conta com centenas de ruas, praças e logradouros. Para saciar a curiosidade de quem se pergunta qual a origem dos nomes a todos esses lugares, o insulano João Carlos Cardoso criou o fotolog Toponímia Insulana e publica na internet um histórico da origem de cada uma.
 
No ar desde julho de 2012, já foram publicados no fotolog a origem de 244 logradouros da região. As ruas dos bairros Cocotá e Tauá, por exemplo, já foram totalmente catalogadas por João que costuma publicar no conteúdo a imagem de um mapa marcando exatamente onde se localiza o logradouro. Ao lado do texto é reproduzido o retrato da pessoa que dá nome ou uma foto ilustrativa como brasões, bandeiras e objetos.
 
– Eu sempre tive essa curiosidade e sei que a maioria das pessoas não faz ideia de quem são as pessoas ou o significado do nome das ruas onde vivem. Em algumas placas, há uma explicação, mas são poucas. Uma das primeiras ruas que descobri o significado foi a Rua Chapot Prevost, na Freguesia. Tenho um amigo que mora no local e descobrimos que Chapot era um médico brasileiro e foi um dos pioneiros na cirurgia de separação de gêmeos siameses. Achei tão surpreendente, que foi a partir daí que quis mesmo botar em prática a ideia de publicar o significado dos nomes das ruas da Ilha – explica João Carlos, que trabalha como jornalista e mora na Ilha desde que nasceu há 41 anos.
 
A principal fonte de pesquisa de João é a internet, mas em alguns casos como ruas ou praças que levam nomes de artistas plásticos, ele recebe ajuda do Museu de Artes Plásticas do Rio. 
 
– Uso a internet com cautela, pesquiso em várias fontes porque até mesmo na Wikipedia, que é o principal dicionário da web, sei que há erros. Para ter certeza das informações, procuro entrar em contato com algum parente da pessoa, como o caso da Rua Kátia Romano, na Portuguesa. Procurei o seu ex-marido Marcelo Romano, coordenador de projetos sociais na região, e ele forneceu as informações. O Museu de Artes Plásticas também me atende e foi lá que consegui os dados sobre a Praça Manoel Madruga, no Tauá, e a Rua Raul Devesa, no Jardim Guanabara, por exemplo. Cheguei a entrar em contato com um bisneto do pintor Raul Devesa, para conseguir uma foto, e ele nem sabia que havia uma rua na Ilha que homenageia o bisavô – conta João, acrescentando que as publicações com nomes de ruas de pessoas que moraram na Ilha são as que dão mais visualizações ao fotolog.
 
O atual desafio do João é descobrir mais informações sobre a origem do desembargador Martinho Garcez, que dá nome a uma rua no Jardim Guanabara. “Sei que o magistrado foi presidente do Tribunal de Justiça do Rio, quando era estado da Guanabara, em l965, e consegui uma foto, ainda que em baixa resolução. Mas não sei onde ele nasceu e faleceu. Estou à procura de pessoas que tenham livros que ele publicou para tentar achar essas informações no prefácio. Pedi ajuda aos leitores e amigos do facebook”, comenta João Carlos. Para ver as ruas publicadas e saber mais sobre outras, acesse: fotolog.terra.com.br/toponimiainsulana. 







Veja Também

Portuguesa tem novo técnico para a Copa Rio - Começou bem a trajetória da Portuguesa na Copa Rio 2016. Após encerrar participação no Brasileiro da Série D, a diretoria da Lusa resolveu trocar o comando técnico. Didinho deu lugar a Nelson Rodrigues que assumiu o cargo na semana passada. Atual vice-campeã do torneio, o time insulano está na 2ª posição do grupo A com 4 pontos somados, empatado com o líder.

Food Trucks ao lado do Ilha Plaza - Tendência gastronômica dos Estados Unidos que virou moda no Brasil, os Food Trucks vão estar nesse final de semana na pracinha ao lado da saída lateral do 3º piso de lojas Ilha Plaza. Ou seja, de sexta (26) a domingo do meio-dia às 22h, os clientes do shopping e a população insulana tem uma nova oportunidade para saborear delícias gastronômicas e as cervejas artesanais, que essas feiras costumam oferecer.

PX Clube Amigos da Ilha está de volta - No último dia 31 de julho um grupo de radioamadores, acompanhados de seus familiares se reuniram na sede da entidade para celebrar uma nova etapa do clube. Os macanudos querem resgatar a tradição do rádio apenas como um hobby e aproveitar as amizades para gerar projetos sociais em benefício da sociedade

Não tem data para recomeçar obra em encosta que matou uma pessoa - O dia 6 de abril de 2010 ainda não acabou para os moradores da Estrada Rio Jequiá, no trecho próximo ao 17° BPM e da Rua Pracinha Cesário Aguiar. Há 6 anos, cerca de 37 imóveis foram interditados, devido a uma forte chuva que culminou no desmoronamento de parte da encosta mantando uma pessoa. Passado todo esse tempo, as casas permanecem interditadas, os impostos continuaram a ser cobrados, mas as obras de proteção para evitar novos deslizamentos paralisaram e, não tem data para recomeçar.

Freguesia agora é point de lazer - Depois de revitalizada, a orla da Praia da Guanabara, na Freguesia, registra um aumento considerável de pessoas que voltaram a utilizar o espaço como point de lazer.

Camarões em abundância no Galeão apesar da poluição - Cerca de 30 pescadores que trabalham na Praia de São Bento, nas proximidades do Restaurante Siri do Galeão, comemoram a temporada de camarões recolhendo cerca de 15 quilos do crustáceo todos os dias. Eles estão há cerca de 30 anos no local, e a renda obtida com a venda dos camarões é suficiente para sustentar suas famílias e manter uma vida digna. O grupo reclama da sujeira nas areias e da poluição das águas da Baía de Guanabara, mas, ainda assim, comemora a fartura de peixes e crustáceos. Nos últimos meses, os pescadores estão ajudando, com peixes, os moradores de rua que não têm o que comer e dormem embaixo do viaduto.


Edição 1795
Leia


Edições anteriores





Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras

Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras