Assinatura Virtual

Cadastra-se e receba toda semana em seu e-mail o Ilha Notícias On-line.

Newsletter

Nome:

 

Email:

 


 

Nome:

 

Email:

 


Siga-nos

facebook
twitter
instagram
google+
youtube
blogger

Boca no Trombone

16/03/2018 - boca-no-trombone /Edição 1876
Descaso
Fui ao Hipermercado Extra na segunda (12), e mais uma vez me deparei com as  esteiras rolantes do acesso entre o estacionamento e a lojas, interditadas. Isso é um problema constante! O consumidor tem de descer com suas compras pela rampa, o que é difícil e até perigoso, principalmente para os idosos e outras pessoas com problemas de locomoção. Kátia Botelho, via Facebook.

Detran
No início de 2017 paguei o duda para segunda via da identidade, assim tento agendar pelo site, telefone e até pessoalmente no Detran da Ilha eu já tentei mas não consigo. Engraçado que tudo que fazemos no Detran temos que pagar, mas na hora de cumprirem com os serviços, eles não cumprem. Estou andando com xerox da identidade e estou tendo vários problemas por causa disso. Tamara Sampaio, via WhatsApp.

Entulho 
Na terça (13), presenciei mais algumas pessoas despejando lixo e sacos de entulhos na calçada que fica na esquina das ruas Desembargador Aniceto Corrêa com a Bissau. Já liguei diversas vezes para o 1756 e nunca mandaram algum órgão para fiscalizar. Carlos Eduardo, via WhatsApp.

Travessia perigosa 
Adultos e crianças se arriscam diariamente para atravessarem na faixa de pedestres localizada na Estrada Governador Chagas Freitas, próximo ao Parque Royal, no Moneró. Os moradores dependem da boa vontade dos poucos motoristas que param para conseguirem atravessar. Alexandre Ribeiro, via Facebook.
Som alto
Aos domingos, um pagode que tem no calçadão da Estrada do Galeão, em frente ao Hipermercado Extra, fica com som alto até 2h da madrugada. Minha mãe de 70 anos não consegue dormir direito por causa do som. Cadê o respeito? Silvia Teixeira, via WhatsApp.

Cadê a Light?
A Rua Paraim, no Bananal, continua com os dois postes tortos e com fios soltos bem próximos da calçada desde o temporal do mês passado. A Light precisa fazer alguma coisa! Sérgio Lira, via WhatsApp.

Alô, CET-Rio!
Toda semana é um semáforo com defeito na Ilha. No sábado (10), os sinais que têm na Avenida Maestro Paulo e Silva, em frente ao Assaí, estavam com defeito. É um perigo porque pode causar uma batida ou até mesmo um atropelamento. Tânia Moreno, via WhatsApp.
Falta resolver
Há algumas semanas a tampa de um bueiro da Rua General Mario Hermes, no Jardim Guanabara, quebrou e depois de muita reclamação trocaram a tampa e colocaram uma chapa de aço que faz um barulho estrondoso quando os carros passam por cima. Paulo Azevedo, via WhatsApp.

Maus motoristas
Toda vez que preciso passar em frente à Vila Olímpica do Jequiá entre as 17h às 18h é um caos porque pais e conduções param no meio da rua para buscar as crianças da escola que funciona dentro da Vila. Eles não se dão o trabalho nem de procurar uma vaga, nem encostar. Precisamos chamar a Guarda Municipal. Maria Farias, via WhatsApp.

Academia de idosos
É precária a situação dos aparelhos de ginástica da academia de idosos localizada no Corredor Esportivo, que tem grande importância para a melhoria na qualidade de vida dos usuários. Além disso, pode ocasionar acidentes devido a ferrugem e pedaços pontiagudos. Lucia Teixeira, via Facebook.

Abuso
Todos os dias, presenciamos, no Cocotá, próximo ao antigo Colégio Thales de Mileto, os ônibus tomando conta da rua e deixando tudo congestionado. Não dá para esses motoristas ficarem parando de qualquer jeito na via. Algo precisa ser feito. Lorena Freitas, via WhatsApp.

Tubiacanga 
É um abuso e uma falta de respeito o que algumas pessoas sem educação fazem na Estrada de Tubiacanga. Na semana passada um caminhão despejou entulho e lixo no meio da pista. Ricardo Rocha, via Instagram.

Lixo na praia 
No domingo (11), fui caminhar com a minha mãe na Praia da Guanabara, e me deparei com a areia da praia repleta de lixo espalhado por toda a sua extensão. Parece que não limpam há dias. Claudia Soares, via Facebook.

Cruzamento 
O cruzamento da Rua Tenente Cleto Campelo com a Rua Graná, no Cocotá, precisa de um semáforo urgente. Todos os dias, pedestres se arriscam ao atravessar no local, que é extremamente perigoso. Kátia Ramos, via Facebook



Veja Também

Boca no Trombone - Passei por uma situação péssima no Posto Cambaúba. Fui abastecer no posto e saí normalmente, quando cheguei em casa meu carro não ligava de jeito nenhum. Depois de três horas tentando descobrir o problema do carro, o mecânico constatou que a gasolina estava podre. Quando reclamei no posto, fui completamente ignorado e não fui ressarcido do meu prejuízo. Julia Souza, via WhatsApp.

Boca no Trombone - O ponto final de van, nas esquinas da Rua do Romancista com a Rua Magno Martins, está causando uma bagunça no local. As vans estacionam em cima da calçada, os motoristas agem com falta de respeito e falam palavrões alto. Além disso, os veículos atrapalham a visibilidade. Estamos desesperados. Bruna Carvalho, na redação.

Boca no Trombone - É comum ver pessoas, muito debilitadas, deitadas embaixo da passarela da Portuguesa, durante os dias de semana. São pessoas que estão sem tomar banho, pedem esmolas e comida. Embora estejam visivelmente doentes não aceitam ajuda para serem transferidas para o abrigo público onde poderiam ter a garantia de alimentação e coisas básicas para viver. Como fazer? Talvez alguma instituição de caridade as possa ajudar. Josefa Donewisk, via WhatsApp.

Boca no Trombone - Tumulto escolar Veículos causam tumulto próximo ao Colégio Iglesias. Carros chegam da Rua Babaçu e se encontram com os carros da Rua Abélia nos horários escolares. Peço bom senso dos responsáveis para deixarem seus filhos sem atrapalhar o trajeto dos carros que necessitam transitar pelo local. Andrea Libonati, via WhatsApp.

Boca no Trombone - Precisamos de candidatos que realmente façam algo pela Ilha do Governador. Todas eleições prometem e nada muda. Como pode uma ilha não ter o transporte marítimo como seu principal modal de transporte? Não temos barcas nos finais de semanas e, durante semana, apenas seis horários. Geraldo Campos, via WhatsApp.

Boca no Trombone - Uma praça, na Estrada de Tubiacanga, virou depósito de material de construção. Inclusive, já estão levantando um muro. Estou indignada! Silvia Fonseca, via Facebook.


Edição 1906
Leia


Edições anteriores





Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras

Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras