Assinatura Virtual

Cadastra-se e receba toda semana em seu e-mail o Ilha Notícias On-line.

Newsletter

Nome:

 

Email:

 


 

Nome:

 

Email:

 


Siga-nos

facebook
twitter
instagram
google+
youtube
blogger

Boca no Trombone

10/02/2017 - boca-no-trombone /Edição 1819
Invasão na Ribeira
O terreno da União, onde está sendo construído o "impossível" terminal pesqueiro que o governo do PT nos tirou 100 milhões, está sendo invadido e loteado para se construir uma das maiores favelas horizontais da cidade, no bairro da Ribeira. A situação é gravíssima. Estranhos estão loteando o local por 5 mil Reais. Se bandidos invadirem o local, com saída para o mar, além de todos os problemas ligados a saneamento, teremos uma das mais estratégicas entradas de drogas na Ilha do Governador, onde serão travadas verdadeiras guerras de facções. Ana Cristina Rangel, via e-mail.
 
Perseguição
Há um morador de rua no condomínio da Aerobitas, na Portuguesa, que perseguiu minha filha e tentou atacá-la na quinta (2). Solicito que a PM intensifique mais a sua presença para garantir a segurança dos moradores, especialmente da região da Portuguesa e das meninas, foco deste cidadão. Jane Lucchessi, via Facebook.
 
Sem Transporte
É uma falta de respeito gritante com os moradores da Praia da Rosa a ausência de transporte público. A secretaria de obras enrola para consertar a ponte dos Bancários e enquanto isso as empresas de ônibus ficam nessa justificativa para não mais passarem aqui. Quem sofre? O morador daqui, que para pegar ônibus tem que caminhar cerca de 10 minutos a pé. Faça chuva ou sol. Lenilda Santos, via Facebook.
 
Calor no ônibus
Já estamos em 2017 e nada de ar condicionados nos ônibus da Paranapuan. É impressionante! É a única empresa no rio a não possuir uma frota de ônibus decente com refrigeração. O insulano parece obrigado a viver com calor. Ninguém aguenta mais. José Carlos, via Facebook.
 
Gênio no Habib’s
A vaga destinada a pessoas com deficiência do Habib’s da Portuguesa serve de enfeite. Existe um poste no meio da vaga que impede a entrada do carro. Parabéns para o gênio. Bianca Ponte, via Facebook.
 
Porcos na rua
Todos os dias às 5h30 da manhã, uma vara de porcos simplesmente caminha pela Avenida Paranapuã em direção à Rua Marques de Muritiba, na Cova da Onça. Os motoristas são obrigados a desviarem dos animais e até mesmo a frearem, o que pode provocar riscos de acidentes. Sorte que neste horário o fluxo não é tão grande de carro, mas algo preventivo precisa ser feito. Reginaldo de Jesus, via Facebook. 
 
Mendigos e sujeira
Nós, moradores do Galeão, não aguentamos mais os abusos feitos pelos moradores de rua, tanto na Estrada das Canárias, quanto na Praça do Loreto e nas casas. Eles, sem consciência, fazem necessidades fisiológicas na frente de todos e no muro das nossas casas. O lixo acumula e o cheiro está insuportável. Pedro Carlos, por e-mail. 
 
Mosquitos
O mato alto tomou conta das esquinas das ruas Jutlândia e Vicente Pontes, no Jardim Carioca. Os mosquitos estão fazendo a festa. Paulo Mendonça, via Facebook. 
 
Cuidado, assaltos!
Atenção, moradores e frequentadores do Quebra Coco. Meu filho e os seus amigos foram assaltados na noite de segunda (6), por volta das 21h por dois homens armados. No mesmo dia, pela manhã, dois homens também armados estavam assaltando na Rua Pinto Alpoim, no Jardim Guanabara. É bom ficar atento. Mônica Bittencourt, via Facebook. 
 
Falta manutenção
A falta de manutenção é visível nos brinquedos do parquinho infantil próximo à Praça Iaiá Garcia, na Ribeira. O risco de acidente para as crianças que frequentam o local é evidente. Ferrugem, brinquedos quebrados e com ferros soltos. Risco total. Horácio Sobrinho, via Facebook. 
 
Buraco na calçada
Há um buraco profundo aberto na calçada da Avenida Paranapuã, próximo ao número 2327, perto do Aterro do Cocotá. Aliás essa calçada é horrível. Tem um muro nela que ameaça cair e um poste no meio da calçada, que impede até de cadeirantes ou carrinhos de bebê passarem ali. Será que nós, moradores, merecemos isso? Juliana Saloés, via Facebook.
 
Cadê a PM?
Toda quarta, após os ensaios da União da Ilha, um bando de jovens faz uma zona nas Ruas Adige, Frei João, Capitui e, principalmente na Iaco. São carros de som, ambulantes, bebidas, brigas, drogas e tudo isso em área residencial. Essa baderna só para às 5h da manhã. Cadê a PM? Carla Conceição, via Facebook.
 
Alô, Cedae
Há tempos um esgoto vaza na Rua Almeida Brandão, em frente ao número 191, no Jardim Guanabara. Chegou a hora de dar um basta né, Cedae? Paulo Rodrigues, via Facebook.
 
Parque Royal
O Parque Royal está completamente abandonado. São crianças doentes por conta dos esgotos entupidos que geram mau cheiro e doenças. Ou tranca seu filho em casa, ou ele pega uma doença. É complicado. Kamila Kauany, via Facebook.
 
Vigilância na Bica
A Praça Jerusalém, na Praia da Bica, nos finais de semana, amanhece como uma praça de guerra. Fedendo e com garrafas quebradas por todos os lados. Um nojo. Deveria ter polícia 24 horas ali. Maria Amélia, via Facebook.
 
Por que?
Uma arvore centenária foi cortada na Praia do Zumbi, esquina da Rua Gaspar de Souza. Não oferecia nenhum risco de queda. O estranho é que a árvore cortada estava bem em frente a um prédio de construção. Por que será? Danielle Menezes, via Facebook. 
 
Assaltos na Colina
Na Rua Colina está rolando muito assalto. Praticamente todos os dias eu ouço os relatos, inclusive tem ocorrido assaltos em motos. Atenção! Alice Monteiro, via Facebook. 




Edição 1833
Leia


Edições anteriores





Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras

Vista aérea da Vila Olímpica da Ilha na fase final das obras


 

Copyright© 2010 Ilha Notícias. Todos os Direito Reservados.
Este material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuido sem prévia autorização.