Assinatura Virtual

Cadastra-se e receba toda semana em seu e-mail o Ilha Notícias On-line.

Newsletter

Nome:

 

Email:

 


 

Nome:

 

Email:

 


Siga-nos

facebook
twitter
instagram
google+
youtube
blogger

Professor Nahum é referência na Ilha

07/07/2017 - gente-da-ilha /Edição 1840
Quando se fala em educação e esporte na Ilha, com certeza o professor Nahum (61), faz parte da história de muitos insulanos. Disciplinador, o professor de educação física há 39 anos se dedica a preparar gerações de crianças e adolescentes para o futuro.  

Nascido em Nova Iguaçu, ele tem nos seus pais Manoel Fernandes e Esmeraldina Conceição a referência das virtudes necessárias de caráter e ética que carrega pela vida. Nahum relembra a infância bem pobre que teve, onde cuidava dos três irmãos mais novos, enquanto o pai e a mãe trabalhavam. Foi através do esporte, bem cedo, que Nahum encontrou a fortaleza para guiar seus rumos. 

— Meus pais trabalhavam arduamente para manter a casa, e com muito amor eu cuidava dos meus irmãos. Tive o privilégio de estudar no Colégio Leopoldo, local que eu trabalhava como inspetor-mirim em troca da matrícula. Lá aprendi a gostar de esportes. Pratico a maioria deles, volêi, basquete, futebol, futsal, tênis e, na medida do possível, transmito esse gosto e aprendizado.

Logo aos 16 anos com o ensino médio já concluído, o professor Nahum ingressou na carreira militar cursando a escola de especialistas. Ao mesmo tempo cumpria as obrigações militares e cursava as faculdades de educação física e matemática, além de participar como atleta da seleção de vôlei da FAB. 

Em 1978, já como professor foi designado para dar aulas no Colégio Brigadeiro Newton Braga e no Cassino da Aeronáutica, no Galeão, ano em que se mudou para a Ilha e nunca mais saiu. 

No Newton Braga foram mais de 20 anos lecionando. Na época, simultaneamente, coordenava as atividades de educação física no Iate Clube Jardim Guanabara e dava aulas na ACM e Associação Atlética Portuguesa. 

— Cheguei ao Newton na década de 80 e posso falar com toda propriedade que ajudei a torná-lo um dos melhores colégios do Brasil, sempre levantando a bandeira do esporte. Saí de cabeça erguida e continuei minha carreira de professor na Ilha. Aposentei-me no Newton e dei aulas em diversos colégios da região, como Cambaúba, London, JGS, Freitas, Ponto de Partida e MV1, onde estou até hoje. 

Cristão, Nahum tem na família seu alicerce. Afirma que com amor e disciplina educou os filhos Felipe e Camila, que seguirão a carreira de médico e engenharia, respectivamente. Sobre o futuro das pessoas, acredita que tudo começa na educação infantil, período da vida que determina o processo de formação perfeita ou imperfeita. 

— É preciso que cuidemos muito bem das nossas crianças e adolescentes. Eles são o Brasil do amanhã. A educação dada aqui de maneira equivocada pode ser maléfica lá na frente. Com uma educação de respeito e projetos de inclusão ligados ao esporte garantiremos o futuro deles com sustentabilidade e segurança.
 
Virtudes como trabalhador, líder e disciplinador, são suas principais marcas. Além disso, o professor é um cidadão cujo rosto e atitudes transmitem tranquilidade e confiança, como garantem aqueles que já tiveram o privilégio de tê-lo como professor. De opinião forte e respeitada, vive uma carreira profissional ascendente e é referência para outros profissionais. Além de ser uma figura simpática e afável, Nahum tem um sorriso amável e está sempre pronto a orientar e ajudar quem busca seus conselhos. 






Veja Também

Fabinho é exemplo de superação - Fabinho, que mora na Ilha desde que nasceu, trabalha há mais de 17 anos como ajudante no Supermercado Mundial do Cacuia e é dono de uma alegria irreverente e um exemplo de superação para todos insulanos.

Um cantor e compositor eclético - A Ilha tem se destacado no cenário musical, lançando novos artistas representantes de vários gêneros musicais, pessoas que vivem realidades diferentes, mas que tem em comum a paixão pela música e a vontade de espalhar ao mundo a sua arte. Esse é o caso do ex-mecânico Marcelo de Moraes, que encontrou na música uma forma de contar a sua história.

Sempre acreditei nos meus sonhos - Celeiro de artistas renomados, a Ilha do Governador tem lançado grandes nomes no cenário musical. Atualmente quem se projeta como um dos maiores cantores de samba pop romântico nacional é o insulano Dilson Scher, que adotou o nome de Dilsinho, como é carinhosamente tratado pelos milhares de fãs. Aos 24 anos ele é sucesso nas rádios de todo o país, dono de uma voz inconfundível e canções que falam de amor, tema que tem conquistado cada vez mais fãs.

Músico incentiva o combate às drogas - Em 1971 nascia no sertão da Bahia Vangi Souza que ao completar seis meses de vida foi trazido para o Rio de Janeiro pelos seus pais, Antônio e Isabel, que decidiram tentar a sorte no Rio de Janeiro. Vieram direto para a Ilha do Governador, mais precisamente no bairro dos Bancários. Fois nas escolas Dunshe de Abrantes e Mendes de Moraes, que Vangi começou a criar as raízes para a leitura que anos mais tarde o tornaram um grande escritor.

Nure, uma voz que brilha na Ilha - A cantora Nureane Menezes, ou como é conhecida popularmente, Nure Guidah, é nascida em Santa Cruz e insulana de coração. Cresceu em Campo Grande, junto com os pais, Margarete Menezes de Souza e Samuel Ramos de Souza, que trabalhavam muito para sustentar a família. Por causa do trabalho dos pais, ela passava boa parte do dia com a sua avó, Margarida Menezes, que lhe ensinou a cantar e se portar nos palcos desde nova.


Edição 1843
Leia


Edições anteriores





Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras

Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras


 

Copyright© 2010 Ilha Notícias. Todos os Direito Reservados.
Este material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuido sem prévia autorização.