Assinatura Virtual

Cadastra-se e receba toda semana em seu e-mail o Ilha Notícias On-line.

Newsletter

Nome:

 

Email:

 


 

Nome:

 

Email:

 


Siga-nos

facebook
twitter
instagram
google+
youtube
blogger

BaterIlha confia no talento de Keko e Marcelo

08/02/2019 - informativo-uniao-da-ilha /Edição 1923
Caixas, tamborins, chocalhos, surdos e triângulos são algumas peças chaves do espetáculo que a bateria, regida pelos mestres Keko e Marcelo, está preparando.  Após a saída do mestre Ciça, que ficou à frente da baterIlha por 4 anos, a agremiação escolheu essa dupla que já possui experiência no assunto. Ambos têm um extenso currículo azul, vermelho e branco.  

Keko Araújo conta que a sua história com a escola começou cedo, aos 12 anos de idade, quando resolveu, por conta própria, ir até a quadra da União fazer um teste para a escolinha de ritmista. Após ser aprovado no teste, começou a construir a sua história na escola ao lado do mestre Paulão, que faleceu em julho de 2018. Keko passou por ritmista da bateria e diretor, além de responsável pela escolinha de percussão da União da Ilha.  

Também sangue insulano, a história de Marcelo Santos, se mistura com a da escola. Cria da União da Ilha, frequenta o solo sagrado desde sete anos. Junto com os pais começou a desfilar na baterIlha em 2003 e desde então já passou por diversas áreas do segmento, manteve-se um tempo como diretor e agora assumiu o posto de mestre.  

Esse ano o segmento aposta em 13 diretores auxiliando os mestres, 280 ritmistas, para uma grande apresentação com uma dança combinada entre os mestres e a rainha Gracyanne Barbosa, com direito à uma paradinha feita por triângulos, remetendo ao xaxado do Ceará. Os responsáveis por dar ritmo à literatura de Rachel e Alencar vão representar o Padre Cícero.  

A escolinha de percussão da União, administrada por Keko e Bigode, é um sucesso. Esse ano cerca de 20 pessoas foram aprovadas e moldadas para fazerem parte do time de Keko e Marcelo.  

Os treinos do segmento são intensos e os resultados tem sido excelentes. Agora a escola intensifica os ensaios, mas já sonham as notas 10 no quesito. Vixi, Maria!




Veja Também

Informativo União da Ilha - Phelipe e Dandara: Estrelas do Carnaval

Missa de São Jorge será na capela - As atividades da União da Ilha para o próximo carnaval começam na terça, dia 23, quando a escola realiza a tradicional festa em comemoração ao Dia de São Jorge, santo padroeiro da escola. Na festividade haverá a missa campal, shows e feijoada. Além da apresentação da equipe de 2020.

União mantem Keko e Marcelo para 2020 - A União da Ilha divulgou por meio de suas redes sociais mais renovações para o carnaval de 2020. Os mestres de bateria Keko e Marcelo e o primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira, Phelipe Lemos e Dandara Ventapane.

Carta aberta do presidente Djalma Falcão - Costumo escutar e ler elogios e críticas em silêncio, enquanto ocupo meu tempo trabalhando, porém estamos chegando a um ponto de insanidade insuportável. Pessoas que usam as redes sociais para falar besteiras, os famosos “Boca de Bobagens”.

União renova com Dudu e Severo - O Carnaval de 2019 mal acabou e a União da Ilha já está trabalhando para o desfile do ano que vem. Essa semana foram anunciadas algumas renovações na agremiação. Um dos nomes é o experiente Dudu Azevedo que esteve à frente da direção de carnaval e harmonia da escola pela primeira vez. Reconhecido pelo ótimo trabalho durante toda a preparação para esse carnaval, Dudu foi o primeiro nome a ser anunciado a permanecer na equipe.

Desfile da União da Ilha empolga a Sapucaí e bateria atinge nota máxima - Vixi Maria! É isso que os insulanos têm a falar depois do belíssimo desfile realizado pela União da Ilha na segunda-feira de Carnaval. A escola deixou a Marquês de Sapucaí com a sensação de dever cumprido depois de pisar forte com alegorias imponentes e fantasias ricas, muito bem acabadas. A agremiação ficou em décimo lugar, colocação injusta de acordo com a opinião popular que avaliou positivamente a apresentação e comparou com a do carnaval de 2014, quando a União conquistou o 4º lugar.


Edição 1933
Leia


Edições anteriores





Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras

Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras