Assinatura Virtual

Cadastra-se e receba toda semana em seu e-mail o Ilha Notícias On-line.

Newsletter

Nome:

 

Email:

 


 

Nome:

 

Email:

 


Siga-nos

facebook
twitter
instagram
google+
youtube
blogger

Boca no trombone

04/08/2017 - boca-no-trombone /Edição 1844
Perigo no sinal
No dia 29, fui abordada por um homem de estatura média e moreno, no sinal próximo ao McDonalds da Estrada do Galeão. Ele bateu no meu vidro e pediu para que eu saísse do carro, mas eu fingi que não entendi e não sai, então ele me pediu o celular. Eu disse que não tinha, nesse meio tempo, o sinal abriu e eu arranquei com o carro. Juliana Campos, via Facebook.

Antônio de Macedo
Está cada vez mais perigoso sair de casa na Rua Dom Antônio de Macedo, Jardim Guanabara, por conta da grande quantidade de assaltos na região, principalmente no período da manhã. Claudia Beatriz, via Facebook.  

Lauro Corona
Sou moradora do Quebra Coco, e assim como outras mães, tias, avós e babás frequento a Praça Lauro Corona. De uns meses para cá, estamos sendo obrigados a ir à outra pracinha, da rua de baixo, porque alguns moradores que possuem cachorros não respeitam o espaço das crianças e entram com seus animais de estimação no espaço infantil deixando as fezes e sujeiras espalhadas pelo local. Isso é uma falta de respeito total. Renata Neves, via Facebook.

Denúncia
O que me deixa incomodado é a quantidade de maconheiros que existem no Corredor Esportivo. Fica uma quantidade grande de jovens usando drogas em um local que é para as crianças. Isabella Leonardo, via Facebook.

Constatação
Infelizmente, depois que o trator da Comlurb parou de passar na areia da Praia da Engenhoca, a sujeira aumentou no local. Romulo Maciel, via Twitter.

Muiatuca
Na Rua Muiatuca, Jardim Carioca, um buraco enorme está se abrindo e alguns moradores colocaram uma caixa d’agua para sinalizar. Juliana Bettamio, via Instagram.

Corrimão
As escadas das ruas Capituí, Irlanda, Danúbio, Bárbara de Castilho e outras do Jardim Carioca estão em péssimas condições colocando em risco quem passa pelo local. Precisamos da instalação de corrimãos e de uma reforma geral. Alex Souza, na redação.

Sinal no avião
O sinal de trânsito em frente à Praça do Avião volta a apresentar o mesmo defeito. Fica com a luz vermelha e verde acesa ao mesmo tempo podendo gerar acidentes. Precisamos da ajuda da CET-Rio, para resolver o problema de modo definitivo.  Jaqueline Góes, na redação.
É proibido
É um absurdo que muitos motoristas ainda insistem em fazer irregularmente o retorno que tem em frente ao Banco do Brasil, no Jardim Carioca, podendo causar acidentes. Yago Mascarenhas, via Facebook.

Gratuidade nas vans
No dia 28, um senhor tentou pegar uma van em frente ao Hospital Evandro Freire, mas foi proibido de embarcar por ser gratuidade. Mesmo doente e com dois curativos na perna, ele ainda tentou ir atrás da van implorando para conseguir embarcar. Muito triste! Vanessa Souza, via Facebook.

Irregularidade
Na calçada da Estrada do Dendê, em frente à Acadêmicos do Dendê, todos os dias existem vários carros parados em cima da calçada atrapalhando a circulação dos pedestres. Você se vê obrigado a andar pela beira da rua correndo o risco de ser atropelado. Lucas Reis, via Facebook.

Insegurança
Quando vai ser reforçado o policiamento entre 5h30 e 6h30 pelo Jardim Guanabara? No dia 28, tiveram vários assaltos. Uma conhecida foi assaltada na Rua Orestes Rosólia e quando chegou na delegacia para fazer o registro, tinham mais seis pessoas que foram assaltadas na redondeza. Cadê a polícia? Sonia Santos, via Facebook.

Rua Macari
A Rua Macari, no Jardim Guanabara, está cada vez pior. Vários paralelepípedos estão soltos, o que pode provocar acidentes graves. Além disso, existem diversos desníveis que acabam danificando muitos veículos que passam por ali. Bruna Cândido, via Facebook.

Bancários sujo
A orla da Praia dos Bancários, onde tem uns trailers, está precisando de limpeza. O mato está alto e tem lixo espalhado, deixando o local desagradável para quem frequenta o lugar em busca de lazer. Será que a Comlurb poderia nos ajudar? Gisele Coelho, na redação.

Reclamação
Tenho visto que muitos carros estão estacionando em lugares proibidos, principalmente nas ciclovias. Isso tem atrapalhado a circulação de ciclistas que utilizam a ciclovia, além de piorar o trânsito da região. Renata Cabral, via Facebook.

As barulhentas
Está insuportável o barulho que algumas motos fazem na Estrada do Galeão. Vários os motoqueiros passam em alta velocidade a qualquer hora, chegando a acordar moradores com o barulho. Cristina Lurdes, via WhatsApp.




Veja Também

Boca no Trombone -

Boca no Trombone - Moradores de rua e viciados se alojam pelo Parque Marcelo de Ipanema e fazem uso de drogas, deixando sujeira e mau cheiro na área. Isso precisa ser mudado porque infelizmente algumas pessoas estão deixando de frequentar o lugar. Claudia Cardozo, via WhatsApp.

Boca no Trombone - Motoristas estacionam por toda a calçada na Praia da Bica e os pedestres que passam pela rua. Quando meu filho era bebê, todos os dias eu tinha que passar com o carrinho de bebê pela rua por conta destes motoristas mal educados. Detalhe: os anos se passaram, mas o problema continua o mesmo. Renata Dias, via Facebook.

Boca no Trombone - Nós, moradores da Rua Ebro, no Jardim Carioca, estamos sem os funcionários da Light que fazem a leitura dos relógios. O antigo marcador, que sempre trabalhou com eficiência e pontualidade, se afastou e parece que a situação por lá virou uma bagunça. O que está acontecendo? Preguiça de subir o morro? Depois não venha nos cobrar por não termos pago a conta. Antônio Luiz, na redação.

Boca no Trombone - Segue a degradação da Baía da Guanabara. Uma tartaruga marinha morta apareceu na Praia da Bandeira, na manhã da quarta, dia 20. Populares ainda tentaram recolocá-la na água para reanimar, sem sucesso. Poluição + Sujeira = morte de espécies marinhas na Baía da Guanabara. Até quando? Não se observa nenhuma ação concreta para preservação de nossas águas. Daniel Elias Duarte, via Facebook

Boca no Trombone - Desisti da 910 A linha 910 (Bananal x Largo do Bicão) já não circula sem greve, com greve, então, piorou. É uma vergonha o que a empresa Paranapuan faz com o insulano. Sinceramente? Eu já perdi as forças para reclamar. Na quarta (13), sem greve, fiquei esperando por meia hora. Desisti. Leandro Oliveira, via Facebook.


Edição 1894
Leia


Edições anteriores





Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras

Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras