Assinatura Virtual

Cadastra-se e receba toda semana em seu e-mail o Ilha Notícias On-line.

Newsletter

Nome:

 

Email:

 


 

Nome:

 

Email:

 


Siga-nos

facebook
twitter
instagram
google+
youtube
blogger

Boca no Trombone

09/06/2017 - boca-no-trombone /Edição 1836
Invasão de micos
Na Rua Beni, próximo ao número 25, Praia da Bandeira, as raízes de uma árvore enorme estão danificando meu muro. Os galhos entram pela janela do quarto, o que se torna perigoso, já que alguns micos estão invadindo a minha casa.  Será que a Comlurb poderia me ajudar? Maria das Graças, na redação.

Briga no ônibus
Um homem agrediu com socos, chutes e enforcamento alunos das escolas Belmiro Medeiros e Rodrigo Otávio, quinta (01) por volta das 12h45, dentro de um dos ônibus da linha 696 que circulava pela Estrada do Galeão. Um dos agredidos teve que pular a roleta do ônibus para o indivíduo não bater mais nele. Raiane Dias, via Facebook.

Urgente
A calçada da Estrada do Dendê, próximo ao Bradesco, está sempre cheia de veículos que não deixam espaço para os pedestres circularem. Na segunda (5), eu ajudei uma mãe a passar com carrinho de bebê pela rua, fazendo sinal para os carros, porque estava impossível andar pela calçada. Cadê o respeito? Sandra Marques, via WhatsApp.

Escuridão no Eisa
Será que alguém pode nos socorrer com a falta de iluminação no estacionamento da Eisa? Uma escuridão que ninguém enxerga ninguém. Pedro Silva, via Facebook.

Alerta no Aterro
Sempre que vou passear com meus filhos no Aterro do Cocotá me deparo com o abandono e descaso do lugar. São muitos usuários de drogas que circulam por toda a praça e, à noite, vários pontos não tem iluminação adequada, o que acaba favorecendo os roubos. Todos já estão cansados de saber o que acontece ali. Por que ninguém faz nada? Caroline Serpa, via WhatsApp.

BRT sem luz
Como se já não bastasse a demora do BRT todos os dias, agora a estação do Fundão está as escuras. Muitos alunos e trabalhadores temem ser abordados por algum assaltante. É uma vergonha ter que conviver com esse medo! Juliana Conde, na redação.

Mais barcas já!
Queremos os horários das barcas de volta. Tivemos um aumento absurdo nas passagens e ficamos com poucas barcas e ninguém toma providências. Lúcia Helena, via Facebook.
Buracos
A Rua Macari, no Jardim Guanabara, está cada vez pior. Por ser uma rua sem asfalto, vários paralelepípedos estão soltos, o que pode provocar acidentes graves. Além disso, existem desníveis que acabam danificando muitos veículos que sem chance de desviar passam por ali. Peço ajuda para resolver esse problema. Beatriz Manhente, via WhatsApp.
Graná x Cleto
O cruzamento entre as ruas Graná e Tenente Cleto Campelo, no Cocotá, precisa urgente de um semáforo ou de fiscalizações por parte da guarda municipal. Existem várias escolas na região e muitas crianças atravessam diariamente a via que é extremamente perigosa. Luan Jesus, via Facebook.

Falta um sinal
A Rua Jaime Perdigão, Moneró, em frente à Creche Referência, precisa urgentemente de um sinal por causa dos carros que passam em alta velocidade. É um risco para todos que precisam atravessar diariamente. Cleyde Coelho, na redação.

Zona no trânsito
É uma vergonha esse trânsito no Cacuia, do relógio até o Supermercado Mundial. Além de que, as vans fazem uma zona terrível no ponto em frente ao supermercado. Nunca vi nenhum guarda municipal na área multando. Fátima Heres, na redação.
Mileto Maciel
A Rua Mileto Maciel, Cacuia, é um lixo e ninguém vê isso. Mão dupla em rua estreita e tiraram o ponto final dos ônibus Reginas e de táxi. A rua agora está deserta e com muitos mendigos. Lílian Luiza, via Facebook.  

Indignação
Fico indignado com a falta de educação de algumas pessoas que não respeitam o transporte público que usam. Canso de ver jovens pichando e destruindo os ônibus. Infelizmente, eles prejudicam a nós mesmos. Flavio Lima, na redação.

Cadeiras na praia
Na quarta (31), à noite, eu e meus amigos fomos surpreendidos com a invasão de mesas e cadeiras colocadas na faixa de areia que utilizamos há anos para exercícios, em frente ao Rei do Bacalhau, no Jardim Guanabara. Peço para que as autoridades nos ajudem a desocupar as areias da Praia da Bica. Raquel Gomes, via Facebook.




Veja Também

Boca no Trombone - Assalto na Uçá Na quinta (9), por volta das 22h, fui assaltado por dois caras em um Chevrolet Astra preto de vidros escuros no cruzamento da Rua Engenheiro Rozauro Zambrano com a Rua Uça, no Jardim Guanabara. Os bandidos ficaram com o veículo ligado aguardando alguém passar e me ameaçaram com uma pistola pedindo meus pertences. Parece que essa localização é ótima estrategicamente porque eles conseguem pegar rapidamente a Cambaúba. Cristian Soriano, via Facebook.

Boca no Trombone - tomam providência para resolver isso. Lucio Bernardo, via WhatsApp. Vans & Idosos As vans das linhas do Zumbi e Ribeira nunca tem vaga para os idosos. Um descaso total. Parece que eles não pensam que um dia também serão idosos? Lúcia Maria, via WhatsApp.

Boca no Trombone - Gás na Engenhoca O cheiro de gás na região da Praia da Engenhoca continua forte, principalmente quando tem movimentação de embarcações. De noite parece que o cheiro piora. Precisamos da fiscalização da Marinha nessas embarcações, não é possível que sejamos obrigados a conviver todos os dias com isso! Cleide Soares, via Facebook.

Boca no Trombone - Passagem perigosa Passo todos os dias pelo acesso que liga o Condomínio Santos Dumont com a Aerobitas e realmente é um problema para os pedestres, já que a circulação do número de motos é grande. Alguns motociclistas ainda olham de cara feia se você não dá passagem pra eles. Eliana Matos, via Facebook.

Boca no Trombone - Longa espera Pegar condução de noite está cada vez mais difícil. Outro dia por volta da meia noite, fiquei mais de 40 minutos sozinha no ponto esperando que alguma van ou ônibus passasse. Suellen Oliveira, via Facebook.

Boca no Trombone - nsatisfação Na segunda (9), ao embarcar no frescão da Ideal (B28719), por volta das 7h, no ponto do Casa Show, fui desrespeitada por não ter dinheiro trocado. Tentei pagar com uma nota de 50, mas o motorista foi arrogante dizendo que eu precisava facilitar a vida dele por conta do horário e queria que eu descesse do ônibus. Pagamos 11,50 por uma passagem e ainda somos tratados com falta de respeito pelos motoristas. Luane Santana, via Facebook. Resposta da ideal: A empresa informou que todos os seus motoristas são orientados a manterem disponível o valor para troco e que o motorista em questão será identificado e orientado para o treinamento de reciclagem quanto ao atendimento.


Edição 1859
Leia


Edições anteriores





Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras

Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras


 

Copyright© 2010 Ilha Notícias. Todos os Direito Reservados.
Este material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuido sem prévia autorização.