Assinatura Virtual

Cadastra-se e receba toda semana em seu e-mail o Ilha Notícias On-line.

Newsletter

Nome:

 

Email:

 


 

Nome:

 

Email:

 


Siga-nos

facebook
twitter
instagram
google+
youtube
blogger

Ney Filardi se despede da União

06/04/2018 - informativo-uniao-da-ilha /Edição 1879
Terminando o seu ciclo de 11 anos à frente da presidência da União da Ilha, Ney Filardi se pronunciou através da página oficial da escola para se despedir dos componentes e da comunidade insulana. A despedida oficial será no domingo (8), durante a eleição, quando o atual vice-presidente Djalma Falcão deve ser eleito por aclamação. 
 
Marcado por grandes conquistas desde quando assumiu a escola em 2008, Ney, se destacou pela competência e firmeza na administração. Ele assumiu a escola quando a União passava por um momento difícil e as dívidas preocupavam a agremiação. 
 
— Ao longo do meu primeiro triênio realizei a reforma da quadra, a modernização do maquinário do barracão, compra de carros alegóricos, a regularização de algumas dívidas trabalhistas e ações civis, entre outras coisas — disse Ney. 
 
No começo da gestão, em 2009, a escola pisou forte na avenida com o enredo: “Viajar é preciso: Viagens extraordinárias através de mundos conhecidos e desconhecidos”, assinado pelo carnavalesco Jack Vasconcelos, e a União voltou ao grupo especial. 
 
Após duas décadas sem estar no desfiles das campeãs, a União da Ilha mudou, renovou e caminhou para frente. Em 2014 o quarto lugar foi garantido com o enredo “É brinquedo, é brincadeira. A Ilha vai levantar poeira”, desenvolvido pelo carnavalesco Alex de Souza. Nesse ano a Ilha fez história novamente com um belíssimo e moderno desfile. 
 
Entre diversas destaques da gestão de Ney, pode-se apontar a fundação da escola mirim, Cavalinhos Marinhos da Ilha e a construção da capela de São Jorge que fica no estacionamento da escola. 
 
Na sua carta de despedida, Ney Filardi diz que errou, como a escolha do enredo sobre as olimpíadas em 2016. 
 
— Termino o meu mandato muito triste por não ter dado à Ilha, o tão sonhado título de campeã do carnaval do Grupo Especial, mas as pessoas mais próximas sabem como tentei e lutei! Tem coisas que independem de nossas vontades — disse Ney. 





Edição 1881
Leia


Edições anteriores





Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras

Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras