Assinatura Virtual

Cadastra-se e receba toda semana em seu e-mail o Ilha Notícias On-line.

Newsletter

Nome:

 

Email:

 


 

Nome:

 

Email:

 


Siga-nos

facebook
twitter
instagram
google+
youtube
blogger

Boca no trombone

05/01/2018 - boca-no-trombone /Edição 1866
Descaso
Na segunda (1), fiquei quase uma hora no Centro da Cidade tentando pegar um ônibus que fizesse o trajeto para a Ilha pela Linha Vermelha. É um grande descaso com quem utiliza esse serviço diariamente. Amanda Mello, via WhatsApp.

Corredor Esportivo
Diversos trechos do Corredor Esportivo estão com buracos, inclusive, nas quadras esportivas. Aos sábados costumava levar meus filhos para brincar, mas tenho evitado por causa da falta de conservação do lugar. Precisamos de uma reforma urgente. Natasha Lemos, via WhatsApp.

Esgoto na Ipiru
Um esgoto que fica na Rua Ipiru, próximo ao número 70, no Jardim Guanabara, está vazando há dias. A água suja fica empoçada em frente à minha casa. Evito receber visitas por causa do mau cheiro. Dulcinea Portella, via Facebook.

Caricé alagada
Na sexta (29) a Rua Caricé, no Bancários, ficou completamente alagada por causa da chuva que caiu no fim da tarde. Toda vez que chove é a mesma coisa. Estamos cansados de sofrer com isso. Maria Paula, via WhatsApp.

Abandono de carros 
Dois carros estão abandonados há quase um ano, na Praia do Jequiá em frente ao número 101, na Ribeira. Além disso, o mato está alto tanto na suposta calçada como em torno dos carros abandonados. Cadê a Comlurb e a Prefeitura? Ulisses Barbosa, via WhatsApp.

Desrespeito
Caminhões de empresas de bebidas voltaram a fazer carga e descarga no meio da Rua Haroldo Lobo, próximo à Lusa. É um desrespeito com quem mora próximo. Eles fazem fila dupla e barulho desde as 7h da manhã. Claudio Saraiva, via Facebook.

Ciclovia estreita
Outro dia na Praia da Bica, um homem jogou o carro na faixa vermelha derrubando meu pai que estava de bicicleta, e nem parou pra ver se estava tudo bem. A faixa dos ciclistas é muito estreita e, infelizmente, temos que dividir espaço com os carros, de forma arriscada. Marina Gomes, via WhatsApp.
 
Poste caindo
Um poste que fica na Av. Maestro Paulo e Silva, próximo ao Supermercado Assaí, está em péssimas condições, e com os vergalhões expostos há meses. Será que a Light vai esperar causar um acidente para tomarem alguma atitude? Alice Oliveira, via Facebook.

Avanço de sinal
Muitos motoristas insistem em avançarem o sinal do cruzamento das ruas Comendador Bastos com a Magno Martins, na Freguesia. Como se não bastasse colocar a vida deles em risco, colocam também as dos pedestres que passam pelo local. Um perigo! Renata Matos, via WhatsApp.
 
Acessibilidade 
A maioria das calçadas da Ilha precisa ser adaptada para o acesso de cadeirantes. As poucas que são, alguns motoristas mal educados acabam estacionando seus carros, impossibilitando a utilização. Fico impressionado com o desrespeito. Carlos Linu, via WhatsApp.

Lixo na praia
A festa de fim de ano na Praia da Bica atraiu centenas de pessoas e algumas mal educadas deixaram a praia imunda. A população precisa aprender a jogar o lixo na lixeira. É simplesmente absurdo andar desviando de sujeira nas calçadas. Elena da Costa, via Facebook.
Caos das vans
Fico indignado com a quantidade de vans paradas propositalmente no ponto da Rua República Árabe da Síria com a Colina. Os motoristas das vans ficam parados no meio da rua formando filas duplas, atrapalhando até os passageiros que precisam embarcar e desembarcar nos ônibus. Um caos total que não é novidade para ninguém. Paulo Herd, via WhatsApp.
 
Poda na Miritiba
As árvores da Rua Miritiba, na Freguesia, precisam de poda o mais rápido possível. Como se já não bastasse a pouca iluminação, as árvores estão tampando as poucas luminárias que ainda funcionam. Com a escuridão os ladrões estão aproveitando para assaltar. Precisamos de ajuda antes que o número de assaltos aumente. Maria Duarte, via Facebook.

Rosauro Zambrano
Um buraco está aumentando cada vez mais na esquina da Avenida Francisco Alves com a Rua Engenheiro Rosauro Zambrano, no Jardim Guanabara. Alô! Vanda Mattos, via Facebook.
 
Praça Elisa
Gostaria de pedir para a prefeitura uma atenção melhor para a Praça Elisa Regina, na Portuguesa. Está muito complicado as crianças brincarem na praça por causa das péssimas condições dos brinquedos. Vitória Lúcia, via WhatsApp.









Veja Também

Boca no Trombone - Passei por uma situação péssima no Posto Cambaúba. Fui abastecer no posto e saí normalmente, quando cheguei em casa meu carro não ligava de jeito nenhum. Depois de três horas tentando descobrir o problema do carro, o mecânico constatou que a gasolina estava podre. Quando reclamei no posto, fui completamente ignorado e não fui ressarcido do meu prejuízo. Julia Souza, via WhatsApp.

Boca no Trombone - O ponto final de van, nas esquinas da Rua do Romancista com a Rua Magno Martins, está causando uma bagunça no local. As vans estacionam em cima da calçada, os motoristas agem com falta de respeito e falam palavrões alto. Além disso, os veículos atrapalham a visibilidade. Estamos desesperados. Bruna Carvalho, na redação.

Boca no Trombone - É comum ver pessoas, muito debilitadas, deitadas embaixo da passarela da Portuguesa, durante os dias de semana. São pessoas que estão sem tomar banho, pedem esmolas e comida. Embora estejam visivelmente doentes não aceitam ajuda para serem transferidas para o abrigo público onde poderiam ter a garantia de alimentação e coisas básicas para viver. Como fazer? Talvez alguma instituição de caridade as possa ajudar. Josefa Donewisk, via WhatsApp.

Boca no Trombone - Tumulto escolar Veículos causam tumulto próximo ao Colégio Iglesias. Carros chegam da Rua Babaçu e se encontram com os carros da Rua Abélia nos horários escolares. Peço bom senso dos responsáveis para deixarem seus filhos sem atrapalhar o trajeto dos carros que necessitam transitar pelo local. Andrea Libonati, via WhatsApp.

Boca no Trombone - Precisamos de candidatos que realmente façam algo pela Ilha do Governador. Todas eleições prometem e nada muda. Como pode uma ilha não ter o transporte marítimo como seu principal modal de transporte? Não temos barcas nos finais de semanas e, durante semana, apenas seis horários. Geraldo Campos, via WhatsApp.

Boca no Trombone - Uma praça, na Estrada de Tubiacanga, virou depósito de material de construção. Inclusive, já estão levantando um muro. Estou indignada! Silvia Fonseca, via Facebook.


Edição 1907
Leia


Edições anteriores





Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras

Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras