Assinatura Virtual

Cadastra-se e receba toda semana em seu e-mail o Ilha Notícias On-line.

Newsletter

Nome:

 

Email:

 


 

Nome:

 

Email:

 


Siga-nos

facebook
twitter
instagram
google+
youtube
blogger

Nure, uma voz que brilha na Ilha

26/05/2017 - gente-da-ilha /Edição 1834
A cantora Nureane Menezes, ou como é conhecida popularmente, Nure Guidah, é nascida em Santa Cruz e insulana de coração. Cresceu em Campo Grande, junto com os pais, Margarete Menezes de Souza e Samuel Ramos de Souza, que trabalhavam muito para sustentar a família. Por causa do trabalho dos pais, ela passava boa parte do dia com a sua avó, Margarida Menezes, que lhe ensinou a cantar e se portar nos palcos desde nova.
 
— Minha avó era cantora lírica, mas por causa do pensamento machista da época, meu avô nunca permitiu que ela fosse cantora. Eu me lembro bem de estar ajudando-a na arrumação da casa e ela me dava dicas de como se comportar no palco e eu ia cantando junto com ela pela casa. Sem dúvida minha veia musical veio através dela — relembra Nure.
 
Dona de uma voz inconfundível e que conquistou a Ilha, ela carrega no nome artístico uma homenagem à sua maior inspiração: Nure, que significa Luz, e Guidah, que era o apelido de sua avó Margarida, acrescentando apenas o "h" ao nome: Luz de Guida.
 
Formada como professora de história, espanhol e enfermeira, decidiu abandonar tudo e se dedicar apenas à música, com preferência ao ritmo do samba. De início, encontrou resistência entre familiares e amigos na sua decisão.
 
— Quando eu informei que iria largar tudo e encarar meus sonhos, as pessoas duvidaram. Em um mundo tão fechado como o do samba, uma mulher conseguir encarar a noite, realmente seria algo complicado, mas eu decidi ir em frente. Hoje em dia meus pais têm muito orgulho de quem eu me tornei — diz orgulhosa.
 
Sua primeira apresentação, na Ilha, foi na casa de shows Provisório Club, meio ao acaso. Na ocasião foi chamada a substituir um outro cantor. Durante o show um produtor achou sua voz excelente para o samba e a levou para apresentações nas rodas de samba e Nure nunca mais quis sair. 
 
— Os shows na Ilha, principalmente no antigo restaurante Ponta Pé Beach, que mudou de nome para Bom Demais Praia, projetaram a
minha carreira e foram a plataforma de lançamento para a vida artística. Hoje as pessoas reconhecem o meu trabalho e, sem dúvidas, devo isso ao público da Ilha do Governador que sempre aplaudiu as minhas apresentações, desde o começo da minha carreira.— afirmou Nure.
 
Atualmente, a cantora prepara um novo show que denominou “Laços de Fita”, com músicas recentes e com o qual pretende rodar o Brasil. Modesta, ela diz que dependendo do sucesso vai produzir o seu primeiro CD.
 
Nascida nos palcos insulanos, a simpática Nure Guidah decola da Ilha para brilhar em todo Brasil com a sua voz marcante e suave,
carregando a personalidade forte de quem sabe o que quer para atingir o sucesso nacional. Nure é gente da Ilha, cuja comunidade fica de 
pé diante do seu grande talento.



Veja Também

Fabinho é exemplo de superação - Fabinho, que mora na Ilha desde que nasceu, trabalha há mais de 17 anos como ajudante no Supermercado Mundial do Cacuia e é dono de uma alegria irreverente e um exemplo de superação para todos insulanos.

Um cantor e compositor eclético - A Ilha tem se destacado no cenário musical, lançando novos artistas representantes de vários gêneros musicais, pessoas que vivem realidades diferentes, mas que tem em comum a paixão pela música e a vontade de espalhar ao mundo a sua arte. Esse é o caso do ex-mecânico Marcelo de Moraes, que encontrou na música uma forma de contar a sua história.

Professor Nahum é referência na Ilha - Quando se fala em educação e esporte na Ilha, com certeza o professor Nahum (61), faz parte da história de muitos insulanos. Disciplinador, o professor de educação física há 39 anos se dedica a preparar gerações de crianças e adolescentes para o futuro.

Sempre acreditei nos meus sonhos - Celeiro de artistas renomados, a Ilha do Governador tem lançado grandes nomes no cenário musical. Atualmente quem se projeta como um dos maiores cantores de samba pop romântico nacional é o insulano Dilson Scher, que adotou o nome de Dilsinho, como é carinhosamente tratado pelos milhares de fãs. Aos 24 anos ele é sucesso nas rádios de todo o país, dono de uma voz inconfundível e canções que falam de amor, tema que tem conquistado cada vez mais fãs.

Músico incentiva o combate às drogas - Em 1971 nascia no sertão da Bahia Vangi Souza que ao completar seis meses de vida foi trazido para o Rio de Janeiro pelos seus pais, Antônio e Isabel, que decidiram tentar a sorte no Rio de Janeiro. Vieram direto para a Ilha do Governador, mais precisamente no bairro dos Bancários. Fois nas escolas Dunshe de Abrantes e Mendes de Moraes, que Vangi começou a criar as raízes para a leitura que anos mais tarde o tornaram um grande escritor.


Edição 1843
Leia


Edições anteriores





Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras

Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras


 

Copyright© 2010 Ilha Notícias. Todos os Direito Reservados.
Este material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuido sem prévia autorização.