Assinatura Virtual

Cadastra-se e receba toda semana em seu e-mail o Ilha Notícias On-line.

Newsletter

Nome:

 

Email:

 


 

Nome:

 

Email:

 


Siga-nos

facebook
twitter
instagram
google+
youtube
blogger

Bendas comanda a educação na Ilha

17/08/2018 - gente-da-ilha /Edição 1898
Quando o assunto é educação na Ilha, a professora Tania Bendas, 53, ocupa uma posição de destaque. Experiente, construiu ao longo de 32 anos uma sólida carreira como professora na rede municipal de ensino, e exercendo a função de diretora da Escola Municipal Padre José de Anchieta, no Jardim Guanabara. A experiência bem sucedida, a credenciou para ocupar o cargo de Coordenadora da 11° Coordenadoria Regional de Educação (CRE) da Ilha do Governador, no atual governo da cidade. 

Nascida na Penha, Tania chegou à Ilha do Governador aos 12 anos, ao lado dos pais Alberto e Edir e dos três irmãos para morar no Jardim Guanabara. Na infância, a diversão preferida era dar aulas para as bonecas. 

Sempre aplicada e estudiosa, tinha boas notas na escola, e aos 14 anos já tinha concluído o ginásio, atual ensino fundamental II. Não demorou a se formar no ensino médio e, logo que concluiu, por influencia da mãe, fez o Curso Normal para se tornar apta a lecionar na educação infantil e nos primeiros anos do ensino fundamental. Foi o começo de uma longa trajetória de sucesso na área da educação pública. 

— A minha mãe Edir não exercia a profissão, mas para ajudar aos mais carentes dava aulas particulares de reforço escolar, como explicadora. Eu senti que possuía essa vocação, e não tive dúvidas em realizar esse sonho — conta Tania, que se formou em pedagogia pelo Instituto Isabel, na Tijuca. 

Em 1986, Tania, prestou concurso público para professora do município e passou. A sua carreira se consolidou na Escola Municipal Padre José de Anchieta, onde durante 17 anos trabalhou como professora regente e dez como diretora. Em 2008, voltou a estudar e fez Pós Graduação na UFF, na área de Empreendedorismo de Gestão e Educação. Em 2013 recebeu o convite da Secretaria Municipal de Educação (SME) para coordenar a 11°CRE da Ilha, cargo que ocupa até hoje, com competência. 

— A CRE da Ilha do Governador atende 43 unidades, entre escolas, creches e espaços de desenvolvimento infantil. O órgão é o elo entre a SME e as escolas. O objetivo ampliar o relacionamento e o diálogo com as diretoras, valorizar os projetos das escolas e manter um canal aberto com os pais dos 16 mil alunos matriculados na rede municipal de ensino da Ilha. 

Casada com Henrique Leardini, Tania Bendas tem dois filhos que são motivos de orgulho: Natalia de Souza, 27, formada em psicologia e Rafael, 22, estudante de ciência da computação. Como uma boa professora, Bendas é aficionada por livros e admira autores brasileiros, como Paulo Freire e Tedesco. O livro de cabeceira, ela não faz mistério, é “O Menino do Dedo Verde”, um livro infanto-juvenil que conta a história de um menino especial que onde tocava o dedinho fazia florescer. 

Tânia Bendas é um exemplo de excelente profissional, mãe e esposa atenciosa. Exerce um cargo público importante na área da educação e que estabelece a direção do futuro para milhares de jovens alunos. É defensora do ensino público municipal de qualidade. Uma mulher forte e virtuosa que merece ser admirada pelo trabalho sério e a serenidade como trata os desafios. É gente da Ilha!




Veja Também

Manoel descobriu a magia do cuscuz - Ele já foi ajudante de pedreiro, segurança no aeroporto e trabalhou em banco. Mas, Seu Manoel, ganha a vida mesmo, há 30 anos, vendendo um delicioso cuscuz doce em frente à loja das Casas Bahia, no Cacuia. De segunda a sexta, Manoel acorda cedo e com ajuda da esposa apronta o tabuleiro de cuscuz que começa a ser vendido às 11h.

Padre Valmir conquista a Ilha - Carisma, alegria e bom humor são algumas das virtudes do Padre Valmir, que há cinco anos conquista fiéis na capela de Nossa Senhora das Graças, localizada na Vila dos Oficiais da Aeronáutica, do Galeão. Com uma comunicação moderna que toca a sensibilidade dos corações cristãos, ele mudou a rotina da capela, que hoje recebe cerca 400 fiéis nas missas, muito além da capacidade de 100 lugares.

Nascimento é exemplo de cidadão - Com oito décadas de vida, festejados no início de novembro, Jorge Nascimento é um insulano alegre, de bom coração e um grande fazedor de amigos. Casado há 52 anos com Maria Viana, ele chegou à Ilha em 1969, para morar na da Portuguesa, de onde não saiu mais, e acompanhou toda evolução do bairro durante esses anos.

O pediatra que todos gostam - O insulano de coração Joaquim Pinheiro Soares, 70, tem a sua história de vida ligada à medicina, especialmente aos cuidados com as crianças. Pediatra, Joaquim nasceu no Catumbi, onde passou 27 anos até se mudar em para a Ilha do Governador, região que ele abraçou e se dedica há mais de 20 anos, no atendimento do Hospital Paulino Werneck referência de eficiência.

Pedro, o craque no futebol de botão - Nascido em Muritiba, no interior da Bahia, desde cedo, Pedro Carlos, conhece às dificuldades impostas pela vida. Logo aos oito anos embarcou em um ônibus sozinho rumo ao Rio de Janeiro ao encontro de sua mãe Joselita Silva no carnaval de 1962. Com o endereço errado, ficou um mês na casa de um senhor que lhe acolheu perdido na rua até encontrar a mãe.

Malaguetta é referência em qualidade - Nascido e criado em Cascadura, Robson Olímpio, 43 anos, chegou à Ilha do Governador em 2002 e foi morar no Jardim Guanabara. Ele credita aos pais Romildo Cordeiro e Glória Olímpio, a postura, vontade de trabalhar e a seriedade. Não esconde as dificuldades vividas na infância ao lado dos seus irmãos mais velhos Marcelo e Márcia. Mas, determinado a vencer e com os bons exemplos de casa, estudou e se preparou para se tornar um empreendedor de sucesso.


Edição 1920
Leia


Edições anteriores





Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras

Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras