Assinatura Virtual

Cadastra-se e receba toda semana em seu e-mail o Ilha Notícias On-line.

Newsletter

Nome:

 

Email:

 


 

Nome:

 

Email:

 


Siga-nos

facebook
twitter
instagram
google+
youtube
blogger

Nascimento é exemplo de cidadão

23/11/2018 - gente-da-ilha /Edição 1912
Com oito décadas de vida, festejados no início de novembro, Jorge Nascimento é um insulano alegre, de bom coração e um grande fazedor de amigos. Casado há 52 anos com Maria Viana, ele chegou à Ilha em 1969, para morar na da Portuguesa, de onde não saiu mais, e acompanhou toda evolução do bairro durante esses anos.
 
Natural do Méier, da Rua Castro Alves, Jorge conta que teve uma infância bem difícil e que precisou ir à luta desde cedo para ajudar no sustento de casa. Do pai Gastão Pereira garante que carrega as maiores heranças que um pai pode deixar: a sinceridade e a honestidade. 

- Desde cedo papai me ensinou que dinheiro era muito bom, mas dinheiro com veneno mata. Nada na vida é melhor do que ser honesto. Seguindo esses princípios, cresci trabalhando, e com 12 anos não tive medo de ir às ruas do Méier com uma caixa de engraxate na mão para garantir o meu pão de cada dia. 

Aos 18 anos, Jorge diz teve uma das maiores experiências da vida, que foi servir ao Exército Brasileiro. Segundo ele, todo homem deveria servir a pátria para aprender valores morais de vida que só o quartel pode ensinar. Arrependeu-se de ter ficado apenas dois anos, mas garante que neste tempo ganhou sabedoria e aprendeu a dar importância à hierarquia. 

Sua relação afetuosa com a Ilha do Govenador ganhou força com  Associação Atlética Portuguesa. Desde 1974, criou um grande vínculo com o clube, igual ao seu time de infância, o Flamengo, e quer levar esse amor até o fim da vida. No coração também tem um espaço para a ACM, clube na qual é associado. 

- Graças a Deus sempre obtive um bom relacionamento por todos os lugares que passo na Ilha. E como diz o cantor Roberto Carlos, quero ter milhões de amigos. Agradeço a todos esses três clubes, pelos quais tenho um imenso carinho. 

Jorge formou-se em administração, mas jamais exerceu a profissão. Atualmente é funcionário público estadual aposentado. Durante a vida, sempre fez questão de mostrar sua grande fé a Deus. Católico, frequenta a Capela Nossa Senhora das Graças, no Galeão, e tem no padre Valmir Silvano, seu guia espiritual. 
Jorge Nascimento não esconde a alegria de ter educado bem os seus três filhos Jorge Collares, Marco Aurélio e Ana Paula. Quem pensa que Jorge é devagar, engana-se. Todos os dias, às 6h da manhã, já está de pé, firme e forte, para uma nova caminhada de 6 km no Corredor Esportivo. 

Contar um pouco da história desse insulano de coração é uma missão cheia de ensinamentos, de boas atitudes e de bom caráter. Jorge é um vencedor que aprendeu a arte de entender que a vida cercada de amizades é um dos maiores patrimônios do ser humano. Ser seu amigo é um privilégio.

Com um espírito alegre e acolhedor, Jorge Nascimento é o tipo de cidadão que só procura fazer o bem. Enfrenta os problemas através da fé e da oração. É um insulano realizado, que escreveu e continua escrevendo uma linda história de vida participativa e cheia belas atitudes e bons exemplos. É Gente da Ilha!




Veja Também

O presidente do Vasco é insulano - Médico conceituado e presidente de um dos maiores clubes do Brasil, esse é um resumo do perfil do insulano Alexandre Campello, um sujeito educado e preparado, que desde janeiro de 2018 ocupa o cargo mais alto do Clube de Regatas Vasco da Gama. Aos 59 anos, ele vive uma vitoriosa história de que une a paixão de infância ao importante cargo que ocupa.

Catito prefere pescar piraúna na Baía - O galo nem sonhou em cantar e Francisco Roberto já está com o material de pesca dentro do barco e os remos nas mãos para navegar pelas águas da Baía de Guanabara, sempre por perto da orla da Ilha do Governador, em busca do sustento da família. Ele sai de madrugada e volta à noite quase sempre com o barco cheio de peixes. Catito, como é conhecido, é pescador experiente e vive há 50 anos da pesca comercial.

Um barbeiro à moda antiga no Moneró - O tradicional Salão Tubiacanga, localizado na Estrada de Tubiacanga, ao lado da Drogaria Mais Barato é onde o barbeiro Casimiro Del Rio trabalha há mais de 50 anos. Ele é o dono do salão e um craque da tesoura e da navalha cuja experiência faz a diferença para quem gosta de um serviço perfeito e bom papo.

Manoel descobriu a magia do cuscuz - Ele já foi ajudante de pedreiro, segurança no aeroporto e trabalhou em banco. Mas, Seu Manoel, ganha a vida mesmo, há 30 anos, vendendo um delicioso cuscuz doce em frente à loja das Casas Bahia, no Cacuia. De segunda a sexta, Manoel acorda cedo e com ajuda da esposa apronta o tabuleiro de cuscuz que começa a ser vendido às 11h.

Padre Valmir conquista a Ilha - Carisma, alegria e bom humor são algumas das virtudes do Padre Valmir, que há cinco anos conquista fiéis na capela de Nossa Senhora das Graças, localizada na Vila dos Oficiais da Aeronáutica, do Galeão. Com uma comunicação moderna que toca a sensibilidade dos corações cristãos, ele mudou a rotina da capela, que hoje recebe cerca 400 fiéis nas missas, muito além da capacidade de 100 lugares.


Edição 1933
Leia


Edições anteriores





Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras

Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras