Assinatura Virtual

Cadastra-se e receba toda semana em seu e-mail o Ilha Notícias On-line.

Newsletter

Nome:

 

Email:

 


 

Nome:

 

Email:

 


Siga-nos

facebook
twitter
instagram
google+
youtube
blogger

Boca no trombone

14/07/2017 - boca-no-trombone /Edição 1841
Cabo Fleury
Na Rua Cabo Fleury Silva, Cocotá, alguns moradores de rua ficam usando drogas e fazendo bagunça todos os dias. É uma vergonha! Mara Reis, via Facebook.

Som alto
Em alguns finais de semana, acontecem na quadra da Nação Insulana, na Rua Domingos Mondim, Bancários, eventos que ficam com o som alto até às 3h da manhã, desrespeitando a lei do silêncio. Por conta do barulho não podemos estudar, assistir TV e muito menos descansar. Andreia Regina, na redação.

Praia da Rosa
Nós, moradores da Praia da Rosa estamos sofrendo bastante com a água que chega até as nossas casas. O cheiro de esgoto está muito forte! Ivan Barroso, via Facebook.

Preço abusivo
É um absurdo o preço do estacionamento em frente ao McDonald’s. Nos dias de jogos do Flamengo, o valor aumenta para 50 reais. Além de que nos dias normais não tem tolerância. Marcio da Comasa, via Facebook.

Árvore podre
Uma árvore que fica na Rua Luis Sá, próximo ao número 320, Portuguesa, está tomada por cupins e com a raiz minada por buracos de ratos. O risco dela cair em cima de algum pedestre ou carro é grande. Celso Oliveira, via WhatsApp.

Cacuia complicado
O Cacuia está uma zona, mais precisamente em frente ao ponto do Mundial. Não aguento mais perder tempo ali por causa de vans e ônibus travando o trânsito. Eles param no meio da rua e não querem nem saber dos outros motoristas que estão ali com pressa para chegar no trabalho, crianças indo para a escola. Eles param e não tem hora para sair. Raquel Rodrigues, via Facebook.

Drogas no Tauá
Na esquina da Rua Capanema com a Rua Professor Hilarião da Rocha, um grupo de moradores de rua se reúne para usar drogas e fazer sexo. Além disso, o mau cheiro incomoda todos que passam por ali. A prefeitura já esteve diversas vezes no local mas eles não querem sair dali. Sandra Neves, na redação.

Lei do silêncio
Os quiosques da Praia da Bica têm colocado o som alto quase todos os dias, até as 3h da manhã sem respeitar a lei do silêncio, além das mesas e cadeiras em cima da calçada na passagem dos pedestres. Carlinhos Guará, via Facebook.
 
Assalto às 5h50
Na terça feira (11), em frente ao Ilha Golden Shopping, no Jardim Carioca, dois elementos em uma moto preta subiram a calçada e puxaram as bolsas e celulares de quem estava no ponto de ônibus, por volta das 05h50. Cadê o policiamento? Ale Rodrigues, via Facebook.

Buraco na rua
Um buraco que fica em frente a uma creche na Rua General Mário Hermes, Jardim Guanabara, tem atrapalhado muito a circulação de carros na via. Na hora da entrada e saída dos alunos a rua fica um caos. Tiago Cunha, via Facebook.
 
Areia da Engenhoca
A situação da areia da Praia da Engenhoca está péssima desde quando o trator parou de passar por lá para fazer a limpeza. A Comlurb poderia voltar. Romulo Maciel, via Facebook.

Bueiro na Dendê
Na Estrada do Dendê esquina com a Rua Professor Hilarião da Rocha, Tauá, um bueiro está sem tampa há dias. Já liguei para o órgão responsável e o problema não foi resolvido. Precisamos que esse buraco seja consertado antes que cause um acidente grave. Lincoln Ornellas, via Facebook.
 
Caos na Monjolo
O trânsito na Rua Monjolo está impraticável. Carros estacionados de qualquer maneira, atrapalhando quem precisa passar pela calçada. Uma grande desordem!  Vitória Moraes, via Twitter.

Invasão
O terreno ao lado do Detran, em Tubiacanga, está sendo invadido por moradores do Parque Royal. Leandro Almeida, via Twitter.

Poda na rua Beni
Uma árvore na Rua Beni, Praia da Bandeira, próximo ao número 253, precisa ser podada urgente. Os galhos estão bem próximos das casas. Na semana passada, um mico mordeu uma criança. Adalberto Corrêa, na redação.

Espumas às 5h45
Na segunda (11), dois elementos em uma moto roubaram a bolsa de uma mulher, por volta das 05h45. E há cerca de duas semanas, roubaram o celular de uma outra moça, ambos crimes na Rua Espumas, no Jardim Guanabara. Cuidado! Francisco Maranhão, via Twitter.

Sujeira no ônibus
Na última segunda (10), tive a desagradável surpresa de encontrar o ônibus em estado de extrema insalubridade, cujo número de ordem do ônibus era o B28531 da linha 321. O ônibus estava infestado de baratas e subindo aos montes pelos bancos, em cimas dos passageiros, simplesmente nojento! Sem falar no chão do ônibus na parte de trás também em condições péssimas de higiene. Parece que não vê produto de limpeza a séculos. Um verdadeiro descaso da Viação Ideal S.A. para com os seus consumidores. Guilherme Ribeiro, via Facebook.

Resposta da Ideal:”Na data em referência fomos notificados pelo motorista quanto à ocorrência relatada no veículo 28531. A empresa responsável pela dedetização aplicou na quarta-feira (12) um reforço no produto em nossa frota, mesmo com o certificado atual ainda dentro da validade. Informamos que todos os veículos são limpos (por dentro e por fora) diariamente, durante nosso serviço de manutenção noturna, de modo que saem da garagem em condições de uso por nossos clientes. De qualquer maneira, vamos aumentar o rigor na manutenção. Aproveitamos para informar que este veículo será substituído na linha 321 já neste mês de agosto por ônibus urbanos com ar condicionado. Pedimos desculpas pelo transtorno e reafirmamos através destas ações o nosso compromisso com os nossos clientes.“ Viação Ideal, por e-mail.




Veja Também

Boca no Trombone - Assalto na Uçá Na quinta (9), por volta das 22h, fui assaltado por dois caras em um Chevrolet Astra preto de vidros escuros no cruzamento da Rua Engenheiro Rozauro Zambrano com a Rua Uça, no Jardim Guanabara. Os bandidos ficaram com o veículo ligado aguardando alguém passar e me ameaçaram com uma pistola pedindo meus pertences. Parece que essa localização é ótima estrategicamente porque eles conseguem pegar rapidamente a Cambaúba. Cristian Soriano, via Facebook.

Boca no Trombone - tomam providência para resolver isso. Lucio Bernardo, via WhatsApp. Vans & Idosos As vans das linhas do Zumbi e Ribeira nunca tem vaga para os idosos. Um descaso total. Parece que eles não pensam que um dia também serão idosos? Lúcia Maria, via WhatsApp.

Boca no Trombone - Gás na Engenhoca O cheiro de gás na região da Praia da Engenhoca continua forte, principalmente quando tem movimentação de embarcações. De noite parece que o cheiro piora. Precisamos da fiscalização da Marinha nessas embarcações, não é possível que sejamos obrigados a conviver todos os dias com isso! Cleide Soares, via Facebook.

Boca no Trombone - Passagem perigosa Passo todos os dias pelo acesso que liga o Condomínio Santos Dumont com a Aerobitas e realmente é um problema para os pedestres, já que a circulação do número de motos é grande. Alguns motociclistas ainda olham de cara feia se você não dá passagem pra eles. Eliana Matos, via Facebook.

Boca no Trombone - Longa espera Pegar condução de noite está cada vez mais difícil. Outro dia por volta da meia noite, fiquei mais de 40 minutos sozinha no ponto esperando que alguma van ou ônibus passasse. Suellen Oliveira, via Facebook.

Boca no Trombone - nsatisfação Na segunda (9), ao embarcar no frescão da Ideal (B28719), por volta das 7h, no ponto do Casa Show, fui desrespeitada por não ter dinheiro trocado. Tentei pagar com uma nota de 50, mas o motorista foi arrogante dizendo que eu precisava facilitar a vida dele por conta do horário e queria que eu descesse do ônibus. Pagamos 11,50 por uma passagem e ainda somos tratados com falta de respeito pelos motoristas. Luane Santana, via Facebook. Resposta da ideal: A empresa informou que todos os seus motoristas são orientados a manterem disponível o valor para troco e que o motorista em questão será identificado e orientado para o treinamento de reciclagem quanto ao atendimento.


Edição 1859
Leia


Edições anteriores





Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras

Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras


 

Copyright© 2010 Ilha Notícias. Todos os Direito Reservados.
Este material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuido sem prévia autorização.