Assinatura Virtual

Cadastra-se e receba toda semana em seu e-mail o Ilha Notícias On-line.

Newsletter

Nome:

 

Email:

 


 

Nome:

 

Email:

 


Siga-nos

facebook
twitter
instagram
google+
youtube
blogger

Beta, um exemplo de mãe no INPS

12/05/2017 - gente-da-ilha /Edição 1832
Há 47 anos nascia no Hospital Municipal Paulino Werneck Elizabeth Maria, ou simplesmente Beta. Querida pelos moradores do INPS, essa insulana de berço tem orgulho de dizer que mora nos Bancários e que batalha pelos interesses da comunidade.  Quando alguém precisa, lá está ela, de braços abertos pronta para abraçar, aconselhar e, se for possível, resolver o problema sempre com muito amor no coração. 
 
Filha do casal Antônio e Iracema, Beta sempre morou na comunidade do INPS. Ela diz que a sua infância foi cheia de muitas brincadeiras pelas ruas do INPS, mas também com responsabilidade nos estudos, fruto de uma educação esplendida exigida pelos pais. 
 
— Eu costumo dizer que antigamente tínhamos infância de verdade. Dentro da comunidade, era aquele corre pra lá, corre prá, tudo que uma criança gosta de fazer. Por outro lado sempre fui muito cobrada na questão dos estudos. Meus pais exigiam que eu e meus outros irmãos tivéssemos bom desempenho na escola — falou Elizabeth, que estudou na Escola Municipal Orlando Dantas, onde até hoje mantém contato com amigos e professores que participaram de sua formação. 
 
Beta se destaca na comunidade por ser engajada nos projetos sociais. Ela disse que esse espírito em ajudar o próximo é uma herança do pai e seus irmãos, Jair, Gelson e Chico, que sempre foram os responsáveis pela organização do futebol na região e antigamente costumavam levar família toda para assistir os jogos do time do bairro. 
 
— Para onde o Independente ia jogar, eu iria atrás e sempre arrastava um monte de gente comigo. Fazíamos a torcida organizada dos nossos garotos e isso me tornou cada vez mais presente e ativa no dia-dia de toda a comunidade. Hoje eu batalho por cada criança, direitos das pessoas e espaços do INPS. Vou a todas as reuniões sociais, e luto pelos direitos dos moradores.
 
Beta tem quatro filhos, a Caroline, e os três “w”, Wesley, William e Wallace com quem mantém relações de cumplicidade e companheirismo. Na comunidade em que
mora, ela é conhecida também por ser a pessoa que organiza as festas juninas. 
 
— Eu gosto muito desse período do ano. Amo festa juninas e sempre organizava as quadrilhas típicas. Gosto tanto que cheguei a levar as quadrilhas daqui para as competições em outros bairros. Embora esteja afastada um pouco da parte das danças, jamais me nego a montar uma boa festa típica. Adoro festas.
 
Atualmente, Beta, ajuda os irmãos no Projeto Casa da Noruega, que no próximo mês vai levar atletas do futebol e do atletismo da comunidade para o país europeu.
 
Para ela o maior orgulho é ver as crianças e os jovens fora da criminalidade. “Quando vejo os alunos focados no futebol e no atletismo, fico muito contente. É sinal que o trabalho que ajudo a fazer com tanto amor está dando certo. É orgulho estar no aeroporto e ver seus meninos no caminho certos indo buscar desafios através do esporte fora do Brasil.”
 
Beta é uma mãezona para todos e continua firme, forte e com o coração cheio de amor. Seu jeito ativo, conselheiro e acolhedor, cativa todos da comunidade e arredores. É exemplo de mulher e de mãe. A comunidade do INPS e de toda Ilha, tem orgulho dessa ilustre guerreira insulana. 



Veja Também

Ele é o técnico campeão da Copa Rio - A Ilha é referência em lançar craques no esporte. Um desses nomes é Eduardo Allax Scherpel, 40, que jogou em diversos clubes brasileiros e atualmente é técnico do Boa Vista.

Jaime, o mestre da história da Ilha - Morador dos Bancários, ele chegou à Ilha na década de 50 e se encantou pelo clima de paz e se fez um amante da história da região. Hoje ele ajuda a contar um pouco das experiências estudadas e vividas com seu acervo com mais de 3,5 mil fotos e 6 mil recortes de jornais.

Opinião - A existência do aeroporto do Galeão no território da Ilha do Governador dá à região o status de ser o cartão de visitas da cidade do Rio de Janeiro e referência para passageiros de todos os países do mundo. Afinal, o estrangeiro que chega de avião à Ilha chega ao Brasil.

Celso Celli é um talento do rock - Celso Celli é um desses casos de amor com o mundo da música que desde os cinco anos de idade já chamava atenção pela afinidade com instrumentos musicais e a voz afinada.

O professor Luiz Bicudo é 10 - Luiz Fernando é conhecido pelos alunos do Colégio Paranapuã como professor Bicudo e é muito querido, principalmente por quem já o teve como mestre. Professor de matemática, Bicudo, segundo seus alunos, tem a capacidade incrível de tornar os mais difíceis problemas matemáticos em contas simples.

O carnaval é a grande paixão de Almira - Natural da cidade de Natal, a carnavalesca Almira Paz chegou a Ilha do Governador e foi morar na Praia da Bica. Desde então, sua história de amor e paixão com a Ilha tem transformado sua vida. Apaixonada por samba carrega com orgulho o pavilhão do Bloco Batuke de Batom.


Edição 1859
Leia


Edições anteriores





Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras

Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras


 

Copyright© 2010 Ilha Notícias. Todos os Direito Reservados.
Este material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuido sem prévia autorização.