Assinatura Virtual

Cadastra-se e receba toda semana em seu e-mail o Ilha Notícias On-line.

Newsletter

Nome:

 

Email:

 


 

Nome:

 

Email:

 


Siga-nos

facebook
twitter
instagram
google+
youtube
blogger

Boca no Trombone

23/11/2018 - boca-no-trombone /Edição 1912
Lixo incomoda
Mais uma vez denuncio o despejo de lixo e entulho na calçada próximo ao número 393 da Rua Praia da Rosa, no Tauá. O despejo acontece em frente a um terreno que parece abandonado, e ninguém faz nada. O proprietário deveria ser multado. Sergio Tavares, via WhatsApp.

Denúncia
Algumas vans possuem máquinas de cartão, mas toda vez que vou passar meu cartão de prioridade eles simplesmente não me deixam entrar. Sempre sou barrada e ainda querem cobrar R$ 2 de passagem. Se não fosse o nosso direito, a máquina não aceitaria. Ana Oliveira, via WhatsApp.

Evandro Freire
Muito triste a situação do Hospital Municipal Evandro Freire, não podemos contar com o atendimento público na Ilha do Governador. Precisei levar minha avó para ser atendida no hospital, mas fomos informadas que não tinham médicos e precisaríamos ir para a Barra da Tijuca em busca de atendimento. Revoltante. Beatriz Silva, via WhatsApp.
Baratas no ônibus
Peguei um ônibus da linha 323 (Bananal x Castelo), da Paranapuan, cheio de baratas. Foi assustador, eram muitas. Quando reclamei com o motorista, ele me respondeu “Cuidado, tem ratos também”. Covardia com os passageiros. Rosane Vieira, via Facebook.

Amapurus
Na Rua Amapurus, no Tauá, próximo ao número 115, tem um buraco que atrapalha e põe em risco carros e pessoas que passam por ali. Precisamos de providências, antes que alguém se prejudique. Jeanette Figueiredo, via Facebook.
Irregularidade
Na calçada da Estrada Rio Jequiá muitos motoristas estacionam seus carros, atrapalhando a passagem dos pedestres. Moradores são obrigados a passar pela pista, que tem um intenso fluxo de carros e eles passam em alta velocidade. Anderson Santos, via Facebook.

Roubos na moto
A Ilha está uma vergonha, roubaram três celulares em um bar da Rua Quitembu. Era uma moto sem placa, estavam com uma caixa de entregador e tinha uma outra moto acompanhando. Eles estavam com arma e ameaçaram os clientes. Fiquem de olho, pois eles se passam por entregadores.  Adriana Paiva, via Facebook.

Abuso
É um absurdo a falta de respeito dos motoristas de vans e ônibus. Alguns avançam os sinais, desobedecendo as leis básicas de trânsito e levando perigo a idosos e crianças. As infrações acontecem principalmente no Cacuia, que não tem nenhum tipo de fiscalização. Julio César, via Facebook.

Assaltos no Frescão
Voltou a onda de assaltos que assombram os frescões que vão para o Centro. Quem o pega, tem medo e sempre espera o pior. Os motoristas precisam tomar mais cuidado, para não colocar a vida deles e a dos passageiros em risco. Roberta Sá, via WhatsApp.

Cambaúba e Ituá
O cruzamento da Rua Ituá com a Rua Cambaúba é muito perigoso para quem precisa atravessar ali. Muitos motoristas desrespeitam aquele sinal, ainda mais na parte da noite, e descem a rua em alta velocidade sem se preocupar. Fabio Nogueira, via WhatsApp.

Atenção!
O cruzamento principal para quem chega à Praça dos Bancários está problemático para pedestres e motoristas. Os ônibus tampam a visão dos motoristas dos dois lados e os pedestres têm dificuldade para atravessar no sinal, que ninguém respeita. Gabriele Moraes, via Facebook.

Centro x Ilha
É revoltante a falta de ônibus do Centro para a Ilha nos finais de semana. Justo quando as pessoas têm tempo de sair e se divertir, infelizmente, ficam horas no ponto de ônibus para voltar correndo riscos no Centro da cidade. Isadora Alves, via Facebook.

Avenida Paranapuã
O trânsito da Avenida Paranapuã está parecendo até aquelas confusões do trânsito da Índia. A maioria dos motoristas ignora que existem sinais de trânsito e avança, e quando você tenta atravessar eles buzinam e jogam o carro pra cima. Norma Lopes, via Facebook.

Má iluminação
Quem precisa passar pela Praia de São Bento de noite sofre com a má iluminação de alguns pontos. Alguns moradores de rua ficam escondidos ali, e não há nenhum tipo de vigilância por parte da Aeronáutica. Um risco para quem passa pelo local, que enche nos finais de semana. João Pereira, via WhatsApp.

A maconha rola
Queremos mais segurança nos bairros da Ilha. O Aterro do Cocotá ainda continua sem luz e com isso a maconha rola solta e a prostituição também. Quem mora próximo, espera que a reforma da pista de skate melhore a segurança do local. Alexandre Coutinho, via Facebook.

Transtorno
O estacionamento atrás do Ilha Plaza é um transtorno pra quem precisa fazer a volta ali. Os carros estacionam na rua em volta da pracinha, impedindo que outros motoristas possam transitar pelo espaço. A Guarda Municipal não pode deixar que isso continue acontecer. Maria de Souza, via Facebook.





Edição 1915
Leia


Edições anteriores





Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras

Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras