Assinatura Virtual

Cadastra-se e receba toda semana em seu e-mail o Ilha Notícias On-line.

Newsletter

Nome:

 

Email:

 


 

Nome:

 

Email:

 


Siga-nos

facebook
twitter
instagram
google+
youtube
blogger

A bela jornalista que faz sucesso

06/03/2015 - gente-da-ilha /Edição 1718
Ela é atriz, jornalista e apresentadora de programas esportivos na Band. Nascida e criada na Ilha, Larissa Erthal, 32, é sem dúvida uma apaixonada pelo bairro em que vive. Quando criança morava na Freguesia e frequentava a ACM para praticar esportes, hábito que mantém e que de alguma forma influenciou a bela insulana a enveredar nos caminhos do jornalismo esportivo.
 
 Na adolescência mudou-se para o Jardim Guanabara e começou a desenvolver atração pelas artes cênicas. Estudou teatro em uma grande escola, o Tablado, e participou de novelas na Rede Globo. Graduada em jornalismo pela PUC e em cinema pela Estácio, após a conclusão desses cursos, Larissa passou um tempo morando nos Estados Unidos e em virtude disso perdeu um pouco do contato com os diretores de Tv e produtores, fato que a afastou um pouco do cenário artístico.
 
Incentivada pelo pai, Larissa passou a olhar com mais foco a carreira jornalística e recebeu um convite para apresentar um programa no canal fechado Esporte Interativo. O trabalho foi um sucesso e a insulana se projetou como jornalista e apresentadora consagrada.
 
Larissa diz que seu maior alicerce é a excelente relação familiar cujos laços continuam na Ilha. Os familiares mais próximos, pais, irmão, avós, tias e padrinhos, moram na Ilha e têm grande afeto pela região. E esse carinho é fácil de perceber, até no exercício das atividades profissionais. Larissa apresenta de segunda a sexta o programa Jogo Aberto junto com os ex-jogadores Pedrinho e Djalminha, sempre que pode puxa a sardinha para o seu time de coração: a Portuguesa carioca. Em retribuição, a diretoria da Lusa, a nomeou embaixadora oficial da Associação Atlética Portuguesa.
 
— Fiquei muito honrada. Sou realmente torcedora da Portuguesa e quero muito colaborar com o clube e o time de futebol. Estarei aqui no dia 14 na estreia da equipe no Campeonato Carioca da série B e confio no bom desempenho do time no campeonato — comenta a embaixadora.
 
Para o futuro, a bela e polivalente Larissa, aguarda com ansiedade a chegada dos Jogos Olímpicos e considera o evento uma boa oportunidade para os profissionais de mídia esportiva. “Acredito que vai ser um grande momento para o esporte e para as pessoas do Rio de Janeiro. Quero trabalhar e contribuir com o que melhor sei fazer, que é comunicar”, diz a jornalista insulana que vem crescendo profissionalmente no cenário da comunicação jornalística esportiva.




Veja Também

Manoel descobriu a magia do cuscuz - Ele já foi ajudante de pedreiro, segurança no aeroporto e trabalhou em banco. Mas, Seu Manoel, ganha a vida mesmo, há 30 anos, vendendo um delicioso cuscuz doce em frente à loja das Casas Bahia, no Cacuia. De segunda a sexta, Manoel acorda cedo e com ajuda da esposa apronta o tabuleiro de cuscuz que começa a ser vendido às 11h.

Padre Valmir conquista a Ilha - Carisma, alegria e bom humor são algumas das virtudes do Padre Valmir, que há cinco anos conquista fiéis na capela de Nossa Senhora das Graças, localizada na Vila dos Oficiais da Aeronáutica, do Galeão. Com uma comunicação moderna que toca a sensibilidade dos corações cristãos, ele mudou a rotina da capela, que hoje recebe cerca 400 fiéis nas missas, muito além da capacidade de 100 lugares.

Nascimento é exemplo de cidadão - Com oito décadas de vida, festejados no início de novembro, Jorge Nascimento é um insulano alegre, de bom coração e um grande fazedor de amigos. Casado há 52 anos com Maria Viana, ele chegou à Ilha em 1969, para morar na da Portuguesa, de onde não saiu mais, e acompanhou toda evolução do bairro durante esses anos.

O pediatra que todos gostam - O insulano de coração Joaquim Pinheiro Soares, 70, tem a sua história de vida ligada à medicina, especialmente aos cuidados com as crianças. Pediatra, Joaquim nasceu no Catumbi, onde passou 27 anos até se mudar em para a Ilha do Governador, região que ele abraçou e se dedica há mais de 20 anos, no atendimento do Hospital Paulino Werneck referência de eficiência.

Pedro, o craque no futebol de botão - Nascido em Muritiba, no interior da Bahia, desde cedo, Pedro Carlos, conhece às dificuldades impostas pela vida. Logo aos oito anos embarcou em um ônibus sozinho rumo ao Rio de Janeiro ao encontro de sua mãe Joselita Silva no carnaval de 1962. Com o endereço errado, ficou um mês na casa de um senhor que lhe acolheu perdido na rua até encontrar a mãe.

Malaguetta é referência em qualidade - Nascido e criado em Cascadura, Robson Olímpio, 43 anos, chegou à Ilha do Governador em 2002 e foi morar no Jardim Guanabara. Ele credita aos pais Romildo Cordeiro e Glória Olímpio, a postura, vontade de trabalhar e a seriedade. Não esconde as dificuldades vividas na infância ao lado dos seus irmãos mais velhos Marcelo e Márcia. Mas, determinado a vencer e com os bons exemplos de casa, estudou e se preparou para se tornar um empreendedor de sucesso.


Edição 1919
Leia


Edições anteriores





Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras

Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras