Assinatura Virtual

Cadastra-se e receba toda semana em seu e-mail o Ilha Notícias On-line.

Newsletter

Nome:

 

Email:

 


 

Nome:

 

Email:

 


Siga-nos

facebook
twitter
instagram
google+
youtube
blogger

A história das ruas da região na web

15/03/2013 - noticias /Edição 1615

 

Com 14 bairros, a Ilha do Governador conta com centenas de ruas, praças e logradouros. Para saciar a curiosidade de quem se pergunta qual a origem dos nomes a todos esses lugares, o insulano João Carlos Cardoso criou o fotolog Toponímia Insulana e publica na internet um histórico da origem de cada uma.
 
No ar desde julho de 2012, já foram publicados no fotolog a origem de 244 logradouros da região. As ruas dos bairros Cocotá e Tauá, por exemplo, já foram totalmente catalogadas por João que costuma publicar no conteúdo a imagem de um mapa marcando exatamente onde se localiza o logradouro. Ao lado do texto é reproduzido o retrato da pessoa que dá nome ou uma foto ilustrativa como brasões, bandeiras e objetos.
 
– Eu sempre tive essa curiosidade e sei que a maioria das pessoas não faz ideia de quem são as pessoas ou o significado do nome das ruas onde vivem. Em algumas placas, há uma explicação, mas são poucas. Uma das primeiras ruas que descobri o significado foi a Rua Chapot Prevost, na Freguesia. Tenho um amigo que mora no local e descobrimos que Chapot era um médico brasileiro e foi um dos pioneiros na cirurgia de separação de gêmeos siameses. Achei tão surpreendente, que foi a partir daí que quis mesmo botar em prática a ideia de publicar o significado dos nomes das ruas da Ilha – explica João Carlos, que trabalha como jornalista e mora na Ilha desde que nasceu há 41 anos.
 
A principal fonte de pesquisa de João é a internet, mas em alguns casos como ruas ou praças que levam nomes de artistas plásticos, ele recebe ajuda do Museu de Artes Plásticas do Rio. 
 
– Uso a internet com cautela, pesquiso em várias fontes porque até mesmo na Wikipedia, que é o principal dicionário da web, sei que há erros. Para ter certeza das informações, procuro entrar em contato com algum parente da pessoa, como o caso da Rua Kátia Romano, na Portuguesa. Procurei o seu ex-marido Marcelo Romano, coordenador de projetos sociais na região, e ele forneceu as informações. O Museu de Artes Plásticas também me atende e foi lá que consegui os dados sobre a Praça Manoel Madruga, no Tauá, e a Rua Raul Devesa, no Jardim Guanabara, por exemplo. Cheguei a entrar em contato com um bisneto do pintor Raul Devesa, para conseguir uma foto, e ele nem sabia que havia uma rua na Ilha que homenageia o bisavô – conta João, acrescentando que as publicações com nomes de ruas de pessoas que moraram na Ilha são as que dão mais visualizações ao fotolog.
 
O atual desafio do João é descobrir mais informações sobre a origem do desembargador Martinho Garcez, que dá nome a uma rua no Jardim Guanabara. “Sei que o magistrado foi presidente do Tribunal de Justiça do Rio, quando era estado da Guanabara, em l965, e consegui uma foto, ainda que em baixa resolução. Mas não sei onde ele nasceu e faleceu. Estou à procura de pessoas que tenham livros que ele publicou para tentar achar essas informações no prefácio. Pedi ajuda aos leitores e amigos do facebook”, comenta João Carlos. Para ver as ruas publicadas e saber mais sobre outras, acesse: fotolog.terra.com.br/toponimiainsulana. 







Veja Também

Marchione assume Vila Olímpica - O insulano Allan Marchione, 29, desde o início do mês de abril é o novo administrador da Vila Olímpica Nilton Santos. Formado em sociologia e pós-graduado em Política e Planejamento Urbano pela UFRJ, Allan recebeu o convite para o cargo do deputado federal Rodrigo Maia e do vereador César Maia, políticos que já conhecem seu trabalho e confiaram a gestão do complexo esportivo.

Jogos dos Guerreiros une fé e esporte na Praia da Bica - Em comemoração ao Dia de São Jorge, no último sábado (23) aconteceu na Praia da Bica à primeira edição dos “Jogos dos Guerreiros”. O evento teve início às 9h e centenas de insulanos participaram durante todo o dia das diversas atividades promovidas nas areias da praia.

Lona Renato Russo pede socorro - Há cerca de cinco meses a Lona Cultural Renato Russo está sendo administrada pela Ong Instituto Usina Social e, de acordo com a equipe que assumiu o equipamento, embora as condições físicas encontradas tenham sido precárias as oficinas culturais retomaram as atividades.

Conscientização durante mergulho - Um mutirão de conscientização ambiental está sendo realizado periodicamente com a participação de voluntários, sobretudo moradores da Colônia de Pescadores Z-10. A iniciativa faz parte de um projeto ecológico denominado “Mutirão de Limpeza de Praias com Mergulho”, cujos idealizadores são o biólogo César Bernardo e o instrutor de mergulho Luiz Carlos do Nascimento. As aulas de mergulho proporcionam aos alunos a oportunidade de constatar os danos ao meio ambiente, sobretudo no fundo da Baía de Guanabara.

Botafogo joga o Brasileirão na Ilha - O estádio da Portuguesa está de volta ao cenário dos jogos da série A do Campeonato Brasileiro. Na quarta (27), em reunião do Conselho Deliberativo, os conselheiros da Lusa aprovaram por unanimidade um contrato de parceria com o Botafogo, cujo objetivo é uma reforma parcial no Estádio Luso Brasileiro. O campo vai ser palco de todos os jogos com mando do Botafogo durante o Brasileirão de 2016.

Perigo na ciclofaixa da Praia da Bica - As ciclofaixas existentes em ambos os lados da Praia da Bica voltam a ser questionadas pelos ciclistas da região. As faixas vermelhas destinadas a quem trafega de bicicleta pela orla tem sido alvo de duras críticas com relação à segurança dos usuários.


Edição 1778
Leia


Edições anteriores





Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras

Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras