Assinatura Virtual

Cadastra-se e receba toda semana em seu e-mail o Ilha Notícias On-line.

Newsletter

Nome:

 

Email:

 


 

Nome:

 

Email:

 


Siga-nos

facebook
twitter
instagram
google+
youtube
blogger

Boca no Trombone

30/11/2018 - boca-no-trombone /Edição 1913
Maus tratos
Voltou a massacrante cena de cavalos magros, maltratados, sendo espancados por esses infelizes nas ruas. Temos que exigir providências sérias, não admitimos mais esses maus tratos. Newa Carvalho, via Facebook.

Tauá e Bancários
Os bairros do Tauá e Bancários são totalmente esquecidos pelas autoridades. Lamentável, pois é um bairro residencial, que a maioria dos moradores são idosos. Mary Changuir, via Facebook.

Praia suja
A Praia dos Bancários precisa de limpeza o quanto antes. O mato está alto e sempre tem muito lixo no local. O verão e as férias estão chegando e as crianças vão ter que dividir espaço com essa nojeira. Jorge Martins, via Facebook.

Radar de volta
Quando tinha um radar no sinal dos Bancários, que fica próximo à praça, era uma maravilha. Hoje, os motoristas sequer respeitam se está aberto ou fechado. Lá tem um sério risco de acidentes, já que a rua fica tomada por ônibus atrapalhando a visão dos motoristas. Isabela Lima, via WhatsApp.

Corredor Esportivo
O Corredor Esportivo do Moneró encontra-se em estado de abandono e parece que ninguém reclama ou vê. Férias chegando, precisamos de um espaço digno para levarmos nossas crianças. Luan Guimarães, via Facebook.

Entulho e lixo
A ciclovia da Estrada Rio-Jequiá está com diversos problemas, sem contar o já conhecido acúmulo de lixo, entulhos e móveis velhos. A Ilha do Governador é uma porção de terra cercada de problemas por todos os lados. Horácio Sobrinho, via Facebook.

Cacuia e as vans
As vans se sentem donas do Cacuia. Elas simplesmente fazem o que querem no ponto do Supermercado Mundial, param em qualquer lugar e chegam até a estacionar para esperar que o transporte lote. A via fica tomada por elas, tornando impossível passar pelo local. Daniel Silva, via Facebook.
Orla da Ribeira
Na orla da praia da Ribeira tem uma cratera enorme na calçada, com risco de desmoronamento. Assim como outras orlas da Ilha, corre risco de alguém se machucar seriamente no local. Juliana Duarte, via Facebook.

Rua Pojuca
Quando chove muito a Rua Pojuca, no Zumbi, enche toda. A água não segue para o mangue, mas acumula e entra pra vila onde eu moro. A vila fica impraticável, passei por um tratamento contra bactérias por conta disso. Guaraci Iara, via WhatsApp.

Cuidado!
Montaram um acampamento irregular em cima da passarela do Extra. Os “moradores” espalham lixo e pertences pelo local. À noite, por conta da má iluminação, o lugar fica perigoso. João Inácio, via WhatsApp.

Ninho de ratos
Na Avenida Paranapuã, próximo à Padaria Oceano, há um terreno vazio com uma grande quantidade de lixo e mato que atrai insetos e serve de ninho para ratos. De noite fica uma escuridão. O mato é tanto que esconde uma escada que dá acesso à rua de cima. Jaqueline Barros, via WhatsApp.

Sugestão
O campo localizado na Rua Bárbara de Castilho, no Jardim Carioca, precisa de uma reforma. O campo é de barro, as telas de proteção estão violadas e as marcações de gol antigas e enferrujadas. A prefeitura poderia colocar uma quadra poliesportiva no lugar. Theo Magalhães, via WhatsApp.

Sujeira
A calçada da orla da Praia da Rosa serve para tudo, menos para os pedestres. Os moradores depositam lixo, entulho, estacionam carros e nós somos obrigados a passar pelo meio da rua ou nos equilibrarmos para não cair na água. Precisa de uma revitalização já! Adriana Cavalcanti, via WhatsApp.

Pio Dutra
O terreno em frente ao Colégio Mendes de Moraes está aparentemente abandonado. Há muitos anos moro na Freguesia e não vejo ninguém tomando conta. Um perigo de noite, já que a iluminação não é suficiente para fazer a segurança da rua. Ana Correa, via WhatsApp.

Carros nas calçadas
Nas calçadas da Estrada do Dendê, o espaço da calçada é tomado por carros estacionados todos os dias. Falta só ficar um flanelinha cobrando de cada motorista. Um horror. Luciana Gomes, via Facebook.

Falta polícia
Falta policiamento em dias de atrações em frente ao Provisório, na Praia da Bica. Além dos jovens consumindo bebidas e drogas, que já se tornou normal nos finais de semana, eles ficam parados na frente de prédios e casas nas ruas paralelas, causando o sentimento de insegurança nos moradores. José Antônio Moraes, via WhatsApp.

Falta sinal
Na Rua Augusto Gustavo de Rezende, ao lado do Extra Supermercado, tem muito movimento e é muito ruim para o pedestre atravessar. O motorista que vem da Estrada do Galeão entra em alta velocidade, sem se importar com uma possível consequência. Gabriel Rezende, via Facebook.

Mais barcas!
A Ilha merece mais horários de barcas urgentemente! Um absurdo ficarmos à mercê de três ou quatro horários. Lúcia Helena Costa, via Facebook.

Mangueta
A Praça Mangueta, conhecida como Coreto, no Jardim Carioca, precisa com urgência de poda de árvores e iluminação forte. À noite, a praça fica escura e deserta, um prato cheio para os assaltantes. Gabriela Martins, via WhatsApp.

Grão de Areia
Moro na Rua Grão de Areia e frequentemente tem tido furtos de fios, invasão e roubos em prédios e casas, além de assaltos a transeuntes. Infelizmente, a polícia faz pouco caso, alegando que tem ocorrências mais importantes. Os moradores precisam ser mais vigilantes. Carlos Faria, via WhatsApp.




Edição 1915
Leia


Edições anteriores





Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras

Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras