Assinatura Virtual

Cadastra-se e receba toda semana em seu e-mail o Ilha Notícias On-line.

Newsletter

Nome:

 

Email:

 


 

Nome:

 

Email:

 


Siga-nos

facebook
twitter
instagram
google+
youtube
blogger

Boca no trombone

15/12/2017 - boca-no-trombone /Edição 1863
Barcas sem horário
Não existe respeito com o horário das barcas, que costumam sair quase sempre com atraso. Além disso, as embarcações estão velhas e volta e meia ocorrem problemas técnicos durante a viagem. Temos que rezar para que todo dia consigamos chegar ao destino, seja na ida ou na volta do trabalho. Claudia Lopez, via WhatsApp.

Correios fechado
Como se já não bastasse o serviço precário dos correios, agora uma das melhores agências que é AC Galeão irá fechar, sendo a única que tem estacionamento próprio, e funciona até as 21h. Um absurdo isso! Agora todos os moradores do Galeão também terão que buscar as correspondências em agências distantes que fecham às 17h e não dá para quem trabalha chegar a tempo. Luane Matos, via Facebook.

Mau cheiro
Um esgoto está sem tratamento e vaza há semanas na Estrada do Galeão, nos fundos do HortiFruti. Já liguei para Cedae diversas vezes, mas nada foi feito até o momento. É nojento o estado rua cheia de fezes e com um cheiro horrível perto de um mercado. Eliane Vieira, via WhatsApp.

Cedae
Uma saída de água de potável na Praça Iaiá Garcia, na Ribeira, está sem vedação. Aparentemente a água seria usada para abastecer o chafariz que existe na praça. Está sendo usada pelo pessoal que se diz ser flanelinha para lavar carros o dia inteiro sem controle algum. Atenção Cedae! José Maria, via WhatsApp.

Ideal
Na quarta (6), ao tentar embarcar junto da minha filha no ônibus B10142 da Ideal, o motorista não deixou embarcar porque iria efetuar o pagamento com uma nota de 50 reais e como ele não tinha troco, disse que eu tinha que me virar para trocar. É um absurdo! Adriana Vieira, via WhatsApp.  

Poda, já!
Gostaria de deixar aqui um alerta a respeito de um sinal no cruzamento das ruas Professor Hilarião da Rocha, com a Domingos Mondim, no Tauá. Como se não bastasse o desrespeito dos motoristas por avanço do sinal, agora tem uma árvore atrapalhando. Alô autoridades responsáveis pela poda! Cristina Silva, via Facebook.

Poste vai cair
Um poste localizado na orla da Praia das Pitangueiras, em frente ao número 305, está em péssimo estado de conservação e corre risco de cair. Leonardo Oliveira, via Facebook.

Buracos na calçada
Ao caminhar pela orla do Cocotá até a da Freguesia, perdi a conta dos buracos na calçada. Em vez de apreciar o mar, temos que olhar pro chão para não se machucar. Fora os desníveis causados pelas tentativas de consertos. Está muito feio! Cintia Figueira, via Facebook.

Calçada obstruída
Diversos motoristas insistem em colocar seus carros em cima da calçada próximo da Cultura Inglesa, na Rua Cambaúba, atrapalhando a circulação dos pedestres no local. Precisamos da atuação da Guarda Municipal! Catarina Soares, via WhatsApp.
 
Irregular
Uma construção irregular está crescendo sobre as águas da Baía de Guanabara ao lado do Jequiá Iate Clube, degradando o meio ambiente e a paisagem. Leonardo Pereira, via Facebook. 

Olha o ovo!
Os carros vendendo ovos tomaram conta das ruas, com caixas de som no último volume anunciando incessantemente seus produtos. E não só os carros de ovos tem de tudo quanto é tipo de coisa. Nathália Lilian, via Facebook.

Pintura nas ruas
Solicito aos órgãos responsáveis que pintem as faixas divisórias de pista, principalmente no Cacuia e Estrada do Dendê, que estão totalmente invisíveis, já que é um grande risco aos motoristas. Marco Antônio, via Facebook.

Mais barcas! 
Precisamos com urgência de mais horários de barcas, inclusive às 6 da manhã. Na sexta (8), estava tudo parado para sair da Ilha, por conta de um acidente e não tínhamos outra opção. Temos horários a cumprir e ficamos sem condições de chegar. Elisa Leal, via Facebook.

Desrespeito
Outro dia tive que desembarcar de uma van porque o motorista alegou que eu iria prejudicá-lo com a minha gratuidade. Por isso sou contra qualquer van, e não pego nem com dinheiro. Além de ficarem horas parado esperando passageiros. Itamar Porphirio, via Facebook.

Tentativa de assalto
No sábado (9), próximo ao Corredor Esportivo, parou um carro preto, abaixou a janela e apontou uma arma anunciando o assalto para um veículo que estava na frente do meu. Graças a Deus uma viatura passou perto na hora e ele fugiu sem levar nada. Caetano Souza, via WhatsApp.

Espera sem fim
Todos os dias fico mais de 40 minutos a espera de um ônibus no aeroporto. Saio de trabalho de madrugada e quando acho que vou para casa descansar, fico mofando no ponto. Se é que pode ser chamado de ônibus né? Geralmente são verdadeiras sucatas. Camila Mello, via WhatsApp.



Veja Também

Boca no Trombone - Passei por uma situação péssima no Posto Cambaúba. Fui abastecer no posto e saí normalmente, quando cheguei em casa meu carro não ligava de jeito nenhum. Depois de três horas tentando descobrir o problema do carro, o mecânico constatou que a gasolina estava podre. Quando reclamei no posto, fui completamente ignorado e não fui ressarcido do meu prejuízo. Julia Souza, via WhatsApp.

Boca no Trombone - O ponto final de van, nas esquinas da Rua do Romancista com a Rua Magno Martins, está causando uma bagunça no local. As vans estacionam em cima da calçada, os motoristas agem com falta de respeito e falam palavrões alto. Além disso, os veículos atrapalham a visibilidade. Estamos desesperados. Bruna Carvalho, na redação.

Boca no Trombone - É comum ver pessoas, muito debilitadas, deitadas embaixo da passarela da Portuguesa, durante os dias de semana. São pessoas que estão sem tomar banho, pedem esmolas e comida. Embora estejam visivelmente doentes não aceitam ajuda para serem transferidas para o abrigo público onde poderiam ter a garantia de alimentação e coisas básicas para viver. Como fazer? Talvez alguma instituição de caridade as possa ajudar. Josefa Donewisk, via WhatsApp.

Boca no Trombone - Tumulto escolar Veículos causam tumulto próximo ao Colégio Iglesias. Carros chegam da Rua Babaçu e se encontram com os carros da Rua Abélia nos horários escolares. Peço bom senso dos responsáveis para deixarem seus filhos sem atrapalhar o trajeto dos carros que necessitam transitar pelo local. Andrea Libonati, via WhatsApp.

Boca no Trombone - Precisamos de candidatos que realmente façam algo pela Ilha do Governador. Todas eleições prometem e nada muda. Como pode uma ilha não ter o transporte marítimo como seu principal modal de transporte? Não temos barcas nos finais de semanas e, durante semana, apenas seis horários. Geraldo Campos, via WhatsApp.

Boca no Trombone - Uma praça, na Estrada de Tubiacanga, virou depósito de material de construção. Inclusive, já estão levantando um muro. Estou indignada! Silvia Fonseca, via Facebook.


Edição 1907
Leia


Edições anteriores





Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras

Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras