Assinatura Virtual

Cadastra-se e receba toda semana em seu e-mail o Ilha Notícias On-line.

Newsletter

Nome:

 

Email:

 


 

Nome:

 

Email:

 


Siga-nos

facebook
twitter
instagram
google+
youtube
blogger

Engenheiro é referência de seriedade

13/04/2017 - gente-da-ilha /Edição 1828

Filho de imigrantes italianos, Francisco Filardi, 79, foi criado junto com seus dois irmãos no bairro de Santa Teresa, no Centro do Rio. O pai, dono de uma alfaiataria na Avenida Rio Branco, se viu obrigado a desfazer o negócio em função de pressões no período da segunda guerra mundial.

— Foi um momento que marcou nossa vida, porque meu pai era muito conhecido e um homem próspero, mas no período da guerra foi perseguido e precisou fechar seu negócio — disse Francisco.

Mas as lembranças do insulano vão muito além das adversidades que toda guerra gera. Na década de 50, Francisco e sua família gostavam de passar as férias de verão na Ilha, local que na época era frequentado por boa parte da classe média carioca.

— As praias eram limpas e minha família alugava casas na Freguesia ou no Bananal e passávamos verões excelentes na região. E em um desses momentos de veraneio conheci a Lúcia, com quem estou casado há 53 anos. Tivemos cinco filhos, todos bem sucedidos na vida e 10 netos — revelou com orgulho.

Formado em engenharia, Francisco participou de diversas obras importantes. “Trabalhei na primeira fase da construção do Viaduto do Gasômetro e também fui um dos responsáveis pela construção da saída que liga a Ilha à Linha Vermelha, sentido Baixada Fluminense”.

Engajado nas causas sociais e políticas, o engenheiro presidiu a Associação Comercial da Ilha de 1989 a 1991 e também foi presidente do Rotary Club no biênio 1984/1985.

Trabalhador incansável, Francisco é proprietário da loja Residência Decorações, que há 47 anos é referência no segmento de decoração para casas.

— A ideia de abrir um negócio que envolvesse decoração para casas foi da minha esposa e começamos de maneira modesta. Sempre trabalhei com seriedade em tudo que fiz e prosperamos, hoje temos clientes de todas as partes do Rio — revelou o empresário que reside no Jardim Guanabara há 50 anos.

Exemplo de homem trabalhador e atento às mudanças, Filardi é um profissional competente que ainda sonha participar, como engenheiro, de projetos ousados, como a construção de uma nova ponte que ligaria o Rio a Niterói, integrando toda rede de metrô do Rio à Alcântara e Itaboraí. De personalidade forte, Francisco Filardi é respeitado na região por seu conhecimento, firmeza e seriedade tanto na vida pessoal como nos seus empreendimentos. É Gente da Ilha!




Veja Também

Fabinho é exemplo de superação - Fabinho, que mora na Ilha desde que nasceu, trabalha há mais de 17 anos como ajudante no Supermercado Mundial do Cacuia e é dono de uma alegria irreverente e um exemplo de superação para todos insulanos.

Um cantor e compositor eclético - A Ilha tem se destacado no cenário musical, lançando novos artistas representantes de vários gêneros musicais, pessoas que vivem realidades diferentes, mas que tem em comum a paixão pela música e a vontade de espalhar ao mundo a sua arte. Esse é o caso do ex-mecânico Marcelo de Moraes, que encontrou na música uma forma de contar a sua história.

Professor Nahum é referência na Ilha - Quando se fala em educação e esporte na Ilha, com certeza o professor Nahum (61), faz parte da história de muitos insulanos. Disciplinador, o professor de educação física há 39 anos se dedica a preparar gerações de crianças e adolescentes para o futuro.

Sempre acreditei nos meus sonhos - Celeiro de artistas renomados, a Ilha do Governador tem lançado grandes nomes no cenário musical. Atualmente quem se projeta como um dos maiores cantores de samba pop romântico nacional é o insulano Dilson Scher, que adotou o nome de Dilsinho, como é carinhosamente tratado pelos milhares de fãs. Aos 24 anos ele é sucesso nas rádios de todo o país, dono de uma voz inconfundível e canções que falam de amor, tema que tem conquistado cada vez mais fãs.

Músico incentiva o combate às drogas - Em 1971 nascia no sertão da Bahia Vangi Souza que ao completar seis meses de vida foi trazido para o Rio de Janeiro pelos seus pais, Antônio e Isabel, que decidiram tentar a sorte no Rio de Janeiro. Vieram direto para a Ilha do Governador, mais precisamente no bairro dos Bancários. Fois nas escolas Dunshe de Abrantes e Mendes de Moraes, que Vangi começou a criar as raízes para a leitura que anos mais tarde o tornaram um grande escritor.

Nure, uma voz que brilha na Ilha - A cantora Nureane Menezes, ou como é conhecida popularmente, Nure Guidah, é nascida em Santa Cruz e insulana de coração. Cresceu em Campo Grande, junto com os pais, Margarete Menezes de Souza e Samuel Ramos de Souza, que trabalhavam muito para sustentar a família. Por causa do trabalho dos pais, ela passava boa parte do dia com a sua avó, Margarida Menezes, que lhe ensinou a cantar e se portar nos palcos desde nova.


Edição 1843
Leia


Edições anteriores





Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras

Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras


 

Copyright© 2010 Ilha Notícias. Todos os Direito Reservados.
Este material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuido sem prévia autorização.