Assinatura Virtual

Cadastra-se e receba toda semana em seu e-mail o Ilha Notícias On-line.

Newsletter

Nome:

 

Email:

 


 

Nome:

 

Email:

 


Siga-nos

facebook
twitter
instagram
google+
youtube
orkut
blogger

A história das ruas da região na web

15/03/2013 - noticias /Edição 1615

 

Com 14 bairros, a Ilha do Governador conta com centenas de ruas, praças e logradouros. Para saciar a curiosidade de quem se pergunta qual a origem dos nomes a todos esses lugares, o insulano João Carlos Cardoso criou o fotolog Toponímia Insulana e publica na internet um histórico da origem de cada uma.
 
No ar desde julho de 2012, já foram publicados no fotolog a origem de 244 logradouros da região. As ruas dos bairros Cocotá e Tauá, por exemplo, já foram totalmente catalogadas por João que costuma publicar no conteúdo a imagem de um mapa marcando exatamente onde se localiza o logradouro. Ao lado do texto é reproduzido o retrato da pessoa que dá nome ou uma foto ilustrativa como brasões, bandeiras e objetos.
 
– Eu sempre tive essa curiosidade e sei que a maioria das pessoas não faz ideia de quem são as pessoas ou o significado do nome das ruas onde vivem. Em algumas placas, há uma explicação, mas são poucas. Uma das primeiras ruas que descobri o significado foi a Rua Chapot Prevost, na Freguesia. Tenho um amigo que mora no local e descobrimos que Chapot era um médico brasileiro e foi um dos pioneiros na cirurgia de separação de gêmeos siameses. Achei tão surpreendente, que foi a partir daí que quis mesmo botar em prática a ideia de publicar o significado dos nomes das ruas da Ilha – explica João Carlos, que trabalha como jornalista e mora na Ilha desde que nasceu há 41 anos.
 
A principal fonte de pesquisa de João é a internet, mas em alguns casos como ruas ou praças que levam nomes de artistas plásticos, ele recebe ajuda do Museu de Artes Plásticas do Rio. 
 
– Uso a internet com cautela, pesquiso em várias fontes porque até mesmo na Wikipedia, que é o principal dicionário da web, sei que há erros. Para ter certeza das informações, procuro entrar em contato com algum parente da pessoa, como o caso da Rua Kátia Romano, na Portuguesa. Procurei o seu ex-marido Marcelo Romano, coordenador de projetos sociais na região, e ele forneceu as informações. O Museu de Artes Plásticas também me atende e foi lá que consegui os dados sobre a Praça Manoel Madruga, no Tauá, e a Rua Raul Devesa, no Jardim Guanabara, por exemplo. Cheguei a entrar em contato com um bisneto do pintor Raul Devesa, para conseguir uma foto, e ele nem sabia que havia uma rua na Ilha que homenageia o bisavô – conta João, acrescentando que as publicações com nomes de ruas de pessoas que moraram na Ilha são as que dão mais visualizações ao fotolog.
 
O atual desafio do João é descobrir mais informações sobre a origem do desembargador Martinho Garcez, que dá nome a uma rua no Jardim Guanabara. “Sei que o magistrado foi presidente do Tribunal de Justiça do Rio, quando era estado da Guanabara, em l965, e consegui uma foto, ainda que em baixa resolução. Mas não sei onde ele nasceu e faleceu. Estou à procura de pessoas que tenham livros que ele publicou para tentar achar essas informações no prefácio. Pedi ajuda aos leitores e amigos do facebook”, comenta João Carlos. Para ver as ruas publicadas e saber mais sobre outras, acesse: fotolog.terra.com.br/toponimiainsulana. 







Veja Também

Creche precisa de ajuda - A Creche Pontes do Saber, localizada na Rua Cícero Rosa, 80, no Dendê, passa por dificuldades, e cerca de duzentas crianças assistidas pela entidade correm o risco de perder o amparo da instituição (almoço, lanches e orientação de higiene) que luta para permanecer no imóvel alugado.

O leão está de volta ao Zumbi - Depois de 579 dias ausente da Pracinha do Zumbi um novo Leão foi colocado no lugar do antigo que era de concreto e foi destruído por uma Kombi, à serviço da prefeitura que ficou desgovernada durante a madrugada do dia 22 de junho. Após centenas de críticas em jornais e redes sociais sobre a falta que o leão fazia aos moradores do Zumbi, cinco moradores da Ilha se cotizaram para comprar um novo leão, impacientes com a demora da prefeitura em recolocar um outro no local.

Dendê luta para ser campeão - Dedicação e trabalho são as palavras que caracterizam o carnaval que o Grêmio Recreativo Escola de Samba Acadêmicos do Dendê está preparando para o desfile do dia 16 de fevereiro na Intendente Magalhães. Com o enredo “A Ginga da Rainha”, a agremiação conta um pouco da história de Dona Ana de Souza, ou a Rainha Ginga a mulher guerreira que ganhou o título de Rainha de Ndongo e Matamba, estados vassalos do Reino do Kongo, na Angola.

Colônia de férias reúne 250 crianças - Todo mês de janeiro, há 24 anos, o professor de Educação Física Geraldo César Barbosa organiza uma das mais importantes colônias de férias da Ilha. Cesar conta com o apoio do 17º BPM, Escola Cuba e Jequiá Iate Clube. A colônia é destinada a crianças entre sete e 14 anos e aquelas com mais idade que tiveram boa participação nos anos anteriores são convidadas a integrar o grupo como monitores. A inscrição e participação são gratuitas e o projeto deste ano conta com cerca de 250 crianças, principalmente de comunidades da região.

Batuke escolhe seus destaques - O Bloco Carnavalesco Batuke de Batom realizou na tarde do domingo (25), a escolha do seu samba para este carnaval, cujo enredo é Tia Noêmia. Durante o evento foram coroados Vivian Cister e Willians Marins como rainha e rei da bateria. O bloco também elegeu suas musas e personalidades do carnaval de 2015.

União da Ilha empolga multidão durante ensaio de rua no Cacuia - O ensaio de rua da União da Ilha, realizado na quarta (21), nunca reuniu tanta gente nas calçadas para assistir a movimentação das alas e cantar, junto com Ito Melodia, o enredo de 2015 que fala da beleza.


Edição 1713
Leia


Edições anteriores





Isaac, O Fábio Jr. da Ilha do Governador

Isaac, O Fábio Jr. da Ilha do Governador

Poll ID 0 does not exist.


 

Copyright© 2010 Ilha Notícias. Todos os Direito Reservados.
Este material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuido sem prévia autorização.